Durante o encontro, o vice-prefeito Carlos Machado e o secretário Jamil Ocké ratificaram os esforços do governo municipal para solucionar alguns dos principais problemas das famílias locais que ainda vivem em áreas de risco

anigif

O secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Jamil Ocké, e o vice-prefeito Carlos Machado (Cacá), receberam, na manhã desta quarta-feira, 14, na sede da SDS, no bairro Conquista, uma comissão de moradores do Alto do Amparo para discutir demandas da localidade. O encontro foi uma das condições para encerrar um protesto realizado hoje, reivindicando soluções para os problemas gerados pelas chuvas naquele alto.

Durante a reunião, o vice-prefeito Cacá destacou os esforços que o prefeito Jabes Ribeiro vem empreendendo junto ao Ministério da Integração Nacional para a liberação de recursos da ordem de 5,6 milhões de reais. A verba servirá para a execução de uma série de serviços, incluindo contenção de encostas, no Alto do Amparo, um dos mais atingidos pelas chuvas de 2013 e 2014.

Na visão de Cacá, contudo, é fundamental que a comunidade do Alto do Amparo entenda que a liberação dos recursos não depende do governo municipal. “Por ser uma obra de quase 6 milhões de reais, é uma intervenção que o Município não tem como custear. Só para tratar desse assunto, que hoje é uma prioridade absoluta, o prefeito Jabes Ribeiro já esteve em Brasília diversas vezes. Algumas delas, reunido, inclusive, com o titular da pasta, o ministro Gilberto Occhi”, reitera.

Aluguel Social – Durante o encontro, ficou decidido que o vice-prefeito Carlos Machado acompanhará mais de perto o processo burocrático de liberação do aluguel social, que atualmente repassa 300 reais para as famílias cadastradas pela Defesa Civil e que ainda se encontram em áreas de risco, a exemplo das ruas São José e Dois de Julho, ambas bastante afetadas pelas chuvas de 2013 e 2014.

Outra medida definida durante a reunião, foi a visita de um grupo de moradores da comunidade local, provavelmente na próxima quarta-feira, dia 21 de outubro, às obras de construção dos condomínios residenciais Sol e Mar I e II, localizados no quilômetro 2 da Rodovia Ilhéus-Buerarema (BR 251) – conhecida como Estrada do Couto. No local, está sendo erguido mais um empreendimento do “Minha Casa, Minha Vida”, programa do governo federal realizado em parceria com a Prefeitura e financiado pela Caixa Econômica Federal, com 2.120 apartamentos.

Minha Casa, Minha Vida – Após reforçar que onze famílias – previamente cadastradas pela Defesa Civil e que, segundo o órgão, vivem nas áreas de maior risco – serão prioritariamente beneficiadas pelo “Minha Casa, Minha Vida”, o secretário de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké, ressaltou que “a visita ao canteiro de obras será importante para que as pessoas envolvidas conheçam a qualidade dos imóveis, uma vez que muitos moradores do Alto Amparo relutam em sair de lá”.

Jamil Ocké salientou, na oportunidade, que a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social continua atendendo, de segunda a sexta-feira, moradores do Alto do Amparo que vivem em áreas de risco e que, por ventura, ainda não foram devidamente cadastrados.

 Secretaria de Comunicação Social – Secom. –  Ilhéus, 14.10.15