WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 26/ago/2016 . 18:20

ATÉ A LOIRINHA JÁ SABE!

loirinha2

Que Ilhéus precisa de ação e trabalho.

Fatos isolados, não constituem consenso coletivo…

O VENENO DA NOITE!

sonsopsiu

Em eleições.

É bom combinar com os eleitores…

Mutirão em Ilhéus realiza 300 cirurgias de catarata

Fotos: Gidelzo Silva

Fotos: Gidelzo Silva

 

Com o objetivo de combater a cegueira, atendendo a uma demanda extremamente reprimida, a Secretaria de Saúde de Ilhéus promoveu, de 22 a 26 deste mês, um Mutirão de Cirurgias de Catarata. Na sua grande maioria, o público alvo foi formado por pessoas com idade a partir dos 60 anos, acuidade visual inferior a 0.4 e residentes em Ilhéus e em municípios pactuados para serviços de saúde. O processo de triagem, que incluiu a realização de consultas e exames, aconteceu no período de 8 a 19 de agosto.

As cirurgias foram realizadas no Centro de Olhos Especializados (Cenoe), na avenida Soares Lopes, 1.724, no Hospital de Olhos, situado na rua Visconde de Mauá, 128, e na Clínica de Olhos Eusínio Lavigne (Elclin), sediada na praça Coronel Pessoa, 17, centro da cidade.

O prefeito em exercício de Ilhéus, Carlos Machado (Cacá), visitou nesta sexta-feira, 26, as dependências do Cenoe, que desde as primeiras horas da manhã já recebia dezenas pacientes com indicação de cirurgia. “É uma grande alegria conversar com pessoas que, por meio deste mutirão de combate à catarata, estão recebendo o tratamento  adequado, que, sem dúvida, evitará uma eventual cegueira”, disse.

Cirurgias – Antônio Ocké, secretário de Saúde, informa que o Município custeou a realização de 300 cirurgias de catarata, sendo que cada clínica credenciada ficou responsável por 100 procedimentos. Segundo ele, visando reduzir ainda mais a atual demanda reprimida de Ilhéus e das cidades pactuadas, a proposta do governo municipal é promover mais 300 operações no próximo mês de setembro.

O titular da Sesau de Ilhéus explica que o cadastramento dos pacientes foi realizado pelas clínicas participantes do mutirão. “Depois que as clínicas efetuaram a triagem, processo que abrangeu a realização de consultas e exames pré-operatórios, as pessoas com indicação de cirurgia foram encaminhadas para a Central de Regulação da Secretaria de Saúde com o objetivo de obter a devida autorização”, salienta.

Procedimentos – O oftalmologista Antônio Nogueira, diretor-presidente do Cenoe, esclarece que o tratamento da catarata inclui uma consulta preliminar. “Na sequência, essas pessoas, que possuem geralmente mais de 60 anos, são submetidas a exames específicos, como fundo de olho, análise do endotélio da córnea e avaliação da lente que será implantada. Se não houver nenhuma contraindicação, e considerando também exames complementares como os de sangue, o paciente é encaminhado para a cirurgia, que dura em torno de 6 a 10 minutos. Cerca de 30 dias depois, o paciente inicia os procedimentos relativos ao segundo olho. Só a partir daí, é que ocorre a prescrição dos óculos”.

Após reafirmar que a catarata é a maior causa de cegueira reversível do mundo, uma vez que acomete uma a cada duas pessoas que ficam cegas, Antônio Nogueira conceitua a doença: “a catarata é um processo natural que atinge uma lente chamada cristalino que os seres humanos possuem dentro do olho. Normalmente a partir dos 60 anos, essa lente começa a perder a transparência e, com isso, vai ficando opaca. Após a realização dos exames, inclusive cardiológicos, a cirurgia consiste na retirada da lente natural e na implantação de uma lente intraocular”.

