WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 12/out/2015 . 15:00

ACENDEU A LUZ VERMELHA! DIVERSOS EMPRESÁRIOS BRASILEIROS JÁ FORAM ATACADOS PELA ‘SÍNDROME DE PARAVENTI’.

domingo, junho 22, 2014

Marcelo Odebrech e Celestino Paraventi

Transcrevo do site Mídia Sem Máscara (link permanente aqui no blog na coluna à direita abaixo) um excelente artigo de Alexandre Borges, Diretor do Instituto Liberal, intitulado: “Um café e a conta: como um milionário boêmio patrocinou Prestes e o comunismo no Brasil“.

Borges ironiza. Sugere o tema de seu artigo como pauta para a revista Piauí. Faz sentido, porque realmente essa publicação é de propriedade do herdeiro de um dos maiores bancos do país e devotada à causa comunista. E, neste caso, deve-se acrescentar que outros mega-ricaços brasileiros, como Marcelo Odebrecht, diretor e herdeiro da empreiteira Odebrecht, vivem de beijos e abraços com Lula, Dilma e seus sequazes. A Odebrecht foi a construtora daquele porto em Cuba que a Dilma inaugurou recentemente. Depois disso o governo do PT passou a pressionar a indústria farmacêutica brasileira para se transferir para Cuba. Marcelo Odebrecht, segundo noticiário da imprensa, ajudou a costurar uns contatos.

Os parentes do ricaço Celestino Paraventi, cuja história é o tema do artigo de Alexandre Borges, chegaram a cogitar a internação desse mecenas do diabólico festim comunista. Nessa era do PT bem que a história é capaz de se repetir, haja vista que muitos empresários brasileiros, a exemplo de Marcelo Odebrecht, padecem da “síndrome de Paraventi”. Leiam:

cparaventiLendo a ultra-esquerdista e cada vez mais governista Piauí, revista criada e dirigida pelo herdeiro de um dos maiores bancos do país e irmão do cineasta que fez uma hagiografia de Che Guevara, lembrei de Celestino Paraventi (foto), uma figura que muitos brasileiros deveriam conhecer.

Paraventi foi um milionário de origem italiana que herdou do pai a primeira torrefação de café do estado de São Paulo. Cantor lírico, boêmio, era amigo pessoal de Luís Carlos Prestes e Olga Benário, que chegaram a ser levados por seu motorista num Lincoln do ano até a casa de campo dele, na margem da Represa Guarapiranga, para curtirem uma lua-de-mel. História mais comunista, impossível.

Pelas contas bancárias das empresas de Celestino Paraventi no exterior o governo Stálin mandava dinheiro para os comunistas brasileiros sem deixar rastros, já que a movimentação financeira era tão alta que não despertava suspeitas do governo. Paraventi bancava não só muitos comunistas brasileiros como suas famílias e até suas publicações.

Além dos recursos do Komintern, Paraventi usava as empresas da família para despejar ainda mais dinheiro nas contas dos comunistas. Muitas publicações de esquerda eram bancadas por ele, que direcionava a publicidade do Café Paraventi para elas, como “O Homem do Povo”, de Oswald de Andrade. Diziam que não havia um único jornal de esquerda sem anúncios do Café Paraventi.

O dinheiro soviético vinha para Prestes e seus revolucionários para que pudessem dar um golpe comunista no Brasil, o que foi tentado em 1935, como vocês sabem. Paraventi tinha uma admiração quase religiosa por Prestes, a ponto de tentar vender o patrimônio da família para entregar a ele em nome da revolução comunista, o que fez com que seus parentes tentassem interná-lo num hospício. Quando suas ligações com Prestes foram descobertas pelo governo Vargas, chegou a ser preso.

Paraventi lembra também a trajetória de Eduardo Matarazzo Suplicy, bisneto no homem mais rico da história do Brasil, o Conde Matarazzo, que teve sua fortuna avaliada em 10% do PIB brasileiro em um determinado momento. Eduardo casou com Marta Teresa Smith de Vasconcellos, bisneta do Barão de Vasconcellos, outra herdeira brasileira cuja família tinha até um castelo na região serrana no Rio. Os irmãos Ana Lucia de Mattos Barretto Villela e Alfredo Egydio Arruda Villela Filho, da família que é a maior acionista individual do grupo que controla o Banco Itaú, são os criadores daquele instituto Alana, que detesta o “consumismo” e quer decidir que tipo de propaganda seus filhos podem assistir.

Conhecer essas figuras é fundamental para acabar com o mito de que ricos são necessariamente “capitalistas” e “de direita”, quando muitos deles, especialmente os herdeiros que não construíram o patrimônio da família, estão entre os maiores financiadores da esquerda desde Karl Marx, que passou a vida sendo bancado pelo herdeiro alemão Friedrich Engels.

Um dia deveríamos criar o Prêmio Celestino Paraventi para o herdeiro colaboracionista do ano. Quem sabe a Piauí não se interessa pela pauta? Do site Mídia Sem Máscara

EM ILHÉUS, ATÉ ESPAÇO INÚTIL É CRIADO NO MAR.

Até agora a unica coisa feita neste cercadinho, foi expulsar os pescadores do lugar.

Esperar encher o espaço com a evaporação da água ou a lama com areia das esporádicas dragagens, vai demorar, e demorar muito.

E segundo um engenheiro que conhece do riscado, vai ficar um piso fraco, não confiável.

DSC03254 DSC03255 DSC03256 DSC03257

contador free


Webtiva.com // webdesign da Bahia

outubro 2015
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia