WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 25/jun/2020 . 19:09

EMBARQUE INÉDITO PELO PORTO DE ILHÉUS.

A empresa Menezes & Filho Ltda – Base Liba.

Empresa familiar Ilheense, com tradição portuária há mais de 70 anos no Agenciamento de Navios, Movimentação de Cargas e Despachos Aduaneiros, realiza embarque INÉDITO pelo Porto de Ilhéus. Equipamentos Off-Road – 17 Unidades de máquinas pesadas em um total de 1.000 Toneladas aproximadamente.

Seguiram viagem para Austrália na Oceania

O VENENO DA NOITE!

Governo ‘espetaculoso’, ninguém acredita, ninguém respeita ou obedece.

Só rejeita.

Paciência…

Bolsonaro inaugura Galeria de Heróis do Programa Vigia

Programa cuida da segurança das fronteiras do país

Publicado em 25/06/2020 – 13:42 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O presidente Jair Bolsonaro inaugurou hoje (25) a Galeria de Heróis do Programa Vigia, de segurança de fronteiras, e homenageou o soldado do Exército Daniel Trarbach, primeiro a integrar a galeria. A cerimônia foi no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

“Obviamente, não queremos mais homenagens, queremos nossos filhos vivos”, disse o presidente aos pais do soldado, presentes na cerimônia. “Mas se o destino assim nos apontar, mais do que honrar aqueles que defendiam a pátria, nós os queremos como exemplo para todos nós”, completou.

O militar de 20 anos morreu no dia 10 de maio, quando fazia patrulhamento ostensivo no Rio Paraná, na região de Guaíra, no Paraná. Ele estava em uma lancha da Polícia Federal com mais dois colegas de Exército, quando foram atingidos por uma embarcação clandestina que transportava drogas.

Segundo o ministério, a galeria tem o objetivo de reconhecer “o destemor, a honradez e a altivez daqueles que sacrificam a própria vida em decorrência do dever funcional”. O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, pediu que todas as forças de segurança honrem a vida e memória do soldado Trarbach e destacou o trabalho dos militares.

“Nosso agradecimento ao Exército, aos senhores soldados brasileiros por darem orgulho diariamente ao nosso país. O Exército Brasileiro tem sido exemplo de defesa da pátria, de luta incansável, de moderação, de respeito à lei e à Constituição, de apoio a todos os órgãos públicos, seja na defesa da Amazônia, na defesa das fronteiras, combate à criminalidade e garantia da lei e da ordem nacionais”, disse Mendonça.

Pilares do programa

Em abril do ano passado, o Vigia começou com um projeto piloto na cidade de Guaíra, no Paraná, com a Operação Hórus e já chegou a sete estados – Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Roraima – e às divisas de Goiás e do Tocantins.

Sob o conceito de Vigilância, Integração, Governança, Interoperabilidade e Autonomia (Vigia), os pilares do programa são a atuação integrada entre instituições e agentes de segurança, aquisição de equipamentos, como sistemas de comunicação e viaturas, e capacitação e investimento em qualificação profissional.

Atualmente, o Vigia também tem como foco o enfrentamento à disseminação do novo coronavírus no país, com a instalação de barreiras sanitárias em cidades fronteiriças.

Edição: Nádia Franco

Olhar voltado ao mercado e integridade na gestão pública definem nova condução da Valec

Imagem Whalles Zarur (Ascom/Valec)

O diretor-presidente da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., André Kuhn, participou ontem (23) do Webinar Nos Trilhos, encontro promovido pela Revista Ferroviária voltado aos participantes e interessados pelo setor ferroviário.

Kuhn destacou como principal atividade hoje da empresa a construção da Fiol 2 e disponibilização desse ativo de infraestrutura para subconcessão até 2022. “A fim de dar agilidade ao processo, estamos firmando parceria com o Exército no lote 6 da ferrovia. A partir do momento em que o Exército entra em um empreendimento, temos uma relação ganha/ganha para o Brasil.”

Perguntado sobre o presente e o futuro da Valec, o diretor-presidente reconheceu que a empresa passou por um período difícil de definições em 2019, mas que hoje passa por um redesenho positivo, que trará mais confiança para seu corpo funcional e, consequentemente, mais retorno para a sociedade. “Estamos nos reestruturando para a futura junção com a EPL e, a partir dessa junção, criação de uma nova empresa, a Infra S.A., que deverá ampliar nossas frentes de atuação na infraestrutura brasileira”.

Os participantes do Webinar também perguntaram sobre os pátios multimodais presentes ao longo da Ferrovia Norte-Sul, construída pela Valec e hoje subconcedida à iniciativa privada. André Kuhn esclareceu que, de fato, os terminais permanecem sob a gestão da Valec e que a exploração comercial desses empreendimentos é fonte de recursos para a União. “Nós estamos trabalhando na concessão dos pátios e nossa meta é incrementar consideravelmente os ganhos a partir dessas concessões”.

No encerramento de sua participação no Webinar Nos Trilhos, o diretor-presidente da Valec reafirmou seu compromisso em tornar a empresa referência para o Brasil não só em sua atividade fim, mas como ente da administração pública federal. Nesse contexto, mencionou a adesão ao programa Radar Anticorrupção do Ministério da Infraestrutura, que ganhou reforço esta semana com a visita in loco da equipe ministerial. De acordo com Kuhn, “os resultados da análise feita pelo time da subsecretaria de Conformidade e Integridade do MInfra trarão diagnósticos e apontamentos importantes para o aprimoramento da conduta e integridade da Valec.”

Assessoria de Comunicação Social 
Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. 
(61) 2029-6297 
ascom@valec.gov.br 
twitter.com/valec_ferrovias 
instagram.com/valec.oficial

O PRAZO FOI ESTICADO PARA A CHEGADA DE NOVAS MULAS.

Senado deve votar ‘lei das fake news’ nesta quinta sem sequer discutir o projeto

Presidente do Senado anunciou votação, mas menos de 24h antes não havia relatório final do texto

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), confirmou para esta quinta–feira (25) a votação da “lei das fake news” ou “Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet”. O detalhe é que, nesta quarta, a menos de 24 horas dessa votação que Alcolumbre chamou de “histórica”, não havia nem sequer existia o relatório final com o texto, que deverá ser votado, sem qualquer debate com a sociedade. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Há indícios de que o texto a ser votado sem discussão, a pretexto de combater crimes como fake news, tenta limitar a liberdade de expressão.

É preciso mesmo combater a desinformação e as mentiras, aliás muito comuns entre políticos, mas não se pode violar direitos fundamentais.

Notícias Relacionadas

Controlar a internet é uma antiga fantasia de políticos e governantes, da esquerda à direita. Nos EUA, Donald Trump já ameaçou fazer isso.

A Associação Brasileira de Internet (Abranet), de mais de 300 empresas, manifestou em nota sua apreensão com o texto que não se conhece.

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia