WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 8/out/2020 . 21:26

Cacá é bem recebido no interior e campanha ganha volume

Já era de se esperar! O jingle “Agora é sua vez Cacá” tá na boca do povo! Nesta quinta-feira (8), o candidato do governador visitou o Assentamento João Amazonas para conversar com a comunidade. Bem recebido, Nosso Cacá não se espantou em ver algumas das promessas descumpridas pelo atual prefeito da cidade.
“Receber o carinho da população não tem preço. A comunidade merece respeito, atitude que a administração que aí está não tem. Caminhei, dialoguei, ouvi os anseios do povo que agora já sabe que Cacá 11 mudará essa história”, declarou.
À tarde, Cacá percorreu o povoado de Sapucaieira, na zona sul do município. Mesmo com dificuldade para chegar ao lugar, persistiu sua vontade em conferir mais uma vez o abandono. De longe é perceptível o caos. O descontentamento se confunde com o olhar triste de cada morador.
“Aqui não tem ninguém que cuide, só os moradores e olhe lá”, manifestou uma moradora que preferiu não se identificar. Outro, disse que o prefeito devia se envergonhar e disparou. “A situação já era ruim, depois da pandemia, piorou”. Entre outras queixas a precariedade do transporte público e a situação da estrada.
Nosso Cacá viu a tristeza e a desesperança nos rostos da população de Sapucaieira e em outras comunidades e distritos. “Em nosso governo será diferente. Iremos devolver a dignidade retirada a força do povo com ações que melhorem, de fato, a vida nessas comunidades”.

   Anne Bomfim
Assessora de Imprensa
     DRT/BA 7667
   (73)98841 – 3481

LUKAS PAIVA CONHECENDO O LADO CRUEL DA POLÍTICA

A bajulação enquanto autoridade no poder.

O abandono e esquecimento quando cai em desgraça.

 

‘Carta em Defesa do Setor Cultural em Ilhéus’: Fórum de Cultura Exige Mudanças na Implementação da Lei Aldir Blanc.

Nesse dia 08.10, às 14hs, representantes do Fórum Permanente de Cultura de Ilhéus e de grupos culturais diversos, realizarão ato público de entrega de uma Carta em Defesa do Setor Cultural em Ilhéus, ao prefeito Sr. Mario Alexandre. Esse documento trata-se de uma construção coletiva do próprio setor cultural em repúdio à falta de Democracia e Transparência na implementação da Lei Aldir Blanc (LAB) pela Secretaria de Cultura e Turismo de Ilhéus.

Dentre diversas denúncias de ilegalidades exercidas pela Administração pública Municipal destaca-se a obrigatoriedade da(o)s trabalhadora(e)s da cultura apresentarem uma série de documentos formais para comprovar sua atuação na área cultural, sob o risco de tornarem-se inelegíveis; além da ausência de paridade entre o setor público e sociedade civil na composição da Comissão de Implementação da Lei Aldir Blanc no município.

Carta em Defesa do Setor Cultural seguirá endossada por um expressivo quantitativo de assinaturas de agentes e grupos culturais locais que se sabem desfavorecidos pelo rigor dos critérios publicados pela gestão pública municipal, através do Decreto nº 068/2020 de 25.09.2020.

Dentre as ilegalidades apresentadas destacam-se: favorecimento a ‘categorias’ e grupos que apresentam documentos formais (clipagem, portfólio, participação em mídias sociais, vídeo-teaser-spot-fotografia, etc.) em detrimento à autodeclaração prevista na legislação federal; ausência de representatividade da sociedade civil na comissão de implementação da LAB; ausência de qualquer consulta pública ao setor cultural e sociedade civil; além de dezenas de erros formais e inconsistências no teor da regulamentação municipal que legisla quanto aos critérios de classificação para concessão do subsidio mensal.

Por fim, entre as exigências apresentadas pelo Fórum ao poder público municipal, destaca-se a urgência na realização de uma consulta pública ao setor cultural e sociedade civil organizada; que seja publicado um novo Decreto com critérios de elegibilidade alinhados com a legislação federal; e que seja convocada reunião para eleição da presidência do Conselho Municipal de Cultura.

 

VALDERICO DE JALECO

Quem jogou essa praga?

Marão gozando a cara do povo

INFORMATIVO DE AGENDA

  Anne Bomfim
Assessora de Imprensa
     DRT/BA 7667
   (73)98841 – 3481

Eleições 2020: 117 municípios terão candidato único a prefeito

Rio Grande do Sul e Minas Gerais concentram mais casos

Publicado em 08/10/2020 – 05:34 Por Karine Melo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

 

 

Enquanto a disputa às prefeituras movimenta vários municípios brasileiros, especialmente as capitais dos estados, 117 cidades já sabem quem vai ocupar o maior posto do Executivo local a partir de 1º de janeiro de 2021. É que nessas localidades apenas um candidato vai concorrer. 

Segundo levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base em informações preliminares divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a concentração da candidatura única está nos municípios do Rio Grande do Sul, onde 34 das 497 cidades têm apenas um nome concorrendo ao cargo. Em seguida, aparecem os estados de Minas Gerais e do Paraná com, respectivamente, 20 e 17 municípios na mesma situação. Sem concorrência, se a candidatura for homologada pela Justiça Eleitoral, o registro de um único voto garante a vitória a essas pessoas.

