WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 22/out/2014 . 18:01

O VENENO DA NOITE !

guyvalerio (1)

Quem não tem estatura para ser Governador.

Será sempre, um militante/sindicalista…

NORDESTE NA MISÉRIA.

NORDESTE

CORAÇÃO DEMENTE II.

dementeII

CORAÇÃO DEMENTE !

MULHERES UNAM-SE CONTRA O GOVERNO IDIOTA

MULHERES UNAM-SE CONTRA O GOVERNO MENTIROSO

EMPRESÁRIOS DE ILHÉUS (BA) PARTICIPAM DO CURSO DE GESTÃO SINDICAL DA FECOMÉRCIO-BA

  DSC02455 (2)-001                                                                                                       

Fomentar o interesse pelo sindicalismo patronal e a formação de novas lideranças sindicais no interior da Bahia. Com esses objetivos, a Fecomércio-BA promoveu o curso de Gestão Sindical na cidade de Ilhéus, voltado aos empresários do comércio da região, com aulas no Sindicato do Comércio Varejista. A solenidade de entrega de certificados ocorreu no dia 15 de outubro, na sede do Sindicato, contando com as presenças do vice-presidente da Fecomércio-BA, Kelsor Fernandes, do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Ilhéus, Antonio Costa, da superintendente do Senac, Liana Brandão, e da gerente sindical da Fecomércio-BA e multiplicadora SEGS, Cristina Maeda. O evento foi prestigiado pelos secretários municipais Roberto Garcia e Jamil Chagouri Ocké.

Desenvolvido pelo Senac Bahia, o curso visa a capacitação teórica e técnica, abordando temas como História do Sindicalismo, Negociação Coletiva e Liderança. Com formato 100% presencial, o treinamento reuniu membros dos dois sindicatos filiados à Fecomércio-BA em Ilhéus (Sindicato do Comércio Varejista dos Feirantes e dos Vendedores Ambulantes de Ilhéus e o Sindicato do Comércio Varejista de Ilhéus).

“O curso de Gestão Sindical é um projeto que começou a ser desenvolvido em 2013. Já capacitamos quase 100 empresários em turmas formadas inicialmente em cidades do interior, como Feira de Santana e Vitória da Conquista. Ainda este mês teremos a primeira turma em Salvador”, conta a gerente sindical Cristina Maeda. Além de sensibilizar os empresários quanto à importância da representação, o curso vem proporcionando aos diretores dos sindicatos da base da Federação mais conhecimento e habilidades para gerir os centros sindicais.

 

Informações à Imprensa:

Auditoria revela fraude bilionária com ‘alunos fantasmas’ no Pronatec

Meu aluno, nosso fantasma...

Meu aluno, nosso fantasma…

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:

Não tem fim>>>

O governo pagou por alunos fantasmas. Ou seja, pessoas que desistiram e continuaram sendo contabilizadas como frequentadoras dos cursos!

Está na mídia nacional – Auditoria inédita da Controladoria-Geral da União (CGU) no Pronatec, uma das vitrines eleitorais de Dilma Rousseff (PT), afirma que não é possível precisar quantos alunos assistem de fato às aulas e como foram gastos os recursos repassados pelo governo federal às escolas.Brasília.

O documento, ao qual o jornal “Folha de S.Paulo” teve acesso, é resultado da primeira fiscalização focada no programa, criado há três anos para formar técnicos, e muito exaltado pela petista.

O relatório, produzido a partir de entrevistas e análise de documentos, foi finalizado em 27 de agosto, depois de manifestação do Ministério da Educação.

Ele aponta descontrole dos gastos públicos porque, diz a CGU, alunos desistentes continuam sendo contabilizados e as instituições podem ser remuneradas por esse grupo que não frequenta mais as aulas, já que não existe processo de prestação de contas nem análise do cumprimento das vagas pactuadas com os ofertantes.

Os auditores analisaram a execução do principal braço do programa, chamado de Bolsa-Formação, por meio do qual a União banca aulas gratuitas de ensino técnico e de qualificação profissional. Ele representa cerca de 40% das mais de 8 milhões de matrículas no Pronatec, a maior parte das vagas é oferecida e custeada diretamente pelo Sistema S (Senai, Senac, Senat e Senar).

‘O aluno desistente continua sendo contabilizado como se estivesse matriculado e a instituição recebe indevidamente o valor da Bolsa-Formação não utilizada’, afirma o relatório da CGU.

Mesmo sem a cobrança, entrega e análise das prestações de contas, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação continuou transferindo recursos para as redes de ensino em 2013 e 2014, que juntos somam mais de R$ 4,5 bilhões”, diz a auditoria da CGU. Em 2011 e 2012, foram distribuídos R$ 1,7 bilhão em bolsas de estudo.

A auditoria diz que os problemas do programa começam pelo Sistec, sistema que gerencia as matrículas. “A rede de ensino não é obrigada a corrigir os dados do Sistec, que vem apresentando falhas desde a sua implementação nem é obrigada a apresentar dados fidedignos”, diz o documento.

A meta de 8 milhões de matrículas do Pronatec foi alcançada em agosto e vem sendo usada como trunfo por Dilma. Neste ano, a presidente já participou de pelo menos 11 formaturas do Pronatec – todas em Estados diferentes.

Segundo a propaganda eleitoral da petista, trata-se do “maior programa profissionalizante do mundo”. Os auditores, porém, dizem que o sistema não permite o registro dos alunos que desistiram do curso. Tal falha impossibilita precisar quantos recebem a formação.

“O Sistec não permite cancelar o registro de alunos desistentes”, diz o relatório da CGU, que sugere a confirmação da matrícula.

Investigação

Suspeitas. No Pará, o reitor do Instituto Federal em 2012 e 12 pessoas são acusadas de desvios. No Paraná, dez servidores do Instituto Federal são investigados por inflar o número de aulas e receber por isso.

Fonte: Informações do Folha de São Paulo via A Tarde

5 MOTIVOS PARA NÃO VOTAR EM DILMA – SILAS MALAFAIA APÓIA AÉCIO – SEGUNDO TURNO ELEIÇÕES 2014

É bom se preparar. O tranco vai ser Forte – por Gen Paulo Chagas

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
outubro 2014
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia