Após o cancelamento do benefício de sete mil pessoas, a Secretaria de Desenvolvimento Social pretende incluir no Programa, até abril de 2016, cerca de 2.500 novas famílias. No momento, Ilhéus possui 19 mil e 730 unidades familiares favorecidas

Auditoria realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) da Prefeitura de Ilhéus, desde 2013, constatou que mais de sete mil pessoas estavam cadastradas irregularmente no programa federal Bolsa Família no Município. A revisão cadastral identificou uma série de problemas, que incluem omissão de renda, informações falsas sobre estado civil e recebimento de pagamentos em nome de pessoas que já faleceram.

Segundo o coordenador do programa em Ilhéus, Fernando Reis, as irregularidades foram identificadas nos cadastramentos realizados entre os anos de 2009 e 2012. “Com a identificação das fraudes e o consequente cancelamento dos benefícios, estamos trabalhando para favorecer novas famílias. Até abril de 2016, pretendemos elevar as atuais 19.730 beneficiários do programa para o total de 22 mil”, afirma Reis.

A Secretaria de Assistência Social informa que, pelo menos, 287 pessoas terão que devolver o dinheiro recebido de forma irregular. No entanto, as pessoas que consideram indevido o cancelamento do benefício terão o direito de recorrer da decisão.

Novos cadastros – Com o cancelamento dos sete mil beneficiários, outros ilheenses poderão agora integrar o programa Bolsa Família. Segundo a secretaria de Desenvolvimento Social, novas inscrições podem ser feitas nas sedes do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) localizadas nos bairros de Olivença, Barra, Teotônio Vilela, Banco da Vitória e Salobrinho. As unidades atendem das 8 às 17 horas.

O coordenador do PBF, Fernando Reis, explica que as pessoas interessadas devem comparecer às unidades do Cras com os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Comprovante de Residência e Carteira de Trabalho e Previdência Social, para os adultos; e Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento, para os menores de 16 anos.Ainda segundo o coordenador do Programa Bolsa Família em Ilhéus, para ser contemplada, a renda per capita da família deve ser de até 154 reais.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus, 20.10.15