Elogio – Ao aguardar sua entrada no centro cirúrgico do Cenoe, o auxiliar de pedreiro José Raimundo Oliveira de Jesus, de 58 anos, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Ilhéus. Diagnosticado com catarata, José Raimundo declarou que ações como essa trazem benefícios de grande relevância para a população. “É um alívio poder fazer uma operação como essa e, principalmente, em uma clínica avançada”, comentou.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 26.08.16

Prefeito recebe empresários interessados em investir em Ilhéus

Prefeito recebe empresários interessados em investir em Ilhéus-foto Gidelzo Silva

Prefeito recebe empresários interessados em investir em Ilhéus-foto Gidelzo Silva

O prefeito de Ilhéus em exercício, Carlos Machado (Cacá), recebeu, na tarde de quinta-feira, 25, empresários do Sul do País interessados em instalar uma unidade industrial de beneficiamento de areia na cidade. O encontro aconteceu no Gabinete do Centro Administrativo do Município, no bairro da Conquista, intermediado pelo empresário ilheense Regilmar Costa, do setor de exportações.

Os empresários Eurico Pincowsky e Clemente Rosas, consultores e representantes do grupo Mineração Jundu, sediado em Santa Catarina, conversaram com o prefeito em exercício quanto ao interesse da empresa em implantar uma unidade em Ilhéus para o beneficiamento de areia para a indústria vidreira.

Acompanhado pelo chefe de Gabinete, Victor da Veiga, e pelos secretários de Relações Institucionais e de Comunicação, Frederico Vesper e Valério de Magalhães, Cacá falou sobre o total interesse do município em expandir o parque industrial local e colocou as secretarias vinculadas à disposição para fornecer todas as informações necessárias ao projeto.

Segundo o prefeito, o governo já trabalha para dinamizar a gestão do Distrito Industrial do Iguape e para implantação de um novo parque industrial na região fronteira com o município de Itabuna. “Nossa prioridade é a geração de empregos para os ilheenses, considerando a crise econômica que vivemos e as necessidades da população. Nós estamos aqui para apoiar todas as iniciativas no contexto do empreendedorismo”, disse Cacá.

Ele acrescentou que ainda há a perspectiva de implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE), à margem da Rodovia BA-262, que liga Ilhéus a Uruçuca. “Nesse sentido, trabalhamos em total sintonia com o Governo do Estado, através da Secretaria de Planejamento e da Superintendência da Indústria e Comércio (Sudic), que tem auxiliado técnica e executivamente a formulação desses projetos”, declarou.

Areia – A Mineração Jundu Ltda. é empresa de capital privado que atua no segmento de mineração de minerais não metálicos, produzindo e comercializando areia quartzosa industrial, areias resinadas, sílica moída, calcário calcítico, dolomita. Seus produtos atendem aos mercados de fundição, vidro, cerâmico, abrasivos, filtros, campos esportivos, produtos químicos, operações de fraturamento em poços de petróleo, entre outros.

Fundada em fevereiro de 1959, iniciou suas atividades com a extração e beneficiamento de areias quartzosas no litoral sul do Estado de São Paulo, nas proximidades da zona de praia. Recentemente, a Mineração Jundu, instalou uma unidade no município de Estância, interior do Estado de Sergipe.

Secretaria de Comunicação Social – Secom – Ilhéus – 26.08.16

Cacá tem o maior tempo de rádio e na estreia do Horário Eleitoral destaca trajetória de luta

 

Cresce adesão a Cacá

Cresce adesão a Cacá

Iniciado hoje pela manhã, nas emissoras de rádio locais, o Horário Eleitoral Gratuito no Rádio tem a Coligação “Avança Ilhéus”, com o maior tempo de exibição: três minutos e seis segundos. O programa será exibido diariamente, às 7 da manhã e meio-dia, em cadeia de rádios AM e FM da cidade. No programa de estreia, a equipe de comunicação do candidato Cacá Colchões apresentou a história de luta do candidato. A família de Cacá fugiu da seca no sertão de Sergipe. Cacá nasceu em Ilhéus. Começou a trabalhar na Central de Abastecimento do Malhado, aos 13 anos. Aos 16 anos, com uma visão empreendedora e disposição para o trabalho, Cacá já se tornava um comerciante de sucesso.

