Não quero homenageá-las com lembranças do passado, prefiro constatações do presente.

Hoje essas figuras lindas estão presentes em todos atos da vida moderna, como mães, filhas, profissionais. Uma beleza.

Até no futebol, o antigo chamado esporte bretão, elas estão dando o ar da sua graça.

Nas arquibancadas irradiando beleza, ou até nas 4 linhas, de chuteiras e meiões.

No futebol, para por aí. Na direção, nunca.

Fiascos recentes, como de Patricia Amorim na Direção do Flamengo, ou de Marlene Mateus na Direção do Corinthians, nos remete a essas certezas.

Fica a dica…