Estão disponíveis no Observatório de Informações Municipais as estimativas trimestrais do FPM para o período de março, abril e maio.

www.oim.tmunicipal.org.br

As previsões efetuadas para março e abril estão bem abaixo daquelas previstas no mês anterior, com uma redução nestes dois meses (março e abril) da ordem de R$ 1,807 bilhões.

A previsão para o mês de março caiu significativamente igualando-se praticamente ao repasse do mês em 2016: aumento de 9,67%, quando antes a previsão era de um aumento de 28,84% em relação a março de 2016.

De qualquer forma verifica-se que pelas estimativas o aumento até o mês de março é 9,00% superior a igual período de 2016, um valor acima da inflação anualizada.

Segundo as previsões efetuadas pelo Tesouro Nacional, o aumento acumulado até abril de 2017 deverá ser 10,45% acima de igual período de 2016 e o aumento acumulado até maio deverá ser 10,79% acima de igual período de 2016.

——-

Chamamos a atenção para os dois estudos sobre os recursos federais destinados à saúde e para o artigo sobre a proposta de reforma tributária. A preocupação do Observatório é quanto aos reajustes dos repasses para a área da saúde em 2017 e anos posteriores, que serão baseados nos repasses de 2016, os mais baixos, considerando-se os anos de 2014 e 2015.

Na seção notícias, atualizados todos os dias, os interessados poderão tomar conhecimento das novidades que interferem ou interferirão no futuro as administrações municipais. A evolução dos fatos pode ser acompanhada por assunto selecionado.

Atenciosamente,

François Bremaeker

Gestor do Observatório de Informações Municipais