Os portadores de glaucoma, inscritos no Programa Federal do Glaucoma, têm que penar para conseguir o colírio ofertado.

Têm que apresentar os documentos, xerox inclusive, nos Postos de Saúde do município, o que demonstra que a Secretaria de Saúde Municipal, não tem controle algum sobre o Programa do Ministério da Saúde.

Após a entrega, fica esperando que alguém da Regulação do SUS na cidade, faça uma ‘triagem’. Só então são liberados colírios para cinco pacientes por mês em cada posto.

E a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Ilhéus, nada faz?

Os Ministérios Públicos, Estadual e Federal, precisam intervir para o bem dos portadores de Glaucoma.

Programa de Tratamento do Glaucoma – Imagem internet