Acusação de ‘interferência na PF’ não encontra sustentação, mas outras falas criam e reacendem polêmicas

Na prática, o vídeo tem sido interpretado como positivo para o governo, já que a acusação de “interferência da Polícia Federal” não encontra sustentação nas falas do presidente. No entanto, outras afirmações – inclusive de ministros como Abraham Weintraub (Educação) – reacenderam e criaram outras polêmicas.

O vídeo, por exemplo, anula completamente a reaproximação de Jair Bolsonaro com os governadores, que, após meses de desavenças, participaram de uma reunião considerada tão civilizada quanto produtiva.

Notícias Relacionadas

O ministro Celso de Mello é relator do inquérito sobre a suposta interferência política do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF). A reunião foi citada pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro durante depoimento prestado à PF, no início do mês, como suposta prova da interferência.

Clique aqui e confira a degravação do vídeo.