um-dos-grandes-destaques-da-jornada-foram-as-apresentacoes-referentes-as-atualizacoes-cientificas-do-ano-2016-que-ocorreram-no-congresso-american-heart-association-aha

Um-dos-grandes-destaques-da-jornada-foram-as-apresentacoes-referentes-as-atualizacoes-cientificas-do-ano-2016-que-ocorreram-no-congresso-american-heart-association-aha

O evento apresentou novidades no tratamento de doenças cardiovasculares, uso de novos coagulantes e o surgimento de drogas que controlam de forma mais acentuada o colesterol

Aconteceu neste último fim de semana, 25 e 26, a XIV Jornada de Cardiologia Sul da Bahia, no auditório da Faculdade de Ilhéus. Mais de 200 inscritos, entre médicos de diversas especialidades, cardiologistas, clínicos, intensivistas, enfermeiros e estudantes da área de saúde participaram do evento que trouxe para a região o que há de mais novo em pesquisas e estudos científicos cardiovasculares.

O médico cardiologista e presidente da jornada, José Augusto Andrade, concluiu que o evento foi um sucesso, atingindo todos seus objetivos, atualizando os profissionais e estudantes da região e demonstrando a excelência dos médicos que trabalham no Sul da Bahia.

 José Augusto, ainda ressaltou que a região já realiza procedimentos invasivos e cirúrgicos, como cateterismo cardíaco, angioplastia e pela primeira vez realizou uma intervenção de embolização de aneurisma cerebral, no Hospital São José – Santa Casa de Misericórdia, um procedimento de alta complexidade, com a introdução de um cateter na artéria, chegando ao aneurisma no cérebro.

Um dos grandes destaques  da jornada foram as apresentações referentes às atualizações científicas do ano 2016 que ocorreram no Congresso American Heart Association (AHA), maior congresso de cardiologia do mundo, abordado pelo presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia – Seção Bahia, Nivaldo Filgueiras.

No último Congresso American Heart Association (AHA), nos Estados Unidos foram discutidos o uso de novos coagulantes no cenário da síndrome coronariana aguda (infarto agudo do miocárdio) e o surgimento de drogas novas que controlam de forma mais acentuada o colesterol.

De acordo Nivaldo Filgueiras, “É fundamental a discussão das mudanças em relação aos tratamentos dos pacientes, em especial, algumas doenças como hipertensão arterial, dislipidemia (gordura no sangue) com os médicos cardiologistas e demais especialistas: clínicos, endocrinologistas, nefrologistas, para trocar experiências e realizar o tratamento e a medicação mais adequada nos pacientes”.

Para a representante regional sul, da SBC – BA, Ana Paula Scher, a jornada foi um grande sucesso, enriquecendo tanto a medicina local e beneficiando os próprios pacientes, estimulando os estudantes e despertando novos cientistas e novas condutas na prática médica. Ainda de acordo com Ana Paula, há 08 anos a região já vem trabalhando a alta complexidade, resolvendo 90% das doenças cardiovasculares.

No sábado, 26, um dos pontos altos do evento foi à explanação do palestrante, Mario Rocha, ex-presidente da SBC – BA, sobre embolia pulmonar, terceira causa mais comum de desordem cardiovascular, depois do infarto e AVC.  Mário Rocha afirma que o conhecimento médico renova a cada três anos e os profissionais que não acompanham essas mudanças ficarão desatualizados e não oferecerão o melhor tratamento para seus pacientes.

Durante o evento foram discutidos ainda temas como: ressuscitação cardíaca, insuficiência cardíaca, infarto com supradesnível, fibrilação atrial, hipertensão arterial, publicações de impacto no ano 2016, aspirina em prevenção primária, morte subida no atleta, uso da tele medicina na intervenção cirúrgica, e discussões de casos clínicos e debates.

Arlinda Araújo, estudante de enfermagem, relatou que participar do evento foi muito transformador, “É um momento no qual o profissional de enfermagem faz uma grande evolução, principalmente na hora da anamnese do paciente, identificando a doença, sua causa, o melhor tratamento e a influência das medicações, seguindo corretamente a aplicação das novas diretrizes”.

Jamile Sena, estudante de fisioterapia também participou da jornada e disse que foi bastante enriquecedora, “Vim participar do evento com objetivo de ampliar os conhecimentos aos estudos cardiológicos e aplicar na faculdade o que aprendi aqui, como nas disciplinas de farmacologia e patologia. O evento me enriqueceu muito, analisando os novos métodos conseguimos aplicar no dia – a dia na fisioterapia, no caso da UTI”.  

A XIV Jornada reuniu grandes profissionais da cardiologia do Brasil: Emerson Porto, Coordenador da Unidade Coronariana, do Pronto Atendimento, da Enfermaria de Pós-Operatório de Cirurgia Cardiovascular; Joberto Sena, Cardiologista Intervencionista, Diretor da Funcor/ SBC-Bahia.

Luiz Ritt, Coordenador do setor de métodos gráficos e reabilitação Cardiovascular no Hospital Cardio Pulmona; Marcos Barojas, Vice Coordenador U. Coronariana do Hospital Português; Mario Rocha, ex Presidente da SBC-BA. Além de médicos especialistas da região, como: Dr. Ademir Medeiros, Fanny Gomes, Gustavo Duarte, Ana Paula Scher e outros.

 O evento foi uma realização da Sociedade Brasileira de Cardiologia – Seção da Bahia, Faculdade de Ilhéus e Universidade Estadual de Santa Cruz. Patrocínios da IMEN – Medicina Nuclear, Intercor Bahia (Hemodinâmica), Clínica Assistência Multidisciplinar em Oncologia – AMO, Unicred, Torrent, Boehiringer Ingelheim, Libbs, Biolab Farmacêutica, Novartis, Ache, Bayer farmacêutica e EMS laboratório. 

Meire Borges

Jornalista/ Assessora de Imprensa

Especialista em Comunicação Empresarial

DRT 4981/BA

(73)8876-0510 Whatsapp

meirejornalismo@gmail.com