WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 4/out/2020 . 21:34

Cacá cumpre agenda de campanha intensa no final de semana

O candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá (PP) deu início a agenda de campanha às 06h30min de sábado (3) com visita na Central de Abastecimento da Zona Sul. Às 08h30 min participou de evento no Instituto Nossa Senhora da Piedade e às 10h nosso Cacá concedeu entrevista na Rádio Comunitária do Salobrinho onde falou dos seus projetos para Ilhéus. 

À tarde Cacá e Everaldo (PT) seguiram para visitar os distritos de Pimenteira e Inema. Em Pimenteira, a moradora Cristina Jesus desabafou com Cacá. “Desde que ganhou a eleição o prefeito não pisa os pés aqui. A estrada está péssima e até a semana passada não tínhamos nem médico no posto. Agora que está chegando a eleição que tá vindo”. 

O candidato ficou indignado com a situação do local. “Fiquei sabendo que quem colocou cascalho na estrada foi o prefeito de Itajuípe. Senão fosse ele a estrada estaria pior”. 

Em Inema, os candidatos realizaram uma caminhada ao lado de lideranças. A localidade é a mais afastada da sede e a mais esquecida pela atual gestão.

Cacá ouviu as demandas e apresentou suas propostas para o interior, como a criação de um calendário efetivo para patrolamento e cascalhamento das estradas rurais. 

Depois de ser oficializado o candidato do governador Rui Costa (PT) e do vice João Leão, Cacá seguiu agenda no domingo (4). Às 8h da manhã, o candidato prestigiou evento esportivo no bairro Basílio, a convite do ex-presidente da associação de moradores e candidato a vereador Ednei Portugal (PP). 

Por volta de 9h, Cacá e Everaldo inauguraram o Comitê do candidato Cláudio Magalhães em Olivença. À tarde foram recebidos pelos moradores de Couto para uma caminhada pelo distrito e participou do aniversário da liderança do candidato Anderson Bomfim (PP). À noite Cacá cultuou a Deus na Igreja Batista Missionaria ao lado do evangelista Eduardo Sobral e amigos.

 Anne Bomfim
Assessora de Imprensa
     DRT/BA 7667
   (73)98841 – 3481

O ASSOREAMENTO DA BAÍA DO PONTAL EM ILHÉUS

Vídeo postado por uma leitora preocupada.

Regalias e penduricalhos na Câmara custam R$ 358 milhões por ano

Enquanto isso, presidente Rodrigo Maia prega reforma administrativa tabajara que não mexe nos privilégios atuais

Enquanto brasileiros cobram um País mais justo com o corte de regalias e penduricalhos do serviço público, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prega uma reforma administrativa tabajara, que não corta privilégio e só terá efeitos práticos no futuro. Segundo dados da Câmara, serão gastos R$358 milhões este ano apenas com auxílio-moradia, assistência médica e odontológica e outros benefícios tidos como “obrigatórios”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Os “benefícios obrigatórios aos servidores” já tiveram os recursos empenhados e devem custar R$218 milhões até o final do ano.

No caso da “assistência médica e odontológica”, os gastos previstos na Câmara são da ordem de R$116,1 milhões. Sem chance de diminuir.

Notícias Relacionadas

Parlamentares, servidores e “convidados” gastaram R$13,6 milhões em passagens aéreas. Sem pandemia, o total seria de R$78,8 milhões

Cada deputado recebe R$33,7 mil e cota de cerca de R$45 mil mensais para gastar como quiser. Além disso, mais R$4,2 mil de auxílio-moradia

Eleições: TSE tem canal para denúncia de disparos em massa no WhatsApp

Qualquer pessoa pode preencher e enviar o formulário online

Publicado em 03/10/2020 – 14:31 Por Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta semana, um formulário online para receber denúncias de disparos de mensagens em massa por meio do WhatsApp, durante as eleições municipais.

Pela primeira vez, nas eleições deste ano, o disparo de mensagens em massa foi expressamente proibido pela Justiça Eleitoral na norma sobre propaganda eleitoral. Os termos de uso do WhatsApp também não permitem a prática.

As mensagens do tipo em geral são impessoais e costumam trazer conteúdos alarmistas e acusatórios. A Justiça Eleitoral incentiva que o eleitor faça a denúncia se receber mensagens suspeitas provenientes, por exemplo, de contatos desconhecidos ou de vários grupos ao mesmo tempo.

O próprio WhatsApp se comprometeu, junto ao TSE, a investigar as denúncias e inativar contas suspeitas, encaminhando as informações pertinentes às autoridades. Segundo a plataforma, trata-se de “iniciativa inédita no mundo”.

Comportamento inautêntico

formulário de denúncia faz parte de uma série de medidas anunciadas nesta semana pela Justiça Eleitoral para combater o que chama de “comportamentos inautênticos” relacionado às eleições na internet, em especial nas redes sociais. Um exemplo que costuma ser dado é o uso de robôs e contas falsas para promover artificialmente campanhas de ódio contra candidatos e instituições.

Tais comportamentos são “muitas vezes provenientes de verdadeiras milícias digitais, organizadas hierarquicamente, com financiamento privado e atuação concertada para a difusão de mentiras e ataques às instituições”, disse o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso.

Durante o lançamento do formulário de denúncias, o diretor de políticas públicas para o WhatsApp no Brasil, Dario Durigan, fez um apelo para que também os candidatos denunciem empresas e indivíduos que ofereçam o serviço de disparo de mensagens.

“Sabemos que existem empresas que oferecem serviços ilegais de disparo em massa de mensagens, por isso o WhatsApp solicita aos candidatos que rejeitem essas propostas e façam as devidas comunicações às autoridades constituídas”, disse ele.

Ainda tramitam no TSE diferentes investigações que apuram eventuais desvios às normas eleitorais no pagamento por disparos de mensagens em massa na eleição presidencial de 2018 ] .

Edição: Denise Griesinger

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia