WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 28/maio/2015 . 19:37

TRIBUTO A UM CIDADÃO QUE POSSUÍA ESTATURA POLÍTICA.

Gustavão

Gustavão

Gustavo Cesar, o Gustavão, esse era o cidadão.

Trabalhou enormemente para a recuperação do Hospital Regional na época, trazendo assim benefícios para a população ilheense.

Tinha altivez, credibilidade e estatura política para frequentar qualquer ambiente, nunca foi flagrado metido em baderna.

Faz falta no atual momento político.

 

Prefeito de Ilhéus defende novo Pacto Federativo na XVIII Marcha a Brasília

De acordo com o prefeito Jabes Ribeiro, o maior objetivo dos gestores municipais, hoje, é rever o pacto federativo e assegurar maior repasse de verbas aos municípios

Prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, na Marcha a Brasília. Foto Secom Ilhéus.

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, participa, desde terça-feira, 26, das atividades da XVIII Marcha Nacional dos Prefeitos a Brasília, iniciada dia 25, promovida pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O gestor ilheense defendeu a imediata formalização do novo pacto federativo pelo equilíbrio na distribuição das receitas entre os governos federal, estadual e municipal.

De acordo com o prefeito, o principal meio para alcançar esse objetivo é rever o pacto federativo, que determina os compromissos de estados, municípios e união. Para ele, com o acúmulo cada vez maior de responsabilidades dos entes municipais, ante a queda de arrecadação, torna-se praticamente inviável manter programas básicos, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e da área de assistência social.

Ribeiro lembra uma das vitórias recentes do movimento municipalista, que foi o aumento, no ano passado, de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Ainda assim, o governo federal, que é a parte com maior arrecadação, exige dos municípios a execução da grande maioria dos serviços, ao mesmo tempo em que oferece um subfinanciamento para mantê-los, e essa conta tende sempre a não fechar”, argumentou o prefeito.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus – 28.5.15

Plano Municipal de Educação é debatido em Ilhéus

O PME atende a 20 metas, é exigência do Governo Federal e discutido em conjunto com a sociedade

Plano Municipal de Educação tem sido discutido por setores da sociedade de Ilhéus. Foto Seduc Ilheus.

Plano Municipal de Educação tem sido discutido por setores da sociedade de Ilhéus. Foto Seduc Ilheus.

A Secretaria de Educação (Seduc) de Ilhéus está em processo de elaboração do Plano Municipal de Educação (PME), que contém os direitos, objetivos, metas e estratégias dessa área para o período de dez anos. A iniciativa é uma exigência prevista em lei federal, e deve atender às 20 metas, que tratam, por exemplo, da erradicação do analfabetismo, universalização do atendimento escolar, superação das desigualdades educacionais e valorização dos professores.

De acordo com Simone Dias, chefe do setor de Programas e Projetos da Seduc, a iniciativa conta com suporte técnico do Programa de Apoio aos Municípios (Proam), e é discutido em conjunto com o Conselho Municipal de Educação, sindicato dos professores, Conselho do FUNDEB, poder legislativo, Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), representantes da educação privada e indígena, e com o Núcleo Regional de Educação.

A iniciativa tem o compromisso de assegurar a participação e democratizar a sistematização do PME. O processo de discussão foi iniciado com a realização de análise da situação do município, considerando os aspectos históricos, geográficos, demográficos, socioeconômicos, culturais e de infra-estrutura. Com base nessa realidade, é possível definir as diretrizes, metas, estratégias, estabelecer prioridades, propor ações capazes de solucionar os problemas identificados e melhorar a qualidade do trabalho.

O relatório está em fase final de sistematização. De acordo com Simone Dias, com o trabalho sendo finalizado no dia 10 de junho, o plano será posto em consulta pública para apreciação da sociedade e, posteriormente, será enviado à Câmara de Vereadores.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus – 28.5.15

Prefeitura de Ilhéus convoca professores aprovados em seleção pública

Aprovados foram convocados devido à desistência de outros candidatos, e devem se apresentar em até cinco dias

Palácio Paranaguá - Foto Gidelzo Silva

Palácio Paranaguá – Foto Gidelzo Silva

A Prefeitura de Ilhéus, por meio das Secretarias de Administração (Sead) e Educação (Seduc) de Ilhéus convoca candidatos aprovados na seleção pública simplificada para contratação de professores e intérpretes de libras. Os convocados devem se apresentar à Gerência de Recursos Humanos, situada no segundo andar do Anexo de Secretarias, à Rua Santos Dumont, s/n, centro, das 8h às 12h e das 13h30min às 18h, no prazo de cinco dias, para apresentar a documentação.

De acordo com a portaria assinada pelo titular da Sead, Ricardo Machado, a convocação foi necessária devido à desistência de candidatos que já deveriam estar atuando nas escolas da rede municipal de ensino.

A lista dos convocados está disponível neste link http://goo.gl/tNGCIo do diário oficial do município.

Secretaria de Comunicação Social – Secom. Ilhéus – 28.5.15

SUCESSO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA PODE EVITAR SAÍDA DO CAMPO.

Pesquisa indica que 84% dos agricultores no país não deixariam a vida no campo. Para assessor técnico do Crea-BA, tal realidade mostra a importância do desenvolvimento agrícola.

Crédito Iano Andrade - Portal Brasil

Crédito Iano Andrade – Portal Brasil

Pesquisa divulgada pelo Núcleo de Educação à Distância (Nead), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), aponta que cerca de 84% dos agricultores brasileiros não trocariam a vida rural por uma oportunidade de trabalho nas grandes cidades. Dados do Ministério indicam que o Brasil possui atualmente mais de 4,8 milhões de famílias de pequenos agricultores. Os números chamam atenção para a existência de uma nova realidade no país onde o êxodo rural convive com uma geração que valoriza o trabalho agrícola e busca a melhoria das condições de subsistência no campo. 

Para o engenheiro agrônomo e coordenador da assessoria técnica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA), Eduardo Rode, a agricultura fixa o homem ao campo, gera renda e emprego evitando o deslocamento de populações rurais para os centros urbanos. Por isso, pensando a realidade regional, Rode afirma ser fundamental investir no desenvolvimento agrícola nas inúmeras regiões da Bahia. “É importante aproveitar a diversidade climática do nosso estado que permite a diversificação de culturas, possibilitando estratégias de produção e reduzindo o risco de insucesso do produtor. Para que o agricultor tenha êxito, deve contar com crédito agrícola, assistência técnica realizada por profissionais habilitados, centros de comercialização que reduzam o papel do atravessador e possibilitem o aumento da renda do produtor”, defende. 

:: LEIA MAIS »

PROJETO QUINTAS MUSICAIS.

NÃO SEI SE DOU RISADAS, OU CHORO?

tonho

Ou ainda, choro de tanto rir…

Quando ouço, ou leio, algum fanático da seita lulopetista, criticando alguma administração. Seja ela qual for.

Completamente sem noção, parecem que habitam outro planeta!

ESPAÇO DO LEITOR – CAMPANHA DO AGASALHO.

Sou funcionária da prefeitura de Ilhéus e trabalho na secretaria de saúde, no Centro Municipal de Atendimento Especializado – CMAE, acompanho os pacientes com Doença Falciforme e estamos lançando uma campanha para arrecadar agasalhos para esses pacientes, porque com o frio as dores dos mesmos se intensificam.

Assim, solicito o seu apoio no sentido de divulgar essa ação em seu blog.

Anexo documento com as informações

Desde já agradeço a colaboração.

Att,

    Terezinha de Sousa Severino
Assistente Social

                  CRESS 5004 

 

SE O CAMPO E AS INDUSTRIAS PARAREM, FICAREMOS DESABASTECIDOS IGUAL A VENEZUELA!

Filas gigantescas na Venezuela, desde a madrugada, para a compra de qualquer coisa

Filas gigantescas na Venezuela, desde a madrugada, para a compra de qualquer coisa

Deputados aprovam fim da reeleição para presidente, governador e prefeito

27/05/2015 23h24 – Atualizado em 28/05/2015 00h29

Antes, Câmara aprovou doação de empresas a partidos, não a candidatos.
Texto completo da reforma política ainda terá que ser votado em 2º turno.

Plenário da Câmara dos Deputados

Plenário da Câmara dos Deputados

http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/camara-aprova-fim-da-reeleicao-para-presidente-governador-e-prefeito.html

Fim da reeleição
Pelo texto aprovado pelos deputados, a nova regra de término da reeleição não valerá para os prefeitos eleitos em 2012 e para os governadores eleitos em 2014, que poderão tentar pela última vez uma recondução consecutiva no cargo. O objetivo desse prazo para a incidência da nova regra foi obter o apoio dos partidos de governantes que estão atualmente no poder.

Durante a votação em plenário, os líderes de todos os partidos orientaram que os deputados das bancadas que votassem a favor do fim da reeleição.

“O entendimento da nossa bancada é que [a reeleição] foi um instrumento que não se mostrou produtivo para o nosso país”, disse o líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ).

Também defensor do fim da reeleição, o líder do Solidariedade, Arthur Maia (BA), argumentou que o uso da máquina pública pelo governante que está no poder torna desigual a disputa com outros candidatos.

“É desigual e injusto alguém disputar eleição contra o governante que está no poder com todos os favorecimentos que este poder proporciona”, discursou.

O líder do PT, Sibá Machado (AC), defendeu o fim da reeleição, com a manutenção do mandato de quatro anos.

“Nossa bancada vai orientar o voto sim, pelo fim da reeleição. Todos nós sabemos que a reeleição foi introduzida por um governo do PSDB”, declarou.

O PSDB também defendeu acabar com a possibilidade de reeleição, ressaltando porém, que essa regra “cumpriu o seu papel histórico”.

“A avaliação da bancada é que devemos caminhar para um novo ciclo, pelo fim da reeleição com mandato de cinco anos. Amanhã [quinta[, discutiremos o período do mandato”, disse o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).

Financiamento
Mais cedo, nesta quarta, a Câmara aprovou incluir na Constituição autorização para que empresas façam doações de campanha a partidos políticos, mas não a candidatos (veja no vídeo ao lado).

As doações a candidatos serão permitidas a pessoas físicas, que poderão doar também para partidos. O texto foi aprovado por 330 votos a favor e 141 contra.

No início da madrugada de quarta, o plenário havia rejeitado emenda de autoria do PMDB que previa doação de pessoas jurídicas tanto a partidos quanto a campanhas de candidatos.

A derrubada dessa emenda foi interpretada por lideranças políticas como uma derrota do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do vice-presidente Michel Temer, que negociaram pessoalmente a votação do artigo da PEC.

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
maio 2015
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia