WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: abr/2019

COM UMA INTERNET ATIVA, NADA FICA NAS SOMBRAS POR MUITO TEMPO.

Agora, vai ter que aparecer, todo o processo de análise contas de 2017, incluindo o parecer pela aprovação das mesmas, apesar de 02 (duas) auditorias apontarem várias inconformidades no gasto de recursos públicos.

Tal parecer, necessita ser publicizado, para que a população em geral, tenha acesso.

CAPs vivos nos novos tempos dos portos do Brasil

Se há males que vêm para o bem, isto pode ser dito do Decreto nº 9.759, de 11 de abril último, extinguindo todos os Conselhos com composições e competências não definidas em lei. Assim, ameaça também aniquilar os Conselhos de Autoridade Portuária (CAP), que há muito precisam ser aprimorados. São o “parlamento” das políticas dos portos e tem um papel representativo e democrático essencial para potencializar as mudanças incessantes, mandatórias e inerentes à atividade portuária. Por tudo isso, o CAP deve permanecer: mas vivo, promovendo a racionalização e fomentando a produtividade nos seus portos.

Caps Dad

Leia mais :: LEIA MAIS »

O TURISMO (SIC) DE ILHÉUS, TAMBÉM NAS MÃOS DE FORASTEIROS.

Agora a coisa vai, não sei pra onde, mas vai…

Vocês conhecem?

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre recebeu na tarde desta sexta-feira (26), a recém empossada diretoria da Associação de Turismo de Ilhéus (ATIL), em seu gabinete no bairro da Conquista. A razão do encontrou, segundo Atila Eiras, novo presidente, é estreitar as relações com o poder executivo municipal. Entre os assuntos tratados, os avanços do Projeto Estrada do Chocolate, que envolve iniciativas dos governos municipal, estadual e associação.

Muito positiva, inicia o diretor da Atil, Josias Miguel. “Na próxima terça-feira, estaremos em Salvador para uma reunião com o secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco. Por isso, resolvemos nos reunir antes com o prefeito Mário, para levarmos à capital as medidas acordadas aqui”, acrescentou. Durante apresentação, a ATIL voltou a falar da necessidade de transformar a Estrada do Chocolate em um destino turístico rural.

O QUE FALTA ACONTECER EM ILHÉUS.

A administração da cidade caminha a passos largos para um ‘nó cego’!

Quem vai desatar esse nó cego???

UM PROBLEMA RECORRENTE EM ILHÉUS.

Caminhões com qualquer altura, trafegam no centro da cidade, derrubando e quebrando fios e cabos de telefonia e de internet.

Por enquanto  o prejuízo é da população, sem risco de mortes.

Quando derrubarem fios de alta tensão e morrerem pessoas, a quem vamos culpar?

POLÍTICA ESQUERDOPATA ENVIESADA

Cheirando pra sobreviver…

Mourão é o novo xodó da esquerda festiva.

Só porque ele é General e o Presidente é Capitão.

Síndrome de vira-latas.

RÉQUIEM PARA A INANIÇÃO DA CEPLAC.

Tive orgulho em trabalhar 11 anos nessa instituição. Tudo funcionava bem.

Deixei-a em 1985, e não faziam mais concursos há um bom tempo.

Em várias visitas posteriores, fui notando o esvaziamento da mesma no seu patrimônio mais importante, os funcionários. 

Corredores vazios, laboratórios e áreas administrativas também.

Dos funcionários restantes, mais de 50%  contam com tempo de aposentadoria, segundo informações já vão faze-la.

O que vai ser da CEPLAC?

Deixo a pergunta no ar…

A CEPLAC e sua lágrima….

EMPRESA É FLAGRADA EXTRAINDO ILEGALMENTE MINERAIS NO SUL DA BAHIA

Auditores Fiscais do Trabalho participaram de ação fiscal na manhã desta quarta-feira (24/04/19) que resultou em interdição das atividades e apreensão de explosivos de mineradora no extremo sul da Bahia. A atividade de mineração era exercida na zona rural do município de Itapebi/BA, a seiscentos quilômetros de Salvador, por empresa cujo sócio possui endereço no município de Taiobeiras em Minas Gerais.

A ação foi realizada pela Agência Nacional de Mineração, Auditoria Fiscal do Trabalho, Exército Brasileiro, Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

No local, havia treze trabalhadores laborando sem registro na CTPS, ausência de exames de saúde admissionais e sem a observação das medidas de segurança e saúde de trabalho. Estes trabalhadores, apesar de operarem com explosivos, não receberam qualquer treinamento, manuseando-os de forma insegura e em desacordo com as normas técnicas vigentes, ensejando o risco de explosões acidentais. As atividades com explosivo eram realizadas de forma precária, sem observância das normas técnicas, com o acionamento do explosivo antes mesmo do trabalhador sair da zona de perigo, o que poderia ocasionar acidentes com resultados fatais. Além do risco de acidentes, havia também a exposição dos trabalhadores a sílica.

 A Auditora Fiscal do Trabalho Liane Durão alerta que a “as operações com explosivos configuravam risco grave e iminente de acidentes, em virtude da inexistência de procedimentos operacionais que garantissem a segurança dos trabalhadores quando da detonação. Vale lembrar que neste ano já ocorreram na Bahia acidentes com explosivos na mineração com morte de trabalhadores”. Ainda segundo a Auditora, as atividades de extração foram interditadas pela equipe de fiscalização do trabalho e serão lavrados autos de infração por todas as irregularidades trabalhistas constatadas.

A empresa extraía rochas de quartzo com finalidade de comercialização para o mercado externo. Segundo a ANM, a empresa não detinha autorização para a extração mineral para fins comerciais, apenas para a pesquisa. Esta situação configura crime de usurpação mineral.

O responsável legal da empresa não estava presente no local. Pelas autoridades policiais, serão feitos os encaminhamentos necessários a responsabilização dos infratores pelos delitos constatados.

Corregedoria Nacional do Ministério Público realiza visita preparatória para correição na Bahia

22/04/2019 – 19:33

Redator:
Aline D’Eça (MTBBA 2594)

Uma equipe da Corregedoria Nacional do Ministério Público realizou nesta segunda-feira, dia 22, uma visita preparatória para a correição ordinária que ocorrerá de 8 a 12 de julho na Bahia. O objetivo da visita foi colher informações dos quatro ramos do Ministério Público (Estadual, Federal, do Trabalho e Militar) no estado e apresentar o plano de execução das atividades e a logística necessária de realização da correição.

Foto 1

A visita preparatória foi realizada na sede do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) pelo chefe de gabinete da Corregedoria Nacional, Rinaldo Reis, acompanhado do coordenador e do subcoordenador de Correições e Inspeções, respectivamente Cesar Kluge e Fabiano Rocha Pelloso, além do assessor Eduardo Futemma Ushikoshi e da servidora da Corregedoria Nacional Yasmin Leal. Eles se reuniram com os chefes do MP-BA, a procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado, do MPF-BA, o procurador da República Fábio Loula, do MPT-BA, o procurador do Trabalho Luís Carneiro Filho, e do MPM-BA, o procurador de Justiça Militar Alexandre Saraiva.

Foto 2

“Vamos começar a conversar sobre a logística e sobre o que é a correição, que acontecerá em julho na Bahia”, explicou Rinaldo Reis, na abertura da reunião, sobre a visita preparatória à Bahia. Os aspectos procedimentais e a forma como será desenvolvido o processo correcional no estado foram apresentados por Cesar Kluge. “Nossa postura é de diálogo e cordialidade, não de enfrentamento”, esclareceu ele.  “A correição é uma forma de nos ajudar, pois ela é orientadora da forma como devemos proceder para melhor atender à sociedade”, complementou Ediene Lousado.

Foto 3

Também participaram da reunião o procurador regional da República, Maurício Ribeiro e os integrantes do MP-BA: o corregedor-geral Zuval Ferreira, a subcorregedora-geral Márcia Guedes; o chefe de Gabinete Marcelo Guedes; o secretário-geral Paulo Gomes; a secretária-geral Adjunta Marilene Mota; o coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) José Renato Oliva; a secretária-geral da Corregedoria Joana Philigret, além de promotores corregedores.

Na correição ordinária, que acontecerá em julho, uma equipe composta por membros e servidores do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) fará a verificação do funcionamento dos serviços prestados na Bahia pelo Ministério Público do Estado e pelo Ministério Público da União (MPF, MPT e MPM).

Foto 4

 

Fotos: Rodrigo Tagliaro/Rodtag/MPBA

Cecom/MP – Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502

CADÊ A MUDANÇA DA FEIRINHA DO GUANABARA?

Foi anunciada há 2 anos, maquete virtual foi publicada. 

A empresa vencedora para executar as obras é a construtora LOG Engenharia.

E até agora nada?

Nova feirinha.

