Assim como foi feito na construção da Arena Fonte Nova, o SINTEPAV antes de começar negociação salarial, paralisa a obra.

Um instrumento do sindicalismo opressor.

 

Sintepav, sempre contra Ilhéus