WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 13/ago/2019 . 16:18

Fórum discute inovação e sustentabilidade na mineração nesta quarta-feira (14)

 

Companhia Baiana de Pesquisa Mineral

As inovações, práticas sustentáveis e as tendências para o setor da mineração no Brasil e no mundo são tema do I Fórum Internacional de Inovação e Sustentabilidade na Mineração, promovido pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) e pelo jornal Correio*. O evento acontece nesta quarta-feira (14), a partir das 8h, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), em Salvador.

Entre os convidados e confirmados no evento estão: Alexandre Vidigal, secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME) e Victor Hugo Froner Bicca, diretor-geral da Agência Nacional de Mineração (ANM). Das empresas privadas, Eduardo Ledsham, presidente da BAMIN, Paulo Misk, presidente da Largo Resources no Brasil, além do diretor do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), entidade responsável pela mineração no Brasil, Rinaldo Mancin e do coordenador do Mining Hub, em Minas Gerais, Gustavo Roque.

Para Eduardo Ledsham, o evento é uma excelente oportunidade para que as empresas junto com poder público e sociedade discutam abertamente os temas que envolvem esta atividade que representa 4% do PIB nacional. “A mineração passa por um processo de reconstrução da credibilidade, após tragédias recentes que o país passou. Com transparência, incorporando novas práticas e novas tecnologias, sempre norteadas pelos princípios de sustentabilidade, transformaremos os recursos minerais em prosperidade e qualidade de vida para toda sociedade”, diz.

Entre os participantes internacionais, Orlando Jiménez, diretor da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization (CSIRO), vindo do Chile, apresenta as soluções utilizadas pela mineração lá. O fórum tem programação durante todo o dia, com três painéis temáticos. As inscrições para o I Fórum Internacional de Inovação e Sustentabilidade na Mineração são gratuitas e podem ser feitas através do site bit.ly/forumdemineracao.

SERVIÇO

O que: I Fórum Internacional de Inovação e Sustentabilidade na Mineração.

:: LEIA MAIS »

BOCA DE LACRAIA ESCUTA DIÁLOGO CABULOSO!

Escondida e descansando no seu coió preferido, ela, a peçonhenta, escutou um diálogo cabuloso.

Onde diziam que iriam diminuir em 30% o pagamento dos ‘prestadores’.

Sem entender direito, Boca de Lacraia pede ajuda, pois está com a saúde um pouco debilitada para investigar a fundo…

Projeto da Bamin viabiliza Fiol e Porto Sul

Eduardo Ledsham, presidente da Bamin (Foto: Divulgação)

 Entrevista: Eduardo Ledsham

Se a implantação da Bamin-Bahia Mineração fosse comparado a uma viagem, estaríamos naquele momento em que, ainda na estrada, já se vislumbra o destino final. A mina da empresa, em Caetité, está pronta. O Porto Sul, em Ilhéus, por onde serão escoadas 20 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, já possui todas as suas licenças. E o primeiro trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que vai ligar os dois pontos, está 80% concluída. O presidente da Bamin, Eduardo Ledsham, já projeta até o primeiro embarque, em agosto de 2023.

Quem é

Eduardo Ledsham   esteve à frente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), ligado ao Ministério de Minas e Energia, de agosto de 2016 a agosto de 2017. Entre 2012 a 2015 esteve como CEO da B&A Mineração. Foi também Diretor Global de Exploração e Desenvolvimento de Projetos Minerais e Diretor Global de Energia, Fertilizantes, Exploração, Desenvolvimento e Implantação de Projetos na Vale, onde atuou por 26 anos. É formado em Geologia pela  Universidade Federal de Minas Gerais.

Qual é a situação do projeto da Bamin em Caetité?

A Bamin investiu nos últimos nove anos e alcançou um projeto que está pronto para ser  implementado. Nós temos todas as licenças necessárias para a operação, tanto da mina, quanto do Porto Sul. O nosso caminho crítico sempre foi esperar a Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), que já está se tornando uma realidade. O governo federal espera colocar em leilão no primeiro semestre de 2020.  Nossa expectativa é realizar o primeiro embarque em agosto de 2023.

A produção comercial da Bamin é suficiente para viabilizar esses dois projetos de infraestrutura? :: LEIA MAIS »

PESCANDO NO ARUBUMBA DO R2CPRESS! ===>>> 06/12/2017

Coletiva no Palácio Paranaguá : “SEGURANÇA PÚBLICA MUNICIPAL”

Estava na janela quando Guy apontou na esquina da rua do Café no maior pique. Curioso,

Eu, pelado, para a cirurgia que não aconteceu

esperei ele chegar ‘de baixo’ da janela e mandei: pra onde vai nesse pique todo? No que ele respondeu: coletiva agora no palácio Paranaguá. Perguntei: teve convite? E ele: não, me ligaram agora e eu já estou atrasado. Pronto. Foi o suficiente para imaginar milhões de coisas prestes a serem colocadas à disposição dos nossos colegas. Fiquei aqui me roendo de curiosidade porque não fui convidado, me senti excluído, relegado ao último plano do seleto grupo de comunicadores mas, segurei a minha onda porque mais cedo ou mais tarde eu ficaria sabendo das coisas relacionadas com essa coletiva em, digamos assim, edição extraordinária. Para ser urgentíssima, “a toque de caixa”, a ‘agunia’ aumentou mais ainda porque não estaria lá, no olho do furacão para tomar conhecimento desse furdunço todo. Segurança Pública Municipal, assunto quente, assunto para, pelo menos, 3 dias seguidos de postagens …

Fiquei imaginando como seria debater um assunto desses, tão palpitante, em função desse movimento grevista que já está ganhando o País… Fiquei idealizando Newton tenso, cercado de autoridades, Barreto com aquele colete da SWAT e em cada bolso uma arma, gás de pimenta, arma de choque, caneta que dispara bala 22, Nazal suando, Bahia pensando na próxima (…), Pedro da guarda se de frente parecendo uma garrafa de Passport se de lado General Berilo nos 7 de setembros passados, todos os olhares cravados na mesa, o pessoal da força nacional com um mapa maior do que a cidade perguntando onde é o BB suco que tem abatimento/desconto para militares, onde é o ponto do ônibus do paredão, enfim, uma loucura naquele ambiente que tem sido palco de grandes decisões e eu torcendo para Maurício Maron ter levado o seu ‘tablete’ (que é mais avançado do que aquele que ainda vai ser lançado e com o triplo de recursos) por que ele mandaria uma tripla EXCLUSIVA e eu ia acompanhando em tempo Real, Santander, Bradesco, Hsbc e etc, Jamerson já catalogando as coisas, ouvidos atentos nos arredores, enfim, do jeito que qualquer coletiva, em clima de guerra, exige. Tentei ligar pra Vila mas deu caixa. Ele tem uma premonição da zorra. O sempre simpático Vila, com larga experiência, diz o que vai acontecer antes de acontecer. O pessoal do gabinete fica invocado com isso… e nada de notícias de lá.

Esse panavueiro todo acontecendo na minha cabeça, os minutos ‘vuando’ e nada de chegar notícias de lá. Já estava pra falar com Álvaro pra ele deixar uma ambulância aqui na porta porque meu coração poderia não agüentar. Nisso eu lembrei novamente da Força e da situação emergencial e a associação foi imediata: é preciso unir forças para vencer, com segurança, todas as ameaças e, fatos outros serem coibidos. Por ser EMERGENCIAL cabe contratações sem licitações, via Bahia, mas nesse caso seria sem Bahia e sim com Juraci. Ora, a força precisará de guias para, por exemplo: tiroteio no Rombudo, Jamaica, Coréia, Vidigal, Amparo e Legião. Achar essas localidades no mapa não é tarefa fácil e ai entraria, de maneira terceirizada, a GUARDA NOTURNA DE JURACI porque os cabras são bons, não dormem um segundo e são acesos. Algo do tipo: atenção força! Dois moradores de rua estenderam papelão e vão dormir na porta da loja tal. Câmbio! Aguardo instruções. Atenção força! Aqui em Julio Bagana o pau da ‘cumeno’. Subiram pela Tapera e estão descendo pelo fundo do terreiro de Pai Tonho. Câmbio!!!!! Força! Bala pra todo lado aqui nas Malvinas. Os que atiraram estão nas imediações de Jatium na primeira sentada do Basílio… corre que ocês pega. Os do Malhado, via rádio, mandariam: passaram agora pelo fundo de tia Edinha em direção a rua do sossego. Se vocês forem pela frente vão pegar eles perto de “foem mecânico” :: LEIA MAIS »

Pontes diz que governo vai aperfeiçoar Inpe

Ministro diz que ações vão ajudar o governo a reduzir o desmatamento

Publicado em 12/08/2019 – 22:01

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil  Florianópolis *

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, disse na noite de hoje (12), em Florianópolis, que o governo vai trabalhar para o aperfeiçoamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

“Toda essa conversa acabou resultando em um novo produto. O que nós vamos fazer, junto com o Ministério do Meio Ambiente, é trabalhar para o aperfeiçoamento, tanto para a captura de imagens, ampliando o número de satélites, quanto para o tratamento dessas imagens, junto com o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], para que a entrega seja feita na forma e na velocidade que o Ibama precisa para atuar”, disse.

Segundo o ministro, essas ações vão ajudar o governo a reduzir o desmatamento. “No final de tudo isso, o objetivo é reduzir o desmatamento, ajudando o governo a reduzir o desmatamento para que o Ibama possa cumprir sua função. Não vamos discutir só os números. Temos que discutir as ações para a frente”, disse a jornalistas, após discursar no Innovation Summit, na capital catarinense.

Abertura do evento

O ministro participou nesta segunda-feira da cerimônia de abertura do Innovation Summit, que começou hoje e termina na quarta-feira (14). Segundo o ministro, o evento, do qual o ministério participa, é importante “não só para o desenvolvimento e compartilhamento de ideias, mas também para cada um daqueles que sonham em ter sua empresa, observar onde pode conseguir financiamento, quais as ferramentas que existem para ajudar e qual a legislação que existe e vem aí para a frente”. O Innovation Summit, disse, é importante também para o país, como um todo, poder utilizar ideias daqui como exemplos para o desenvolvimento de outras regiões.

Pontes disse que, até o final deste ano, o governo pretende bater a meta de 10 mil pontos de internet banda larga por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC). Desde janeiro, o ministério, em parceria com a Telebras, fez a instalação de conexão em 8 mil pontos. 

“Até o final do ano, a gente pretendia chegar a 10 mil [pontos], mas acho que vamos passar essa meta, pelo que estou vendo. O que é muito bom”.  O ministro disse que há negociação com outros ministérios para a ampliação do número de pontos instalados. Ele citou negociações com os ministérios da Cidadania, da Justiça e da Saúde.

“Tenho muito carinho a esse respeito porque quando você vai no meio da Amazônia ou em lugares distantes, nas zonas rurais, as pessoas podem morrer porque é difícil o transporte e o acesso. Mas se tiver um exame antecipado, você pode salvar a vida dessas pessoas. O meu objetivo, por meio desses sistemas, é interligar esses lugares com internet rápida, de forma que você tenha equipes do Ministério da Saúde que possam trabalhar com equipamentos cedidos também pelo ministério, fazer exames e determinar com antecedência necessária para salvar essas vidas”.

* A repórter viajou a convite da organização do evento Innovation Summit

Edição: Fábio Massalli

Governo promove leilão de três áreas portuárias nesta terça-feira

Serão leiloados dois terminais no Porto de Santos e um no de Paranaguá

Publicado em 13/08/2019 – 06:05

Por Agência Brasil  Brasília

O Ministério da Infraestrutura e o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal promovem nesta terça-feira (13) o leilão de três áreas portuárias. No Porto de Santos (SP), serão leiloados dois terminais, um de 38.398m², destinado à movimentação de líquidos, como produtos químicos, etanol e derivados de petróleo, e outro de 29.278,04 m², para movimentação de sal e fertilizantes. 

Do Porto de Paranaguá (PR) estará à venda um terminal para a movimentação de carga geral, que, após investimentos, poderá atingir a capacidade de movimentar 1,25 milhões de toneladas por ano. A área atenderá demanda de exportação de fábrica de celulose localizada em Ortigueira, também no Paraná. 

São Paulo – Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realiza leilão para a construção, operação e manutenção de 4.919km de linhas de transmissão, na Bolsa de Valores B3 (Rovena Rosa/Agência Brasil)

B3- São Paulo – Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil

Segundo a Secretaria Especial do PPI, vinculada à Casa Civil da Presidência da República, são estimados investimentos de R$ 420 milhões nos três empreendimentos. O leilão ocorrerá em São Paulo na B3, antiga Bovespa, a partir das 10h. 

Os editais dos leilões foram publicados em abril no Diário Oficial da União pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

Saiba mais

Edição: Aline Leal

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia