WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 14/out/2015 . 22:50

CONVITE ENTREVISTA COLETIVA.

convitesoares

BOCA DE LACRAIA SUBIU NO ALTO DO AMPARO.

Lacraia

A peçonhenta só queria voltar a trabalhar ano que vem, de janeiro em diante. Mas teve que voltar à ativa, os fatos exigiram.

Esgueirando-se nas fendas, nos esgotos dos bastidores, a miserável consegue saber o que interessa  e o que não interessa também.

Disse-me ela que, alguns candidatos a vereador, não todos, estão interessados que sejam feitos armengues, serviços meia boca, para que sejam apresentados como reivindicação deles perante aos moradores.

Pura malandragem que a comunidade atenta, começa a rejeitar!

Sala de Ponta do Ramo da Escola Nucleada de Aritaguá II, em Ilhéus, passará por reforma

Depois de ter o teto destruído pela chuva, a unidade passará por uma completa reforma

A reforma da Sala Almiro Vinhais, em Aritaguá, vai passar por reforma. Reprodução Tv Santa Cruz

A reforma da Sala Almiro Vinhais, em Aritaguá, vai passar por reforma. Reprodução Tv Santa Cruz

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra), iniciou processo de licitação para reforma da sala isolada da Escola Nucleada de Aritaguá, na Ponta do Ramo, zona norte do município. O espaço teve o teto e outras partes danificadas em julho, depois que uma forte chuva atingiu a região.

De acordo com o superintendente de Obras da Seintra, Derneval Furtunato, o serviço, orçado em 102 mil reais, vai abranger a troca completa do telhado, do forro, das instalações elétrica e hidráulica, colocação de novas portas, janelas e banheiros. Nesse mesmo pacote, está prevista a ampliação do número de salas de aulas, o que permitirá que mais estudantes possam se matricular na unidade.

Transferência – A secretária de Educação de Ilhéus, Marlúcia Rocha, explica que, em julho passado, quando uma forte chuva danificou a unidade escolar, o Município disponibilizou espaço adequado para realização das aulas, no povoado de Ponta da Tulha, inclusive com oferta de transporte. No entanto, os pais dos alunos foram contrários à medida.

Diante disso, os próprios pais decidiram que as aulas seriam dadas num local improvisado, enquanto os problemas com a escola estavam sendo sanados. Já na última semana, os alunos precisaram deixar esse imóvel e, novamente, a Secretaria de Educação disponibilizou um imóvel adequado em Ponta da Tulha, tendo, mais uma vez, ouvido a recusa dos pais.

Diante do impasse, a secretária Marlúcia Rocha argumenta que o Município tem feito todo o esforço possível para resolver o problema, mas, “enquanto os pais se negarem a deixar que seus filhos assistam aulas no povoado vizinho e as obras da unidade escolar não ficarem prontas, os estudantes terão de ficar em casa e, assim que a reforma for concluída, as aulas serão repostas para garantir o ano letivo”.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus, 14.10.15

Moradores e Prefeitura de Ilhéus dialogam sobre demandas do Alto do Amparo

Durante o encontro, o vice-prefeito Carlos Machado e o secretário Jamil Ocké ratificaram os esforços do governo municipal para solucionar alguns dos principais problemas das famílias locais que ainda vivem em áreas de risco

anigif

O secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Jamil Ocké, e o vice-prefeito Carlos Machado (Cacá), receberam, na manhã desta quarta-feira, 14, na sede da SDS, no bairro Conquista, uma comissão de moradores do Alto do Amparo para discutir demandas da localidade. O encontro foi uma das condições para encerrar um protesto realizado hoje, reivindicando soluções para os problemas gerados pelas chuvas naquele alto.

Durante a reunião, o vice-prefeito Cacá destacou os esforços que o prefeito Jabes Ribeiro vem empreendendo junto ao Ministério da Integração Nacional para a liberação de recursos da ordem de 5,6 milhões de reais. A verba servirá para a execução de uma série de serviços, incluindo contenção de encostas, no Alto do Amparo, um dos mais atingidos pelas chuvas de 2013 e 2014.

Na visão de Cacá, contudo, é fundamental que a comunidade do Alto do Amparo entenda que a liberação dos recursos não depende do governo municipal. “Por ser uma obra de quase 6 milhões de reais, é uma intervenção que o Município não tem como custear. Só para tratar desse assunto, que hoje é uma prioridade absoluta, o prefeito Jabes Ribeiro já esteve em Brasília diversas vezes. Algumas delas, reunido, inclusive, com o titular da pasta, o ministro Gilberto Occhi”, reitera.

Aluguel Social – Durante o encontro, ficou decidido que o vice-prefeito Carlos Machado acompanhará mais de perto o processo burocrático de liberação do aluguel social, que atualmente repassa 300 reais para as famílias cadastradas pela Defesa Civil e que ainda se encontram em áreas de risco, a exemplo das ruas São José e Dois de Julho, ambas bastante afetadas pelas chuvas de 2013 e 2014.

Outra medida definida durante a reunião, foi a visita de um grupo de moradores da comunidade local, provavelmente na próxima quarta-feira, dia 21 de outubro, às obras de construção dos condomínios residenciais Sol e Mar I e II, localizados no quilômetro 2 da Rodovia Ilhéus-Buerarema (BR 251) – conhecida como Estrada do Couto. No local, está sendo erguido mais um empreendimento do “Minha Casa, Minha Vida”, programa do governo federal realizado em parceria com a Prefeitura e financiado pela Caixa Econômica Federal, com 2.120 apartamentos. :: LEIA MAIS »

JÁ VI ESTE FILME, E O FINAL É BLÁ BLÁ BLÁ…

Comissão discute Ferrovia Oeste Leste e Porto do Malhado

Mais uma reunião, para fotos e blá blá blá.

Mais uma reunião, para fotos e blá blá blá.

   

Os deputados da Comissão Especial da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e do Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia se reuniram na manhã desta quarta-feira (14/10), com do chefe da Casa Civil, Bruno Dauster para tratar das novas perspectivas de viabilização da Fiol com a sua integração no Porto do Malhado em Ilhéus.

Segundo o secretário, antes da implantação do Porto Sul, o Porto do Malhado se apresenta como uma alternativa para auxiliar no processo de escoamento de cargas que serão transportadas pela Fiol. Para a viabilização do porto, o governo pretende, em um primeiro momento, e até o primeiro trimestre de 2016, começar um processo de concessão ou de uma Parceria Público Privada (PPP), não sendo descartada a possibilidade do investimento ser realizado através de recursos do Estado.

O investimento de R$ 150 milhões contempla a implantação de uma via expressa ligando o terminal até o sistema rodoviário do entorno de Ilhéus, visando garantir boa acessibilidade ao porto com o retirada de carga pesada do centro da cidade; bem como obras de dragagem e recuperação dos berços, ampliando a capacidade de 10 m para 12 m. Com as intervenções, o porto terá a capacidade de escoamento de cerca de 5 milhões de toneladas/ano. A base principal desta carga será de grãos, como soja, algodão e milho, podendo operar também cargas menores de minério. A obra tem previsão para início em 2016 com conclusão em 24 meses.

Após o término das obras do Porto Sul e ligação com a Fiol, o Porto do Malhado poderá ser usado como terminal complementar, destinado a serviços de cabotagem e o Porto Sul se dedicaria ao transporte de longo curso, com navios de maior capacidade.

Para a deputada Ângela Sousa (PSD), membro titular da Comissão, é extremamente importante estabelecer um diálogo permanente com o governo da Bahia, com o intuito de ampliar o debate e encontrar formas de interligar às atividades da Fiol ao Porto de Malhado, em Ilhéus, além de garantir o funcionamento da Ferrovia . “A luta prosseguirá até a conclusão dessas obras, visto que se tratam de projetos fundamentais para a interiorização do desenvolvimento da Bahia, em especial da região cacaueira”, expressou.

MANEIRA BISONHA DE FAZER CAMPANHA POLÍTICA.