O programa veiculou depoimentos da família e do próprio candidato. “Eu estou preparado, aos 38 anos, para governar esta cidade”, disse Cacá aos ouvintes. A mãe de Cacá, dona Ana Machado, destacou o espírito de liderança do filho desde os tempos da escola. O pai, Carlos, reiterou o que todos os ilheenses esperam do candidato: “não tenho dúvida que, se eleito prefeito de Ilhéus, Cacá vai transformar positivamente esta cidade”, afirmou. Dean, a esposa, falou do lado mais humano de Cacá. “Quando ele vê a pessoa numa situação delicada, ele chega em casa e diz: Dean, preciso mudar isso”.

No programa de estreia, Cacá ainda destaca a importância de ouvir as pessoas e saber quais são as principais necessidades do dia-a-dia delas.  E diz que as pessoas precisam encontrar no estudo, a oportunidade de avançar na vida. “Tornei-me técnico em contabilidade. Depois, Administrador de Empresas com especialização em finanças. Sei da importância do trabalho e do estudo. E sempre mantive viva a chama de poder transformar sonhos em realidade”, disse.

Bom dia, Antagonistas

Mantenha seus amigos bem informados compartilhando a newsletter de O Antagonista com conteúdos exclusivos!

26 de Agosto de 2016

antagonista
Bom dia, Antagonistas

As principais notícias para começar a manhã

Janot pode voltar atrás em relação à OAS

Sim, você leu certo o título deste post. As negociações com Léo Pinheiro podem vir a ser retomadas. Como noticiamos na quinta, o STF fará pressão sobre Rodrigo Janot. Se o PGR tiver juízo, ele vai parar com essa patacoada.

Dilma Rousseff é uma vírgula errada

A Folha publica que Dilma Rousseff, no seu depoimento ao Senado, “pretende fazer um discurso de caráter pessoal em que dirá que o processo de impeachment foi criado de maneira artificial para tirá-la…” [leia mais] :: LEIA MAIS »

Associação estima processamento de cacau menor no Brasil e aumento da importação

No primeiro semestre de 2016, as exportações de derivados como manteiga de cacau e cacau em pó geraram receita de US$ 133 milhões

POR ESTADÃO CONTEÚDO

O processamento de cacau no Brasil deve somar 212 mil toneladas neste ano, uma queda de 3,2% ante o volume de 2015, de acordo com dados compilados pela Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC). O volume equivale a 77% da capacidade instalada da indústria, que atualmente é de 275 mil toneladas.

saiba mais

Segundo a associação, a queda da produção da indústria processadora só não foi maior por causa do aumento das exportações. Em 2015, o mercado interno de derivados de cacau foi afetado por uma redução de 8,3% da produção de chocolates, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab).

A AIPC estima que a exportação de derivados neste ano vai aumentar cerca de 19% em relação a 2015, para 69 mil toneladas. No primeiro semestre de 2016, as exportações de derivados como manteiga de cacau e cacau em pó geraram receita de US$ 133 milhões, valor 21% superior ao registrado em igual período do ano passado.

As importações da matéria-prima também devem aumentar significativamente. Em 2016 até agora, a indústria processadora brasileira teve de importar quatro vezes mais do que em todo o ano passado, por conta da quebra da safra de 2015/16 e do atraso na colheita do cacau na Bahia.

No Brasil, a produção de cacau, medida pela soma de recebimentos da indústria, deve cair de 209 mil toneladas na safra 2015/16 para algo em torno de 150 mil toneladas em 2016/17. Este deve ser o pior resultado da produção de cacau em muitos anos, superando somente a safra 2007/08, que atingiu 142 mil toneladas.

O diretor executivo da AIPC, Eduardo Bastos, diz que a indústria vem buscando outras fontes de suprimento da matéria-prima, devido à forte quebra da safra brasileira, aliada à insuficiência da oferta local.

Atualmente, o Brasil importa somente de Gana, que tem o cacau mais caro da África. “A AIPC está trabalhando junto ao Governo Federal, Ministério da Agricultura, MDIC, e Itamaraty, na tentativa de negociar a retirada do embargo que inexplicavelmente proíbe a importação do cacau da Costa do Marfim desde 2012, além de viabilizar outras origens como Camarões e Togo. A necessidade, diante do forte risco de desabastecimento do mercado interno, é de que consigamos alguma solução ainda este ano”, observa Bastos.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
agosto 2016
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia