Fotos: Seduc

Fotos: Seduc

Com o apoio do Ministério Público do Estado (MPE), as escolas municipais do Japu e do Banco da Vitória lançaram edições dos jornais Ecokids e Ecoteens, respectivamente, elaborados pela própria comunidade escolar, com a finalidade de ampliar a conscientização em torno da responsabilidade cidadã pela preservação do meio ambiente. Na sexta-feira, o lançamento aconteceu na escola do Japu. E hoje, 12, pela manhã, na de Banco da Vitória.

O projeto dos jornais Ecokids e Ecoteens é uma iniciativa do MPE, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e o Abrigo São Vicente de Paulo. Ao parabenizar estudantes e professores pelo trabalho, na Escola de Banco da Vitória, o promotor de Justiça, Paulo Sampaio, elogiou o resultado do projeto e prometeu ampliá-lo para maior quantidade de unidades escolares no próximo ano.

Participaram do lançamento do jornal, alunos, professores, a diretora Solange Rocha, a professora Ísis Pena Lima, os secretários municipais de Educação e de Comunicação, Paulo Moreira e Valério de Magalhães, e membros da equipe pedagógica da Seduc. Na oportunidade, os professores apresentaram detalhes sobre o desenvolvimento do projeto ambiental na Escola de Banco da Vitória.

Nesta nova edição do jornal Ecoteens, os alunos abordam assuntos como a importância da mata ciliar à margem do Rio Cachoeira, onde fizeram plantio de mudas, a preservação da cobra conhecida como “Pico de Jaca” para o equilíbrio do ecossistema e o combate ao mosquito aedes egipty, transmissor de doenças como dengue e zika. Na escola, há o cultivo de uma horta cuja produção é compartilhada com a comunidade e usada também na merenda escolar.

Curiosidade – O lançamento do jornal Ecoteens aconteceu no anexo da Escola Municipal de Banco da Vitória, à margem da Rodovia Ilhéus-Itabuna, em um imóvel onde há cerca de 20 anos funcionou o Motel Rio Cachoeira. O empreendimento faliu e o imóvel ficou abandonada durante muito tempo. Atualmente, o anexo escolar, que oferece vasta área para o lazer, contou com obra de melhoria autorizada pelo prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 12.12.16