WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 13/ago/2016 . 17:51

Grupo Chaves: nova estratégia para voltar ao mercado do chocolate

Por /

O Grupo Chaves, liderado pelo empresário Helenilson Chaves, está voltando ao mercado do helenilsonChocolate com uma nova estratégia, que adota o Cacau de Origem como base na formulação do produto. Recentemente o empresário concedeu a seguinte entrevista.

O Grupo Chaves está voltando ao mercado do chocolate?

Após algumas cicatrizes fechadas, com mais experiência e com uma maturidade estratégica bem definida, acreditamos que chegou a hora de voltarmos sim para o segmento de chocolate, através da produção de cacau de origem, plantado, manuseado e colhido nas nossas fazendas.

Quais seriam essas cicatrizes fechadas?

Porque já participamos deste mercado, com a marca Duffy, produzindo chocolates em nossa indústria localizada em Salvador. Partimos para uma competição direta com os grandes do setor e estrategicamente isso foi um erro. Sofremos muito e perdemos muito dinheiro para introduzir a marca no mercado, chegando a fazer marca própria para Carrefour, Dia %, dentre outras, mas mesmo assim não conseguimos viabilizar o negócio, pois este segmento é de escala e baixíssimas margens. Mas agora, viramos a página, aprendemos e estamos preparados.

O Chocolate será comercializado em lojas franqueadas ou mercados?

Estamos estudando, mas acreditamos que optaremos pelas franquias. Dependerá muito da variedade de produtos.

 Em qual das fazendas do Grupo esse Cacau de Origem será produzido?

A fazenda na qual iniciaremos os estudos, análise, produção, manuseio e colheita do Cacau de Origem será a fazenda Lagoa Pequena, localizada no município de Ilhéus. Bem conhecida, pois há alguns anos foi filmada ali a novela da Globo, Renascer.

Quem vai estar à frente do projeto?

Temos uma equipe técnica na Chaves Agrícola que tem um excelente domínio e conhecimento sobre a produção de cacau, entretanto, o conhecimento das técnicas para cultivo e produção do Cacau de Origem, ainda vamos aprofundar o conhecimento, especializando nossa equipe das fazendas Lagoa Pequena, de Ilhéus; Cachoeira, de Itamaraju; Barra do Cedro, de Floresta Azul, pois queremos ter o Cacau Origem Bahia de cada extremo da nossa região.

Qual sua impressão sobre o 8º Festival Internacional do Chocolate recentemente realizado?

O Festival é uma realidade, uma transformação cultural, um caminho para a evolução, sem falar na atitude empreendedora que é de grande valia para nossa região. Parabéns aos idealizadores, em especial ao jovem Marco Lessa.

SE UM DIA FUI POBRE, NÃO ME LEMBRO!

O 'inchadinho' esperando o resto da marmita...

O ‘inchadinho’ esperando o resto da marmita…

Os sem tetos e os sem terras continuam, ele não….

Vida de rico é outro departamento....

Vida de rico é outro departamento….

Município de Ilhéus convoca mais 22 aprovados em concurso público

Sede Administrativa da Prefeitura de Ilhéus. Foto Alfredo Filho Secom

Sede Administrativa da Prefeitura de Ilhéus. Foto Alfredo Filho Secom

Em decorrência do não comparecimento de 22 dos 148 aprovados em concurso público do Município de Ilhéus para cumprir as etapas necessárias à admissão, a Secretaria Municipal de Administração (Sead) publicou portaria assinada pelo prefeito em exercício, Carlos Machado (Cacá), e o titular da Sead, Ricardo Machado, que convoca outros 22 candidatos classificados para que se apresentem e possam ser incorporados ao quadro de servidores.

Assim como aqueles que não compareceram ou desistiram de tomar posse, os novos convocados vão compor o quadro de funcionários vinculado a Secretaria Municipal de Saúde. Os relacionados devem comparecer, em até 30 dias ao Departamento de Recursos Humanos, situado à Rua Santos Dumont, s/n, Anexo de Secretarias, 2º andar, para a apresentação dos documentos, bem como se submeter à inspeção e, logo após, assinar o ato de posse.

A convocação dos aprovados em concurso para a área de saúde atende a acordo firmado entre o Município, o Ministério Público do Estado (MPE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) para substituir os servidores contratados por meio de vínculos temporários por aqueles concursados.

:: LEIA MAIS »

Central de Abastecimento da Urbis, em Ilhéus, será reaberta nos próximos dias

Fachada da Central da Urbis, em Ilhéus. Foto Sedic Ilhéus

Fachada da Central da Urbis, em Ilhéus. Foto Sedic Ilhéus

A obra da Central de Abastecimento da Urbis, no bairro Hernani Sá, localizada na zona sul de Ilhéus, passa pelos últimos ajustes para ser reaberta à comunidade. De acordo com o secretário municipal de Indústria e Comércio, Roberto Garcia, desde a última quarta-feira, dia 10, são feitos trabalhos de asfaltamento da área da feira livre, calçamento do passeio, serviços na fachada e retoques na pintura. Essa etapa é feita sob a responsabilidade da Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra).

O secretário Roberto Garcia informou que nos próximos dias serão feitas as ligações individualizadas de água e energia elétrica nos boxes dos comerciantes, os últimos detalhes necessários à reabertura do espaço. “Alguns permissionários já estão preparando seus boxes para retomar as atividades”, salienta. Na obra, a Prefeitura executou a reconstrução dos boxes, reforma do piso, pintura interna, recuperação dos banheiros, troca de portas, entre outros. Por sua vez, a Coelba contribuiu com a substituição da cobertura do equipamento.

:: LEIA MAIS »

“Eles são todos “republicanos”

Por Mario Sabinomariosabino


Em fevereiro de 2005, pouco antes da eclosão do mensalão, publiquei na Veja um artigo sobre uma palavra que começara a frequentar o discurso político brasileiro: “republicano”.


Passada mais de uma década, e muitos escândalos depois, concluí que o artigo permanece atual, ao mostrar não só como os nossos homens públicos empilham palavras vazias em nossos ouvidos, mas como a empulhação lulista era bem maior do que se imaginava.  Dois meses antes, Lula havia lançado o “Pacto de Estado em favor de um Judiciário mais Rápido e Republicano”. Pois é.

Eis o que escrevi, com ligeiras modificações:

Uma palavra imiscuiu-se nos discursos dos próceres petistas, em sua forma adjetivada: “republicano”. Salvo engano, o primeiro a empregá-la foi o professor Luizinho, líder do governo na Câmara. Ele disse que uma operação da Polícia Federal colocou em risco o processo republicano. O presidente Lula não perdeu a deixa e, numa reunião ministerial realizada dias depois, afirmou: “Herdamos uma máquina administrativa ineficiente, desprovida, em boa parte, do sentido republicano, sem vocação para realizar políticas em proveito da maioria”. No mesmo mês de dezembro, Lula lançou o “Pacto de Estado em favor de um Judiciário mais Rápido e Republicano”. A porta estava aberta para que os petistas usassem o termo com a prodigalidade com que os coronéis nordestinos andam distribuindo cartões do Bolsa-Família. Um dos que mais reincidem é o ministro da Educação, Tarso Genro, aquele que posou ao lado do ditador cubano (e republicano) Fidel Castro. Genro disse que a política de cotas nas universidades era “republicana, inclusiva, democrática”.

:: LEIA MAIS »

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
agosto 2016
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia