Estava eu no mirante do Sarrafo, quando observei uma movimentação no vizinho General Osório, antigo colégio, que passou a ser Biblioteca Pública.

Desci e fui ver o que acontecia. Era a empresa contratada que começava a fazer o serviço, a saber:

– Roçagem e limpeza de todo o terreno circunvizinho ao imóvel, com a retirada do tapume,

– Recuperação do telhado, e das instalações elétricas e hidráulicas,

– Recuperação dos banheiros, esquadrias, portas e janelas,

– E um alojamento para a Guarda Municipal, poder ter condições de dar segurança ao Patrimônio Público.

montmanut

 Opinião minha: Quem não tem autoridade para falar nada, pois fez parte e colaborou com todos os desmandos acontecidos, tem a desfaçatez de criticar. Eu que sempre fui oposição tenho o direito de opinar.

– Acho que a Prefeitura de Ilhéus, e alguns internautas também acham, que esse imóvel deveria abrigar a Secretaria de Cultura, a de Turismo, e a Fundação Cultural. Pois teriam bastante espaço para desenvolver as suas atividades, e dar vida e manutenção ao belo prédio.

 Uma Biblioteca Pública e Arquivo, poderiam ser planejadas em um outro local, dentro de modernas tecnologias hoje existentes.

 Guy Valérioguyvalerio (1)