Ficamos sabendo que existem 4 candidatos a vereador no Alto do Amparo.

E que eles disputam entre si, qual faz a maior bagunça para aparecer.

Acho que a população ordeira e pacífica do Alto do Amparo, precisa abrir os olhos, e ver quem vai prejudicar mais a comunidade.

Foto colhida no Blog do Gusmão.

Foto colhida no Blog do Gusmão.

PREFEITURAS BAIANAS NÃO TÊM DINHEIRO PARA PAGAR 13º SALÁRIO DOS SERVIDORES.

Pelo menos 86% dos 417 municípios baianos não terão como pagar o 13º salário dos servidores.

Por: A Tarde
12/10/2015 – 09:56:36

quiteria

Em setembro, quando os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tiveram uma queda de 33% e as prefeituras baianas deixaram de receber mais de R$ 1 bilhão, em relação a setembro de 2014, o sinal de alerta disparou. Sem dinheiro em caixa, pelo menos 86% dos 417 municípios baianos não terão como pagar o 13º salário dos servidores, afirma a presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB).

Pesquisa que está sendo feita pela UPB confirma que a maioria das prefeituras está sem provisão de caixa para arcar com esta obrigação. Dos 103 prefeitos que já responderam à pesquisa, 71 disseram que não terão verba para pagar o 13º, contra 26 que disseram que terão. Apenas seis gestores responderam que já pagaram a primeira parcela do 13º.

A crise nas prefeituras fica mais evidente, quando 50% dos gestores consultados admitem que não estão pagando em dia o salário dos servidores A situação é pior quando se trata dos salários dos terceirizados. Mais da metade dos prefeitos afirma que os pagamentos estão atrasados.

A presidente da UPB diz que a quebradeira é geral. “As pequenas prefeituras têm dificuldades até de ter onde cortar. O receio é de colapso total”.  diz ela. Segundo Quitéria, os municípios baianos que já foram sacrificados com a perda de R$ 11 bilhões de FPM de 2008 a 2014, sofrem, agora, com o corte de repasses de recursos dos programas federais.

“As despesas prometidas e não pagas pela União na virada de 2014 para 2015 somam R$ 2,9 bilhões”, cita a prefeita, com base em levantamento da Confederação Nacional dos Municípios.

A falta de dinheiro nos cofres :: LEIA MAIS »

Pesquisa aponta Luiz Viana como favorito às eleições da OAB

luiz viana e a vice ana patricia_FOTO JASIO VELAZQUEZ

O candidato Luiz Viana desponta como o favorito em pesquisa de intenção de voto para a eleição da OAB Bahia, a se realizar no dia 25 de novembro. O atual presidente da Ordem aparece no levantamento estimulado com 54,7% das preferências, enquanto o oponente Carlos Rátis tem 22,8%. Pontuam ainda na amostra José Nélis com 2,5% e Fabiano Motta com 1,9%.

Na espontânea, Luiz Viana também apresenta larga vantagem, sendo escolhido por 29% dos entrevistados contra 12,4% do principal adversário. A pesquisa ainda mediu a expectativa de vitória dos candidatos. Para 59,2% da amostra, Viana será o vitorioso, enquanto 14,5% apostam em Rátis.

Registrada na OAB junto à Comissão Eleitoral e realizada pelo Instituto Dataqualy no período de 30 de setembro a sete de outubro, a consulta ouviu 517 advogados distribuídos na capital e no interior do estado. A margem de erro amostral máxima é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos a um intervalo de confiança de 95%.

Para Luiz Viana, o resultado da pesquisa revela o reconhecimento da classe pelo trabalho realizado em sua gestão e lhe anima a trabalhar bastante na campanha para mostrar que pode fazer muito mais. “A pesquisa aumenta nosso entusiasmo, mas eleição só se ganha depois de contabilizado o último voto. Vamos continuar trabalhando para merecer a confiança dos colegas e poder cumprir a missão de fazer muito mais pela advocacia baiana”.

DATA: 13/10/2015 – ASCOM: 71 99220 4445

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

outubro 2015
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia