Os prefeitos de Ilhéus, Jabes Ribeiro,  e Itabuna,   Claudevane Leite, estão mobilizados em defesa da implantação do Porto Sul, um projeto  que terá investimentos do Governo da Bahia, Governo Federal, e da  iniciativa privada no valor de R$ 3,6 bilhões. O Porto Sul já possui a Licença Prévia do Ibama e terá novas audiências públicas em Ilhéus e Itabuna, nos dias 12 e 13 de dezembro, para a apresentação à comunidade das adequações feitas ao projeto.

            O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, diz que a implantação do Porto Sul “é essencial para o processo de revitalização da economia da região cacaueira, pelo que ele significará como atrativo de novos empreendimentos, ao lado de outros grandes investimentos que estão previstos para o Sul da Bahia, a exemplo da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL), a duplicação da BR-415, no trecho entre Ilhéus e Itabuna, e o novo aeroporto internacional”. “Dentre todos esses investimentos, porém, não tenho dúvidas de que a construção do Porto Sul será um passo mais fundamental para que o município de  Ilhéus e toda a região  entrem num novo ciclo de desenvolvimento econômico e social”, ressalta Jabes Ribeiro..

              O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, destaca que “o Porto Sul é um empreendimento que apoiamos e esperamos com ansiedade porque representará um importante estímulo ao crescimento econômico da região, com efeitos diretos em Itabuna. Estamos nos preparando e buscando as condições para fazer de Itabuna um centro de logística”. “Devido à condição privilegiada de ser cortada e servida por duas estradas federais – sendo uma delas, a BR 101, uma das mais importantes do país-, além de rodovias estaduais, Itabuna pode abrigar empresas de logística e empresas fornecedoras para as empresas que aportarão em Ilhéus. Outro objetivo é fomentar a que as empresas locais, nossa estrutura comercial e de serviços atenda ao fluxo que a chegada do porto gerará, beneficie economicamente o município”, destaca Claudevane Leite.

Blog do Thame.