WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: set/2019

E O NOSSO PARQUE DE EXPOSIÇÕES HEIN?

Soube que mesmo depois de extensas narrativas, promessas e re-promessas, o mesmo (Parque de Exposições), hoje é depósito de cadeiras de rodas e ônibus escolares não utilizados.

A requalificação virou obra de ficção politiqueira.

As vergonhas de nossa Ilhéus…

Equipe de revitalização na época.

 

A POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL INTERCEPTA MILHARES DE DÓLARES SAINDO DO BRASIL

Caminhão, que estava indo para Paraguai, em um golpe de sorte, foi interceptado pela PRF, numa blitz normal e depois de algumas perguntas para o motorista, como, para onde ia vazio; este se mostrou muito nervoso. Então bastou procurar e foram encontrados milhares de dólares.
Os gatunos já começaram a esconder suas fortunas roubadas.

Inventário é documento público?

O inventário é um processo no qual todos os bens e dívidas de uma pessoa que faleceu serão levantados, uma vez que há a necessidade de declarar para o Estado uma herança que deve ser transmitida a terceiros.

Obrigatoriamente, ele deve ser aberto dentro de 60 dias a contar da data de abertura da sucessão (momento da morte), sob pena de multa e outras complicações, como o impedimento do cônjuge sobrevivente de contrair matrimônio até que a partilha de bens seja concluída.

Esse processo é de especial interesse do Estado e da Fazenda Pública, portanto, caso chegue ao conhecimento do juiz que uma pessoa faleceu e seu inventário não foi aberto, o juiz pode determinar sua abertura.

Além disso, quando herdeiros, legatários, credores ou outras pessoas que possam ter interesse no inventário não são localizadas, elas podem ser citadas em edital para que compareçam em juízo.

No mais, as sentenças de inventário são publicadas, para que as pessoas e todos os interessados no assuntos tenham ciência acerca do que foi decidido.

Por todos esse motivos, o inventário é caracterizado como um processo público, bem como a sentença final acerca da partilha de bens.

Inclusive, mesmo que o inventário não seja feito pela via judicial, sendo realizado em cartório, os herdeiros devem assinar uma escritura pública, que é, por via de regra, um documento público.

https://www.vlvadvogados.com/

A POPULAÇÃO DE ILHÉUS JÁ DISSE ‘SIM’ AO PORTO SUL!

Mega passeata em 06/12/2013

SINUCA DE BICO – FIOL E PORTO SUL ===>>> 30/03/2019

O chamado Gueto do Atraso, que tanto presepou contra a Ferrovia e o Porto Sul, está todo inserido no Governo Municipal.

Como a Prefeitura de Ilhéus vai badalar esses empreendimentos?

Curioso em saber…

Como sair de uma sinuca de bico?

 

 

 

Em segundo dia de estágio, militares do Exército visitam obras da FIOL na Bahia

O Exército possui dois Batalhões Ferroviários de Engenharia com capacidade de operar no modal ferroviário. O grupo que está participando do estágio é ligado ao Departamento de Engenharia e Construção e ao Sistema de Obras de Cooperação do Exército.Ao longo desta quarta-feira (4) as atividades incluíram a visita a uma fábrica de dormentes, a execução de obra de arte corrente, observação de drenagem de plataforma e assentamento de dormentes com utilização de pórtico rolante sobre trilhos.O estágio tem por objetivo proporcionar uma atualização sobre as novas técnicas e métodos de planejamento e execução de obras ferroviárias, capacitando-os a atuarem como disseminadores do conhecimento entre os batalhões de engenharia, que trabalham na execução direta de obras de infraestrutura, em parcerias com outros órgãos da administração pública.

 

O PREFEITO MÁRIO ALEXANDRE É UM INGRATO.

Usa de dois pesos e duas medidas nas suas poucas ações.

Fez um tremendo arerê com a Escola de Piaçaveira, mas não foi capaz de agradecer e manter o Instituto Municipal de Educação, que lhe foi entregue requalificado e climatizado.

JÁ SERIA A SUTRAN UM CASO DE POLÍCIA?

 Já tem mas de meses q não paga a empresa
 Ela tomou todos os Palm q agente usava pra fazer a notificação já tem uns 4 massa q a empresa tomou tudo
Agente não pode notifica pq não temos Palm
 Diz q Gilson acertou outro convênio com o Detran mas não sei se é verdade pq quando virou autarquia o convênio foi encerrado
 Os agentes só tamos na rua de enfeite não pode multa guinchar nada
 Depois faz um comentário sobre aquele trevo q colocaram na entrada da litorânea do malhado q vem do malhado pro centro tem a faixa de ônibus e a de carro a de carro ela faz vc volta pra litorânea não pro centro vai ter muito acidente ali qd o verão chegar e tragédia anunciada
 O cara q fez aquilo e muito burro

O LIMITE DO RIDÍCULO – Laerte A. Ferraz, 31/08/2019, para Vida Destra

 

Até há bem pouco tempo, se alguém se declarasse de direita nas redes sociais, podia se preparar para ser insultado, achincalhado e enxovalhado. O mínimo que se podia esperar era receber os rótulos de retrógrado, reacionário ou de fascista; era um meio seguro de perder amigos virtuais. Se dissesse isso no mundo real, num restaurante ou até mesmo na Câmara dos Deputados, por exemplo, poderia ser acusado de racismo e homofobia, além de receber ameaças, podendo até ser cuspido, mesmo que legitimamente investido de cargo parlamentar. Exagero? Que nada! Aconteceu.

Por outro lado, dizer-se de esquerda era sinônimo de progressismo: era ser descolado. Funcionava como uma espécie de senha, de palavra de passe para acesso aos ambientes mais intelectualizados, mesmo para as pessoas incultas e limitadas que, apesar de o serem, eram recebidas com benevolência. Declarar-se de esquerda conquistava simpatias, abria portas e sorrisos nas reuniões da “esquerda caviar”, essa que se sempre se refestelou nas benesses e privilégios de cargos bem remunerados e favorecimentos à custa do Erário. Enfim, ser de esquerda era a certeza e a garantia de aceitação social.

No ambiente acadêmico, ser de esquerda era essencial para garantir boas avaliações; no mundo artístico nem se cogitava que alguém pudesse não ser adepto do socialismo; no funcionalismo público, fazer campanha e votar em partidos de esquerda era quase um dever de ofício. No jornalismo, ficava ainda melhor quando a declaração de posição política viesse acompanhada de citações pontuais de Gramsci e Noam Chomsky. É claro que para dar consistência e credibilidade às convicções ideológicas, era fundamental mostra-se apoiador da agenda feminista e da Escola de Frankfurt, especialmente em relação a temas como o aborto, à ideologia de gênero, o apoio aos movimentos LBGT, à escola crítica de Paulo Freire, liberação das drogas e aos movimentos ditos “sociais”.

:: LEIA MAIS »

O VENENO DA NOITE!

Dou muitas risadas com entrevistas de alguns políticos.

Parece até que ninguém lembra do seu passado.

Paciência…

PINGA FOGO EM  A TODA PODEROSA  DONA DO PEDAÇO

Hoje sai da toca, muito cedo, era madrugada ainda, tinha que dar o recado porque finalmente sai da floresta nacional. Com uma tabuleta nas mãos e sem destino, nesta terra onde o fogo pinga e me deparei com uma área derrubada, devastada e queimada.

Uma placa de 1936, chamuscada pelo fogo, informava que seu apelido era Praça Cairu. No meio dos destroços estava lá o Nêgo Véio, falastrão como sempre, definiu pra mim, aquela situação e nas palavras dele: “esta praça é a rainha da Inglaterra, a intocável, a poderosa e dona do pedaço. Nenhum, no seu juízo normal tenta ou se atreve a incomodá-la.

Aqui Pinga Fogo, tem um aterro sanitário que o governante chama carinhosamente de Feirinha da Guanabara, tem duas praças de fobicas, uma praça de mobiletes com motos sem boys, numa esquina sem dobradiça e um montão de mascate, que entre eles mesmos e o povão de Deus, se enganam no meio dos urubus. Ah! Seu Pinga Fogo, aqui o bicho corre solto com a pule na mão e um copo de mingau na outra.

Seu Pinga, se seu tempo de estreia for de 24 horas, vai assistir neste giratório daqui à pouquinho, os sindicalistas, a polícia militar, a Secretaria da Fazenda Estadual, com apitos, batuques, numa blitz organizada, que inferniza a vida dos que trabalham para sustentar este bando de gente fina.

Seu Pinga Fogo, hoje numa rádio da cidade, o chefe maior, nomeado de Fiscal do Governador da Bahia, repetiu sua promessa de 2016 – VOU ACABAR COM A FEIRINHA DA CAIRU. Seu projeto mixuruca já desbotou dentro de uma gaveta de um consultório médico, e a praça geme de dor.

E Nêgo Véio começa a tremer, prestes a dar uma caruara, só teve tempo pra jogar seu cachimbo fora, enquanto naquele momento munidos de paus e pedras, a tropa de elite do chefão governante, partiu pra cima do Pinga Fogo, e ali mesmo, deram a sentença final.

Na mesma placa de 1936, o Pinga Fogo, debochou com suas escritas com a seguinte frase: se o governo grandalhão, acha que o Tempo ainda é De Alegria é porque tem muita grama no bolso da praça.

Vou girar…

 Pinga Fogo.

Famosa Feirinha do Guanabara -Centro

Conselho sugere incluir parques nacionais no PND

Publicado em 03/09/2019 – 11:14

Por Agência Brasil  Brasília

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – Antonio Milena/Agência Brasil

Nesse sentido, o conselho levou em consideração, entre outros pontos, o fato das concessões gerarem ações que podem melhorar a qualidade do serviço oferecidos ao público visitante e criem condições para o apoio ao trabalho de conservação, proteção e gestão dos parques nacionais, conferindo “aos projetos de relevo o tratamento prioritário previsto na legislação”.

O conselho observou também que as concessões permitirão ampliar as oportunidades de investimento e criação de emprego, estimulando o crescimento da economia nacional e a consequente a ampliação e melhoria da infraestrutura de serviços voltados ao cidadão.

Edição: Aécio Amado

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia