Marão capoeirista, arma a roda pra ele dançar.

Bom de ginga e rasteira, aplicou várias em Pedinha.

Por último, tomou-lhe o apelido de inadimplente da palavra, titulo que Pedinha carregava com muito orgulho.

“Paranauê”