O presidiário e ex-Presidente do Brasil, Luis Inácio LULA da Silva, deixou que seu nome fosse usado durante o 1º turno para tentar, como conseguiu, levar a eleição para o 2º turno.

Agora proibiu qualquer ligação, deixando o ex-Prefeito de São Paulo, derrotado  pelo empresário João Dória no 1º turno de recente reeleição, Fernando Haddad, entregue a própria sorte. Ou azar.

Em linguagem popular é mais ou menos assim: Vai meu filho que a bola é sua, eu continuo com as minhas bandeiras…

Foto Ricardo Stuckert/Divulgação PT