Muitos não sabem, mas o percentual do sequestro do FPM para saldar Precatórios Conciliados, não estava na pauta das discussões.

O aumento de 7,5% para 15% foi uma ação ‘dadivosa’ do inexperiente Prefeito. Talvez pensando que assim acelerariam os pagamentos, ou para agradar a alguém.

A verdade é que muitos secretários fizeram muxoxo, mas ficaram caladinhos para não perderem a boquinha.

No momento, se agitam para pagar um mico, que já foi pago. É tempo de alegria

Momento solene da assinatura do atestado de óbito das finanças…