Fotos divulgação

Fotos divulgação

O vice-governador da Bahia, João Leão, comunicou ao prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, que recebeu a garantia da Caixa Econômica Federal em relação à liberação dos recursos para a obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário na zona sul da cidade. O assunto foi tratado em Brasília, esta semana, durante reunião com o presidente da Caixa, Gilberto Ochhi, da qual também participou o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) da Bahia, Cássio Peixoto.

Embora a verba já tenha sido aprovada pelo BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social -, houve um impasse burocrático entre as instituições bancárias, o que causou atraso na liberação dos recursos. Na reunião, o presidente Gilberto Ochhi admitiu que o conflito fora superado e o próximo passo é destravar esses recursos.

A obra de saneamento básico do Pontal e zona sul de Ilhéus representa uma reivindicação de mais de 20 anos. A região atualmente reúne uma grande parcela da população local, cerca de 40 mil pessoas, e concentra o maior número de empreendimentos turísticos da cidade. 

O investimento realizado pelo Governo do Estado, por meio da Embasa, é do valor R$ 51,3 milhões, e proporcionará cerca de 7.400 ligações residenciais.

O prefeito Jabes Ribeiro comentou que a notícia é extremamente positiva e afirmou que tem acompanhado o trâmite desse processo ao longo dos últimos quatro anos. O projeto foi inicialmente aprovado pelo Ministério das Cidades, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), tendo o contrato de financiamento assinado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ainda, segundo o prefeito, foi fundamental para a concretização dessa ação o empenho do ex-governador Jaques Wagner, e do atual chefe do Executivo baiano, Rui Costa.