Na avaliação do cientista político Murilo Aragão, situações como essa não são necessariamente um problema. “Elas resultam de uma fragilidade da oposição, decorrente do êxito do comando do município. Outro problema é fragilidade dos partidos no Brasil, que desestimula candidaturas”, avaliou.

A CNM identificou também que em 37% dos municípios o embate deve ocorrer entre duas candidaturas. A polarização deve fazer parte das eleições em 2.069 municípios, onde vivem 20,9 milhões de pessoas ou 10% da população brasileira. Os dois candidatos a prefeito dessas cidades irão disputar a preferência de um total de 16,4 milhões de eleitores.

Os dados consolidados pela CNM foram publicados pelo TSE no dia 27 de setembro.

Edição: Graça Adjuto

Com números se estabilizando, estados retomam atividades culturais

Acompanhe o sétimo levantamento quinzenal da Agência Brasil

Publicado em 08/10/2020 – 06:28 Por Jonas Valente, Ludmilla Souza e Akemi Nitahara – Repórteres da Agência Brasil – Brasília

Temporada 2020 da São Paulo Companhia de Dança

Apesar de os números da pandemia de covid-19 no Brasil indicarem a estabilização dos casos e das mortes ainda em patamares altos, o processo de reabertura econômica e flexibilização do isolamento social segue em todo o país, com a liberação de eventos e atividades de lazer. Desde o último levantamento quinzenal feito pela Agência Brasil, a Bahia autorizou parcialmente a permanência em praias e parques.

No Sul do país, Santa Catarina modificou as regras de hospedagem de hotéis e permitiu a reabertura de casas noturnas, boates, pubs, casas de shows e afins nas regiões que estiverem na classificação de risco potencial moderado.

No Rio de Janeiro foram autorizados os parques de diversões e casas de shows, com restrição de ocupação, mas as rodas de samba e a permanência nas praias seguem proibidas. Alagoas liberou eventos em ambientes abertos, no Ceará podem retornar os circos e parques infantis, os shoppings e, em Pernambuco, os eventos sociais para até 100 pessoas e cinemas e teatros com ocupação de 30%.

Em Minas Gerais, as regiões classificadas na onda verde podem reabrir cinemas e teatros, e Mato Grosso liberou bares, casas noturnas, cinemas e competições esportivas.

Eventos culturais continuam proibidos no Piauí e em Sergipe. O Rio Grande do Sul está todo em Bandeira Laranja e se a situação permanecer assim, pode começar a planejar o retorno presencial de aulas, eventos sociais e atividades culturais. Em São Paulo, atividades culturais e eventos são liberados para regiões que passarem ao menos 28 dias na fase amarela.

Na educação, poucos estados liberaram o retorno do ensino regular às aulas presenciais, como o Ceará fez para o ensino médio e a educação infantil, mas com capacidade reduzida das turmas. O Piauí e Pernambuco autorizaram a volta do 3º ano às salas de aula. Outros definiram os protocolos de retorno, mas não marcaram data, como o Rio de Janeiro, Paraná e a Paraíba. No Rio, apenas o 3º ano do ensino médio poderá voltar este ano. Em São Paulo, a previsão é que as aulas presenciais na rede pública voltem no dia 3 de novembro e no Espírito Santo, a partir do dia 13 de outubro.

Veja abaixo o levantamento completo:

Bahia

Com a redução dos leitos ocupados de unidades de Terapia Intensiva (UTI), a capital baiana avançou ainda mais na Fase 3 de retomada das atividades, em acordo entre prefeitura e governo do estado. Na atual fase, já foi liberada a presença do público em praias e parques públicos, mas com restrições. As praias mais próximas do centro e com procura, a exemplo do Porto da Barra, continuam fechadas. A maioria está liberada, de segunda a sexta-feira, mas com uso de máscaras e sem vendedores ambulantes. As máscaras só podem ser retiradas para o banho de mar. 

Nos parques, os ambulantes também não podem atuar e é exigido o uso de máscaras. Cinemas e casas de espetáculos já estavam em funcionamento, com restrição de número de ingressos vendidos e ocupação de cadeiras.

Em todo o estado, o principal critério adotado no protocolo comum é a capacidade de o Poder Público ofertar leitos de UTI à população baiana, de forma a priorizar a preservação de vidas.

O transporte coletivo intermunicipal está liberado pelo governo do estado em toda a Bahia, desde o dia 28 de setembro. Para o funcionamento do serviço, devem ser mantidas medidas de segurança, tais como uso de máscaras, medição de temperatura dos funcionários e passageiros, ocupação de até 50% da capacidade, entre outras.

Ainda não há previsão de volta às aulas. O Decreto nº 19.586, que venceria no dia 27, foi prorrogado até 12 de outubro. A norma proíbe as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada e eventos com mais de 100 pessoas. O decreto proíbe também as atividades que envolvem aglomeração de pessoas.

:: LEIA MAIS »

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia