Visando já as eleições de 2020, pastores evangélicos e coligados, fazem reserva de mercado(currais eleitorais).

Uma infinidades de igrejas e um dia especial, como se o estado não fosse laico, foram beneficiados para esse desiderato.

Até igreja que não existe…

Pastor Matos da Assembleia de Deus, e Ivo Evangelista obreiro da igreja de Edir Macedo (IURD)