WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 27/jun/2019 . 22:39

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE ILHÉUS – EDIÇÃO 146

  • 27/Junho/2019

    Diário Oficial

    Clique no link abaixo

    Data: 27/06/2019Hora: 21:19

    Decreto n. 059/2019 do Município de Ilhéus/BA: Concede a FABIO VILAS BOAS, Médico Cardiologista e atual Secretario de Saúde do Estado da Bahia, a Comenda do Mérito de São Jorge dos Ilhéus

    Portaria(s) s/n de designação de função gratificada a servidor(es) do Município de Ilhéus/BA

    Atas de Registro de Preço s/n – Pregão Eletrônico n. 002/2019 – SRP do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Despacho nos autos do Processo Administrativo n. 09647/2019 Chamamento Público n. 001/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Errata ao extrato publicado no dia 26 de junho de 2019 – Diário Oficial Eletrônico – Edição n. 145, Caderno I

    Extrato ao Contrato n° 089/2019 – Pregão Eletrônico n° 005/2018 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 094/2019 – Pregão Eletrônico n° 002/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 097/2019 – Pregão Eletrônico n° 002/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 098/2019 – Pregão Eletrônico n° 002/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 103/2019 – Pregão Eletrônico n° 006/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 107/2019 – Pregão Presencial n° 024/2018 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 111/2019 – Inexigibilidade de Licitação n° 024/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 113/2019 – Inexigibilidade de Licitação n° 019/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 117/2019 – Inexigibilidade de Licitação n° 020/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 118/2019 – Inexigibilidade de Licitação n° 023/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato ao Contrato n° 119/2019 – Inexigibilidade de Licitação n° 018/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato de Renovação ao Contrato n° 097/2017 do Município de Ilhéus/BA

    Extrato do Contrato nº 066/2019-S do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Ratificação, Homologação e Adjudicação da inexigibilidade de licitação nº 028/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Ratificação, Homologação e Adjudicação da inexigibilidade de licitação nº 029/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Ratificação, Homologação e Adjudicação da inexigibilidade de licitação nº 030/2019 do Município de Ilhéus/BA

    Resultado do Pregão Eletrônico n. 002/2019 do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Resultado do Pregão Eletrônico n. 006/2019 do Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus/BA

    Tamanho: 0.61MB

    Visualizar arquivo

SESC INAUGURA CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO PARA ATENDER AOS TRABALHADORES DO COMÉRCIO DE ILHÉUS

Consultório Sesc Ilhéus

Com o objetivo de atender aos trabalhadores do Comércio e seus dependentes, o Sesc Bahia inaugura no próximo dia 3 de julho, às 9h, o Consultório Odontológico de Ilhéus, que funcionará na Central de Abastecimento do Malhado (Rua Lindolfo Collor, 1º andar). Em parceria com o Sindicato do Comércio Varejista dos Feirantes e Vendedores Ambulantes, o Consultório, cujo atendimento será realizado de 2ª a sexta-feira, das 8h às 17h, dispõe de 01 equipo moderno e pessoal qualificado para ações destinadas à promoção, proteção e recuperação da saúde bucal, além de ações educativas sobre bons hábitos de higiene e prevenção de doenças.

Estarão presentes na solenidade os representantes do Sesc – o presidente do Conselho Regional, Carlos de Souza Andrade, o diretor Regional, José Carlos Boulhosa Baqueiro, e demais funcionários; os representantes do Sindicato do Comércio Varejista dos Feirantes e Vendedores Ambulantes e da Prefeitura de Ilhéus, além de outros segmentos do Comércio e da sociedade.

Saúde no Sesc

Atividades que buscam contribuir para a melhoria da qualidade de vida, por meio da promoção, prevenção e recuperação da saúde do indivíduo e da coletividade, considerando o princípio da integralidade e os fatores determinantes do processo saúde- doença-cuidado.

Para ações de Saúde Bucal, o Sesc Bahia dispõe agora de 8 clínicas, com 27 consultórios, nos municípios de Barreiras, Feira de Santana, Ilhéus, Jequié, Porto Seguro, Salvador, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista; e 2 unidades móveis, com 4 equipos cada, para atender aos demais municípios do Estado.

Em 2018, as unidades fixas e móveis realizaram mais de 95 mil consultas odontológicas. Para este exercício estão previstas mais de 105 mil consultas. Com a inauguração dos Centros de Atividades de Alagoinhas e Jacobina no primeiro semestre de 2020, serão mais 2 clínicas, com dois consultórios cada, para ampliar os atendimentos em saúde bucal no Regional.

Informações à imprensa

Assessoria de Comunicação Institucional / Sesc Bahia

 (71) 3273 8709 / 3271 3689

Manutenção Predial da Santa Casa avança nas ações para se adequar aos requisitos da ONA

Equipe de manutenção da Santa Casa de Itabuna.

O setor de manutenção predial e infraestrutura da Santa Casa de Itabuna tem buscado se adequar aos padrões requiridos para a acreditação hospitalar através da Organização Nacional de Acreditação (ONA).

De acordo com Jeneci Oliveira, gestor de manutenção predial e infraestrutura da Santa Casa, o setor está no momento atual organizando a parte de protocolos e documentação pertinentes à ONA, realizando as manutenções corretivas, implementando as normas técnicas, atualizando as manutenções preventivas, remodelando e requalificando o setor, ajudando no processo de acreditação, otimizando os recursos e realizando os projetos para todas a áreas envolvidas no processo.

Considerado como um dos setores primordiais para a preservação das instalações físicas dentro da instituição, a manutenção é um serviço que não é tão visto, mas que é essencial para toda a instituição. “Todas as áreas que necessitam de alterações em suas infraestruturas para se adequarem à acreditação solicitam os serviços de manutenção, seja para fazer a análise e o levantamento do que necessitará, seja para solicitar projetos e orçamentos”, diz.

No momento, o foco do trabalho no setor atualmente está nas questões vitais da instituição, como água, usinas de oxigênio, geradores de energia, ar-condicionado, sistema de vácuo, entre outros. “Estamos investindo na troca dos aparelhos antigos de ar condicionado por aparelhos modernos, do tipo split de 18.000 BTUS, dos pavilhões Corbiniano Freire e Carlos Maron, que aos poucos, estão sendo substituídos, garantindo um maior conforto térmico aos nossos clientes”, destaca.

Vale destacar que o setor de manutenção da Santa Casa atende a uma grande demanda que envolve ações preventivas e execução de alguns serviços corretivos, que chega a média de 420 chamadas por mês. “Nosso setor executa desde os serviços mais simples, como a troca de uma lâmpada, até os mais complexo, como manter a geração própria de oxigênio e os demais itens que compõem a infraestrutura predial da instituição”, cita.

Pelo levantamento feito sobre as atividades do setor e avaliação do serviço, Jeneci comenta que o índice de atendimento de solicitações já esteve em torno de 25% e pelas normas do setor e de acordo com as literaturas de manutenção, o ideal é que as demandas sejam atendidas em torno de 65%. “No início de nossa gestão, por diversos motivos, os números não eram favoráveis, mas com o apoio da instituição e a implementação de novas rotinas já superamos esse número e hoje estamos com cerca de 80% de atendimento, buscando diariamente atender às necessidades da instituição”, destaca.

Esse é um dos passos que a nossa instituição vem dando em busca da acreditação hospitalar e atingir a excelência e a qualidade no atendimento.

