Ano que vem, ano eleitoral.

Quando aparecerem os candidatos ‘profissionais’, com as malas de dinheiro vivo, comprando cabos eleitorais.

Aí vai ser um desespero, um corre-corre, uma trairagem dos infernos.

Espere pra ver…

Ano que vem, tem mais…