Previsão é que sejam gerados 100 empregos diretos e 400 empregos indiretos

Foto: Carlos Prates / GOVBA

 

Redação VN  – 08/05/19 às 14h46
redacao@varelanoticias.com.br

A produção está estimada para começar dois anos após o licenciamento ambiental. A previsão é que sejam gerados 100 empregos diretos e 400 empregos indiretos. Inicialmente, será criada a espécie seriola rivoliana, conhecida como olho de boi. A produção inicial está estimada em 24 meses após a instalação do projeto (tempo necessário para que os peixes atinjam o peso de 2,2 quilos), atingindo a capacidade total em cinco anos.

“Acabamos de assinar um memorando de entendimento com um grupo americano que vai fazer um investimento em produção de peixe em alto mar, com uma tecnologia nova”, afirmou Rui ao lado de Memphis Holland, membro do Conselho da empresa, que afirmou estar impressionada com o compromisso que a Bahia tem com o meio-ambiente:

“Estamos bem impressionados com o compromisso que vocês tem com o meio ambiente. Compromisso com a infra-estrutura do estado. Estamos felizes em ser parte deste processo”.