Em artigo, André Gustavo Stumph compara várias épocas da China

Transitando entre o capitalismo e o comunismo, a China é um espanto


AG André Gustavo Stumph*

postado em 26/06/2019 16:11

A China vive o dilema de estar entre o capitalismo e o comunismo
(foto: AFP/ Nicolas Asfouri)

Conheci Pequim no mês passado. Fiquei lá por duas semanas. Com mais de 20 milhões de habitantes, para onde se olha a paisagem, é impressionante. Prédios enormes, de estilos variados, avenidas largas, trânsito ao mesmo tempo caótico e organizado, segurança absoluta, um guarda em cada esquina, cidade limpa, arborizada, cheia de canteiros, inclusive de rosas. Não há mendigos, pedintes ou coisa parecida. Transportes pessoal e coletivo impecáveis. Metrô, ônibus elétricos, articulados, além de Ferrari, Tesla, Rolls Royce e tudo que há de melhor no mundo passeia pela cidade. As pessoas são vestidas normalmente. Simpáticas, alimentadas. Vida noturna, do pouco que conheci, rivaliza com qualquer cidade do Ocidente. Enfim, a China com seu capitalismo comunista é um espanto.

Impossível não se lembrar do ocorrido há 45 anos. Na qualidade de repórter, assisti, em Brasília, à solenidade de restabelecimento de relações diplomáticas entre Brasil e China, em 1974. O ministro de Relações Exteriores era Azeredo da Silveira, o Silveirinha, seu assessor de imprensa era Luís Felipe Lampreia, os dois já falecidos. Naquela época, o produto interno do Brasil tinha valor superior ao da China. Hoje, não há comparação. Os chineses já são a segunda economia do mundo, na frente de Alemanha e Japão. Devem alcançar o primeiro lugar dentro de no máximo 20 anos, para desespero dos norte-americanos. O Brasil parou.

Antes de viajar, li o espetacular trabalho de Henry Kissinger, Sobre a China, editora Objetiva. Quem quiser estudar o Império do Meio deve começar por brilhante estudo sobre a personalidade do chinês, a maneira de agir e dos objetivos de seu governo. O país possui o maior exército do mundo (2,5 milhões de soldados), mas não é beligerante. Gosta de projetar seu poder. E, nos últimos 20 séculos, em apenas dois deixou de figurar como a maior economia do planeta. Precisamente nos séculos 19 e 20, quando se abriu para os estrangeiros. Obra interessante também é O homem que amava a China, de Simon Winchester, Companhia das Letras, que trata da fantástica história de Joseph Needham, excêntrico cientista inglês que desvendou os mistérios do Oriente. Produziu obra notável, de sete volumes, Ciência e civilização na China, publicada por Cambridge University Press.

Tanto Kissinger quanto Needham insistem em que tudo o que se chamou de moderno depois do fim da Idade Média no Ocidente já existia na China há séculos. O ábaco, uma máquina de calcular, é coisa de 2 mil anos atrás. Pólvora, bússola, instrumentos de navegação são conhecidos naquelas bandas há muito tempo. Aliás, os chineses iniciaram as grandes navegações. No século 15, chegaram à África. Alguns historiadores sustentam que eles alcançaram a costa oeste do atual Estados Unidos. Projetar um futuro radioso é a tarefa do presidente da China, o poderoso Xi Jinping. Ele estima que, até 2040, não haverá um chinês pobre. É por essa razão que eles lançaram um programa chamado Belt and Road — cuja melhor tradução seria a nova rota da seda.

O projeto é investir pesadamente em obras de infraestrutura, portos, ferrovias e rodovias, para alavancar monumental corrente de comércio cujo epicentro venha a ser a China. Ou seja, ligar a Europa à Ásia. E o resto do mundo, por gravidade. O Brasil entra nessa operação como fornecedor de alimentos e matéria-prima. E também como importador. A China tem 21% da população mundial. Sua receita é crescer sempre, sem perturbação social. Seria perder tempo. É fundamental criar empregos e lutar contra a poluição (em Pequim, as pessoas usam máscaras). O regime político é de partido único, que implica jornal único e pensamento único. Tudo isso, passado, presente e futuro, fazem da China o grande enigma dos nossos tempos. Aqui, nesta desolada esquina do mundo, nos resta observar de muito longe (são 23 horas de voo) o fenômeno.

* Jornalista 

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
junho 2019
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia