Será que vale a pena destruir uma cidade para a reeleição de uma nulidade?