Representantes do município se reuniram com pessoas que tiveram imóveis danificados pelas chuvas para esclarecer as providências tomadas

 

Moradores do Alto do Amparo, localizado na zona norte de Ilhéus, participaram de uma reunião, nesta terça-feira, 28, com representantes da Prefeitura para discutir os problemas causados pelas chuvas que atingem aquela comunidade. O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, protocolou, no ano passado, pedido de recursos para a realização de obras de infraestrutura naquela localidade, uma das mais prejudicadas pelas chuvas, no Ministério da Integração Nacional, que estima em 5,6 milhões de reais o valor dos serviços.

A reunião foi realizada na Sala de Capacitação da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), na Rua 31 de Março, Conquista. Estiveram presentes os secretários municipais de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké, e de Relações Institucionais, Frederico Vésper, o superintendente de Obras da Secretaria de Infraestrutura, Derneval Furtunato, além do vereador Ivo Evangelista e os diretores regionais da Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa, Leopoldo Dias e Eduardo Diniz.

Gleisa Oliveira, Robson Santos e Netto Souza possuem imóveis numa área do Alto do Amparo que corre risco de deslizamento e, por isso, foram notificados pela Defesa Civil e precisaram deixar as residências. Mais dois moradores do local estão nessa situação. De acordo com o superintendente de Obras, Derneval Furtunato, somente naquela região, foram 54 notificações feitas desde novembro de 2013, com o objetivo de evitar acidentes com vítimas.

Audiência – Furtunato esclareceu que o município não tem recursos suficientes para bancar a obra de contenção de encostas no morro. O prefeito Jabes Ribeiro se reúne, na próxima semana, com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para reivindicar urgência no repasse da verba que beneficiará os altos do Amparo, Nerival e do Socorro.

Social – Questionado sobre as medidas tomadas para amparar as pessoas afetadas pelo problema, o titular da SDS, Jamil Ocké, explicou que, na primeira quinzena deste mês, o Conselho Municipal de Assistência Social, provocado pela Prefeitura, determinou o aumento do valor do aluguel social, de 200 para 300 reais mensais. Além disso, o repasse será feito diretamente ao beneficiário e não mais ao proprietário do imóvel.

Quem foi prejudicado pelos efeitos da chuva pode procurar a sede da Secretaria, localizada na Rua Vereador Mário Alfredo, s/n, na Conquista, das 09h às 14h, para se informar sobre o procedimento de solicitação do benefício. Funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Social, em parceria com a Defesa Civil, continuam realizando visitas aos locais atingidos pela chuva. O objetivo é levar programas sociais a esses moradores, como o cadastramento no Minha Casa, Minha Vida, no qual pessoas residentes em áreas de risco têm prioridade na aquisição dos imóveis populares.

Embasa – Os representantes regionais da Embasa, Leopoldo Dias e Eduardo Diniz, informaram que os recorrentes vazamentos de esgoto e de água potável no Alto do Amparo se devem ao deslizamento de terra, que acaba danificando as tubulações. De acordo com Dias, sempre que são detectados problemas desse tipo, a empresa se prontifica a saná-los.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. – Ilhéus, 29.07.15