Startups para driblar gargalos do transporte de carga no País

O PIB (Produto Interno Bruto) do setor de transporte e armazenagem cresceu 2,2% em 2018, chegando a R$ 256,08 bilhões. O índice é o dobro do crescimento do PIB total da economia, que avançou 1,1% no ano passado, atingindo R$ 6,83 trilhões, segundo dados do Boletim Economia em Foco, divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). As deficiências do setor começam a ser supridas por modelos com base tecnológica, startups que oferecem soluções para lidar com problemas que envolvem desde altos custos, armazenagem, até falta de transparência no processo de entregas.

transporte de cargas 640x427

Apesar do movimento de inovação ser grande, os gargalos da logística ainda geram perdas no setor, devido à problemas como a infraestrutura rodoviária, segurança, alta taxa de tributação, falta de cuidados durante o transporte, dificuldade de transportar produtos com medidas maiores que as padrões e até, a sazonalidade das próprias empresas, que gera complicações corriqueiras como o atraso das entregas. Nesse cenário, esferas com falhas usuais na logística recebem novas iniciativas, que modernizam os modelos antigos, geram mais qualidade à todas às etapas do processo de entrega e impulsionam o setor à necessária adaptação à era tecnológica.

A Movetogo – plataforma de serviços de coleta e entrega – é uma das empresas que está contribuindo para essa mudança no setor. A empresa atua em 88 cidades brasileiras e também de São Paulo e Grande São Paulo para São Paulo e Grande São Paulo que vem para ser uma opção para quem precisa contratar um transporte com segurança substituindo o tradicional “carreto”. Conta com uma proposta diferenciada de entrega de produtos com medidas e pesos não convencionais, além de contar com um modelo de contratação totalmente online, com processo de acompanhamento da entrega em tempo real, além de pesagem e aferição das medidas do produto no local da retirada. “Investimos em tecnologia e outras soluções, com o objetivo de tornar a entrega mais transparente e reduzir as despesas dos contratantes”, conta Cláudio Alvadjian, CEO e founder da empresa.

O presidente Movetogo esclarece que para uma boa gestão de logística na era tecnológica, é necessário que as empresas realizem um planejamento direcionado à otimização do processo de entrega e cumpram os prazos do consumidor milleniun. “Em nosso modelo de negócio, todas as informações são abertas ao cliente, e na própria plataforma é possível acompanhar o valor e o prazo de entrega em tempo real e escolher o período de coleta manhã ou à tarde em São Paulo e Grande São Paulo, com o intuito de não gerar uma experiência negativa para ao consumidor”, diz Alvadjian.

As expectativas para o setor logístico em 2019 são positivas, pois as projeções para a expansão do PIB são de 2,5%, segundo os dados da CNT. De acordo com o presidente da Movetogo, entender a relevância da tecnologia na gestão dos procedimentos é vital para a sobrevivência de empresas que mantêm o modelo logístico comum. “Ficar atento às movimentações no segmento, como o crescimento dos marketplaces, e desenvolver soluções específicas para as necessidades dele é essencial”, comenta Alvadjian. Para se ter ideia da dimensão desse mercado, somente neste ano, o Mercado Livre anunciou um investimento de R$ 3 bilhões dedicados às suas operações no Brasil, a fim de incrementar a área logística e acelerar a velocidade de entregas das mercadorias.

A Movetogo presta serviços tanto para o consumidor final, quanto para empresas. Segundo Alvadjian, com o crescimento do mercado de marketplaces como OLX e Mercado Livre, a expectativa é que nos próximos 12 meses, o volume de entregas para pessoas físicas represente 22% das contratações da startup. Já os serviços para pessoas jurídicas devem alcançar 38% das solicitações na plataforma. A empresa também investe na segurança dos produtos transportados, a fim de assegurar as mercadorias em até R$ 35 mil por nota fiscal, pela Porto Seguro.

Jabes Ribeiro diz que PP não disputa comando do Detran: ‘Assunto não existe no partido’

Terça, 23 de Abril de 2019 – 20:45

por Lucas Arraz Fonte: Bahia Notícias

Jabes Ribeiro diz que PP não disputa comando do Detran: 'Assunto não existe no partido'

Foto: Divulgação / Detran-BA

Secretário-geral do PP, Jabes Ribeiro afastou a possibilidade do seu partido disputar o comando do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) com o Podemos. A informação foi revelada por matéria do Bahia Notícias publicada nesta terça-feira (23) (veja aqui). 

O PP até tentou ampliar o espaço ocupado na gestão de Rui Costa durante a montagem dos dois primeiros escalões petista, mas não foi atendido. Passado esse período, segundo Jabes, o partido não disputa mais nenhum cargo. 

“Achávamos que podíamos ampliar o espaço no governo ao dobramos a nossa bancada na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), mas não foi possível e não estamos disputando mais nada”, comentou o secretário-geral. 

Jabes citou que o PP esteve com o governador, fez suas reivindicações, mas não foi atendido. O partido defendia que, após ampliar a bancada de 5 para 10 deputados nesta legislatura, merecia mais espaço. 

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
abril 2019
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia