WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 3/out/2020 . 16:21

Cacá e Everaldo recebem apoio das centrais sindicais de Ilhéus

A agenda de encontros do Cacá e Everaldo marca mais um capítulo na história de Ilhéus. Na última quinta-feira (1), os candidatos a prefeito e vice estiveram com as candidaturas de vereador e vereadora para fortalecer a coligação “O futuro é agora”, formada pelos partidos PP, PT, PC do B, DC e REDE.

O reforço segue a estratégia do governador Rui Costa (PT), do senador Jaques Wagner (PT) e de toda bancada federal. A articulação resultou no apoio maciço dos principais sindicatos de Ilhéus. “A partir de 2021 faremos uma gestão séria e comprometida com o povo e pelo povo”, declarou Nosso Cacá.

Na sexta-feira (2), Nosso Cacá e Everaldo se reuniram com os sindicalistas para dialogar sobre o panorama do desemprego no município e como trabalhará para reverter à situação. Os candidatos discutiram ainda a situação dos servidores afastados de forma arbitrária e desrespeitosa pelo atual prefeito.

Já na sexta à noite, seguiu para o bairro Teotônio Vilela para uma atividade com a candidata Aline Mabel (PP), liderança forte no bairro. “Reafirmo meu compromisso no fortalecimento dos setores ligados a economia, geração de empregos e a correção da desigualdade social no município”, concluiu Cacá.

ASCOM COLIGAÇÃO O FUTURO É AGORA 

Cacá, Everaldo e Ednei Mendonça se reúnem com representantes sindicais

 

UM FUTURO QUE TE ASSOMBRA

Candidato da elite não pensa no povão, só pensa em negócios.

Secretário da Saúde inspeciona obras para implantação do Hospital Materno-Infantil de Ilhéus

SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO

ASSESORIA DE COMUNICAÇÃO

02 de Outubro de 2020

 

Secretário da Saúde inspeciona obras para implantação do Hospital Materno-Infantil de Ilhéus

 

O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, inspecionou nesta sexta-feira (2) as obras de construção do Hospital Materno-Infantil de Ilhéus. A unidade está sendo implantada onde antes funcionava o Hospital Geral Luís Viana Filho.

 

“Esse será o primeiro Hospital Materno-Infantil de Ilhéus e região. O equipamento terá uma unidade pediátrica, com leitos de UTI, e uma unidade obstétrica, com leitos para parto normal e cesárea. Haverá ainda leitos de terapia intensiva e semi-intensiva neonatal”, afirma o secretário.

 

Com investimento de aproximadamente R$ 40 milhões entre obras e equipamentos, o hospital terá 105 leitos de internação, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências da região de Ilhéus, com funcionamento 24 horas, acesso por demanda espontânea e referenciada, integrada aos pontos de atenção primária.

 

De acordo com Vilas-Boas, a nova unidade representará a consolidação dos investimento em saúde na região “Essa unidade não atenderá apenas os munícipes de Ilhéus, mas toda a população de cidades circunvizinhas que têm pactuação com Ilhéus”, explica.

 

As obras seguem em ritmo acelerado, com previsão de entrega para 2021. A unidade será estruturada para a assistência ao parto de alto risco, bem como o cuidado intensivo e intermediário neonatal. O hospital terá acolhimento com classificação de risco, boas práticas e segurança na atenção ao parto, atenção especializada em pediatria, além de certificação como “Hospital Amigo da Criança”.

 

Ascom Sesab

Mau humor das ONGs coincide com o fim da farra com dinheiro público

Apenas quatro ONGs receberam R$ 80,1 milhões no último ano antes de Bolsonaro assumir

Organizações “não governamentais” com acesso franqueado a milhões governamentais viram a fonte secar no governo Bolsonaro. Em 2018, último de Michel Temer, só quatro ONGs embolsavam R$80,1 milhões do Ministério do Meio Ambiente, segundo fonte da pasta. O fim da farra, “turbinada” em governos do PT, explica a pancadaria no ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. De decisões do Conselho Nacional do Meio Ambiente à fusão do Ibama e ICMBio, tudo vira alvo de desconstrução. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Uma das ONGs favorecidas, a conceituada Imazon, recebeu R$25,6 milhões em 2018, último ano do “bem bom” com o dinheiro público.

Outra estrela da constelação de ONGs que faturavam muito, o Ipam recebeu R$23,4 milhões, mas o combinado eram R$24,9 milhões.

Notícias Relacionadas

Entre as quatro ONGs milionárias, a ISA foi a única a receber o total previsto do governo: nada menos que R$19,7 milhões.

Já a ONG ICV, outra que se beneficia de dinheiro governamental, recebeu “apenas” R$11,4 milhões do total previsto de R$16,4 milhões.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia