Fila de 3,5 milhões foi lorota criada para gerar votos nas eleições municipais deste ano

Prefeitos pressionam o governo federal a inscrever mais 3,5 milhões de pessoas que estariam “na fila” do Bolsa Família. Mas isso é lorota: o programa já beneficia mais de 28 milhões de brasileiros e a cada ano mais são acrescidos. Apenas no ano passado o total de beneficiários diminuiu, após o governo promover a primeira limpa no programa, eliminando irregularidades, fraudes e até beneficiários mortos. Ainda assim, 1,1 milhão de novos beneficiários foram acrescidos à lista. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Prefeitos querem votos trazidos pelo Bolsa Família. Eles tentam fazer parecer, sobretudo em regiões mais pobres, que é programa deles.

O deputado Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) avisou que o Bolsa Família se transformaria no maior programa de compra de votos do mundo.

Notícias Relacionadas

Na limpa na lista de beneficiários do Bolsa Família, em 2019, foram retirados 1,3 milhão de brasileiros por fraudes e irregularidades.

Em 2017, sob Michel Temer, o governo zerou a fila do Bolsa Família. Segundo a administração atual, a fila se aproxima de 500 mil pessoas.