Por: Redação Bocão News (Twitter: @BocaoNews) – 06 de Novembro de 2014 – 07h44

Após o fechamento das prestações de contas das campanhas eleitorais, constata-se que os candidatos vistos como apostas no PT terminaram o pleito com uma dívida total de R$ 43 milhões. 

Os senadores Lindbergh Farias (RJ),  Gleisi Hoffmann (PR) e o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (SP) foram derrotados ainda no primeiro turno das eleições. 

Segundo levantamento do Estadão, Padilha foi o que mais saiu endividado: R$ 25 milhões; Gleisi no Paraná arrecadou R$ 21 milhões e gastou R$ 26,9 milhões; no Rio de Janeiro, Lindbergh teve saldo negativo de quase R$ 12 milhões. 

Entre os vencedores petistas, Rui Costa, eleito governador na Bahia, foi o que mais gastou e saiu com uma dívida de R$ 13,1 milhões, como mostrou o Bocão News nessa quarta-feira (5).


Curta nossa página de Política no Facebook
 e acompanhe nossas notícias.