A Usina de Asfalto de Ilhéus, foi comprada com dinheiro do contribuinte, é fato.

Se foi terceirizada para empresa especifica do ramo para sua operacionalização, é outro fato.

Não discuto sua interdição, deve ter sido feita por técnico douto no saber.

Porém, não indicar as correções que deveriam ser feitas para que a mesma voltasse a funcionar, é sacanagem.

Comemorar asfalto vindo de fora, é outra sacanagem.

Abandonar equipamento público, na beira da praia, é crime!

Compra e terceirização.

Comemorando asfalto alheio.

Abandono criminoso.