WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 29/out/2019 . 18:44

O GREENPEACE JÁ ESTEVE EM ILHÉUS CONTRA O PORTO SUL.

Rede de ONGs.

O VENENO DA NOITE!

Muita gente já esfregando as mãos.

Querendo tirar o pé da lama (ops), do óleo, com o dindin do defeso.

Paciência…

DIRETO DO BLOG ‘ILHÉUS INFORME’

Ilhéus: Prefeitura gasta quase R$ 1 milhão por ano com 12 assessores

A Prefeitura Municipal de Ilhéus gasta em média, por mês, mais de R$ 70 mil reais com cargos de Assessoria. É o que consta no Portal da Transparência do Site da Prefeitura. São nove Assessores e três Assessores Técnicos.  

Se formos fazer a conta exata, os “amiguinhos” do Prefeito, custam aos cofres públicos cerca de R$ 840 mil reais por ano. Com essa quantia, daria pra construir no mínimo, três (03) Postos de Saúde.

Gestão de qualidade é priorizar os gastos públicos com aquilo que atenda o interesse público. 

Percebe-se que o Prefeito Marão prefere agradar os apadrinhados, que, diga-se de passagem, em sua maioria não são nem filhos de Ilhéus.

Veja quem são os Assessores do Prefeito:

Prefeito e ex-prefeito são acusados de desviar R$ 4,3 milhões do transporte escolar na BA

Zé Barreira foi denunciado por contrato fraudulento e Aldo Gondim por recebimento de propina

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-prefeito de Caetité (BA) José Barreira de Alencar Filho, o Zé Barreira (PCdoB), pelo desvio de R$ 4,3 milhões durante seu mandato em 2009. O MPF aponta que o ex-gestor e outros sete denunciados, incluindo o atual prefeito Aldo Ricardo Cardoso Gondim (PSB) teriam contratado de forma fraudulenta a Cooperativa de Transporte Alternativo do Sul e Sudoeste da Bahia (Transcops) para desvio do recurso, que deveria ser destinado ao transporte escolar do município localizado a 652 km de Salvador (BA).

A denúncia ajuizada em 30 de setembro relata que a Concorrência 001/2009 tinha o objetivo de contratar ônibus, micro-ônibus e vans para o serviço de transporte escolar em 113 linhas, num total de 11.377 km/dia, com  estimativa de que seria dispendido valor total de R$ 4 milhões.

O processo licitatório, porém, foi conduzido em uma sequência de irregularidades em total desacordo com o estabelecido na Lei de Licitações (Lei 8.666/1993), como a publicação do edital antes da conclusão do procedimento administrativo interno. Ou seja, a licitação foi aberta à inscrição de empresas antes de terem sido finalizadas a pesquisa de preços, a definição do objeto e a verificação de disponibilidade orçamentária, entre outras etapas que justificam e fundamentam uma licitação.

Notícias Relacionadas

Nas investigações do MPF ficou comprovado, ainda, que a Transcops, à época dos fatos, não tinha capacidade para executar o serviço de transporte escolar. Muito embora o edital exigisse carteira de habilitação na categoria D, a cooperativa, além de não apresentar os veículos de sua frota, não juntou a lista de seus motoristas, com respectivos documentos de habilitação.

Quanto ao atual prefeito de Caetité (BA), Aldo Ricardo Cardoso Gondim, restou apurado, no inquérito policial que serviu de base à denúncia, o recebimento de propina, por meio de transferência bancária feita pela Transcops em sua conta bancária pessoal e de sua esposa.

Cooperativa de fachada

De acordo com o MPF, a Transcops, desde a sua criação, não passa de uma cooperativa de fachada e foi utilizada, de forma fraudulenta, ao longo dos últimos anos, por seus dirigentes, para cometer crimes em diversos municípios baianos e mineiros. Na Bahia, a mesma instituição foi alvo de outras atuações do MPF nas cidades de Boquira, Ribeirão do Largo e Encruzilhada, divulgadas no site do MPF.

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) atestou que a instituição somente passou a possuir veículos em julho de 2009, quando já tinha sido contratada por Zé Barreira. Além disso, a Transcops contava com apenas 18 cooperados e nenhum deles era habilitado para conduzir veículos de grande porte – como previsto no contrato firmado com a prefeitura –, sendo que ao menos dois deles nem sequer habilitação tinha.

O MPF requer a condenação pelo crime de apropriação de bens ou rendas públicas, ou por desvio em proveito próprio ou alheio, previsto na Lei de Responsabilidade de: José Barreira de Alencar Filho, Antônio Gomes Silva, Aldo Ricardo Cardoso Gondim, Naira Junqueira Gomes, Rita de Cássia Alves Azevedo, Ana Karoline Adolfo da Silva, Silônio Vieira dos Santos e Paulo de Almeida Luz.

Em relação ao prefeito Aldo Gondim, também é pedida a condenação pelo crime de corrupção passiva. Além disso, o MPF requer que a justiça determine indenização de no mínimo R$ 496.678,73, pelo prejuízo causado à União pelas fraudes e pelo desvio de recursos públicos.

O Diário do Poder não conseguiu contato com os denunciados. (Com informações da Assessoria de Comunicação do MPF na Bahia)

O PROJETO DOS MOTOTAXISTAS EM ILHÉUS FICOU EMBAIXO DE 7 CAPAS

Embora aprovado pela Câmara de Vereadores de Ilhéus, o projeto não se sabe se foi para a sanção do Prefeito, e nenhuma publicidade foi dada ao mesmo.

Tudo dantes como no quartel de Abrantes…

Em cidades bem administradas é mais ou menos assim…

FOTOS DO DESCASO DA PRAIA DO SUL (PARTE I) ===>>> 06/12/2017

Maia: Câmara aprovará marcos regulatórios para facilitar investimentos

Presidente disse que projetos serão votados em comissões da Casa

Publicado em 28/10/2019 – 23:24

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil  São Paulo 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse hoje (28) que, nas próximas semanas, ao menos três pautas importantes que têm como objetivo facilitar o aumento dos investimentos privados no país deverão ser aprovadas em comissões da Casa: o novo marco regulatório do Saneamento Básico; uma nova lei de recuperação judicial; e um novo marco regulatório das parcerias público-privadas.

“Nós vamos aprovar, se Deus quiser, essa semana na comissão de Constituição [e Justiça] o novo marco regulatório do Saneamento, garantindo competitividade, mais recursos privados; daqui a duas semanas, o novo marco regulatório das Parcerias Público-Privadas; e na semana seguinte, uma nova lei de recuperação judicial”, disse Maia em evento da Câmara Espanhola, na capital paulista. “Nós entendemos que o grande parceiro do Estado brasileiro e da população brasileira são os investidores privados. Nós acreditamos nisso, vamos apostar nisso”.

O presidente da Câmara dos Deputados ressaltou ainda que a reforma administrativa e a reforma tributária deverão avançar na Casa de maneira conjunta.

Edição: Fábio Massalli

Brasil e Catar assinam acordo de isenção de visto

Publicado em 28/10/2019 – 15:29

Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O Brasil e o Catar assinaram hoje (28) acordo para a isenção de visto de entrada nos países de turistas, pessoas em trânsito ou em viagens de negócios. A medida é recíproca. Esse é um dos seis acordos firmados durante a vista do presidente Jair Bolsonaro ao país. Ele foi recepcionado em Doha pelo emir do Catar, Xeique Tamin Bin Hamad Al Thani, no Palácio Real, onde firmaram acordos de cooperação em áreas como defesa, saúde e serviços aéreos.

Os dois países também pretendem concluir um acordo para exploração de serviços aéreos entre seus territórios. Além disso, com base na experiência brasileira em sediar a Copa do Mundo de 2014, o Brasil vai cooperar com o Catar para a realização de grandes eventos esportivos. O país do Oriente Médio vai sediar a competição em 2022.

Ainda foi assinado acordo de cooperação entre as academias diplomáticas dos dois países, inclusive para o intercâmbio de estudantes diplomatas. No Brasil, a instituição responsável pela formação de diplomatas é o Instituto Rio Branco. No campo da saúde, Brasil e Catar intensificarão a colaboração em áreas de interesse mútuo.

Já na área de defesa, os dois países assinaram acordo para pesquisa e desenvolvimento, apoio logístico, medicina militar e fornecimento de produtos e serviços de defesa, além de intensificar a troca de conhecimentos e experiências sobre organização e operações das Forças Armadas, incluindo operações de manutenção da paz. O Brasil já participou de mais de 50 operações de paz e missões de paz das Nações Unidas.

O Catar é penúltimo país a ser visitado pelo presidente Bolsonaro, que já esteve no Japão, China e Emirados Árabes Unidos para divulgar as reformas que o governo está empreendendo no campo econômico e as oportunidades de negócios no Brasil. Além de encontro com autoridades, o presidente participou de um seminário empresarial.

Ainda nesta segunda-feira, a comitiva presidencial segue para Riade, na Arábia Saudita, onde será recepcionado pelo príncipe herdeiro do país, Mohammed bin Salman. No Oriente Médio, o objetivo de Bolsonaro e seus ministros é atrair investidores, em especial para os projetos de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos. Os países dessa região são donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades em países emergentes.

Ouça na Rádio Nacional:

Saiba mais

Edição: Valéria Aguiar

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia