O ministro Ricardo Salles tem se mostrado bastante preocupado, não só com o Meio Ambiente no Brasil, mas em encerrar qualquer vínculo governamental com entidades que possam tirar proveito das verbas generosas do Estado enquanto nada fazem para garantir melhorias na questão da preservação, ou pior, por vezes criam questões de impossível gerenciamento e aplicação na área.

COm esse objetivo em mente, Salles fechou a torneira que abastecia ONGs e a indústria de palestras, ficando no que realmente interessa para a população.

“Pergunta para o brasileiro que mora na favela com o pé no esgoto se ele está preocupado com a discussão da mudança climática em Paris, ou se ele quer que canalize o córrego na porta da casa dele para o filho não ir para o hospital toda a semana” argumentou o ministro, durante entrevista no programa Pingos Nos Is.

“Eu vou paralisar o Ministério para ficar fazendo discussões e seminários, dando dinheiro para ONG fazer estudo. É isso que eles querem, que eu fique patrocinando dinheiro para o sujeito viajar de Paris, Londres, Londres para Roma…” finalizou.

Jair M. Bolsonaro

?@jairbolsonaro

Ao invés de financiar atos e “estudos científicos” dos mesmos de sempre e ONGs, vamos destinar recursos para buscar solucionar os reais problemas do Brasil. Isso é atuar em prol do meio ambiente e não a favor de uma manipuladora, sombria e esperta agenda. Via @rsallesmma

5.672 pessoas estão falando sobre isso