Luiz Henrique Uaquim – Foto: Google

O PT e suas metástases (PCdoB, PSOL e PSB), não obstante terem destruído o país em seus valores morais, sociais e econômicos, lutam pela destruição do que restou na Bahia. Hoje, reprometem as mesmas obras de 12 anos atrás: ponte Itaparica x Salvador, ZPE, BR 415 e Porto Sul. Obras que iriam levantar o caixa petralha. Aliás, só na Fonte Nova, o Sérgio Cabral baiano pode ter levado R$82 milhões. Na Bahia, já quebraram tudo: Centro de Convenções, EBDA, Cesta do Povo, Bahiatursa, Saúde Pública, Educação, o maior Pólo Petroquímico da América Latina, etc. Temos altos índices de criminalidade, o pior IDH do País, e agora vimos o fechamento da inspetoria regional da SEFAZ em Ilhéus. O “hospital” Costa do Cacau não paga ao corpo clínico, e muito menos compra remédios; não funciona o ambulatório nem a emergência, isso desde o fim das eleições de outubro. No mínimo, alguém teria que responder para onde foram os 5,3 milhões mensais, pagos a gestora GERIR. Entrementes, a petezada já promoveu um novo contrato de 5 anos por mais de R$7 milhões, para uma nova gestora do mesmo hospital.
A petezada nefasta, que só conhece o lado do quanto pior melhor, já começa a comer o próprio rabo, criticando a si mesma, sem perceber que está no poder há mais de 12 anos. Está a revelar a sua verdadeira origem: a vagabundagem.
A Bahia precisa da sua Lava-Jato com urgência, porque já tem os seus Cunhas e os seus Cabrais.
Estas são as nossas convicções
LUaquim