Outro dia estava no mercado quando vi no final do corredor um amigo da
época da escola, que não encontrava há séculos. Feliz com o reencontro
me aproximei já falando alto:

– Oswaldo, sua bichona! Quanto tempo!!!!

 E fui com a mão estendida para cumprimentá-lo. Percebi que o Oswaldo
me reconheceu, mas antes mesmo que pudesse chegar perto dele só vi o
meu braço sendo algemado.

– Você vai pra delegacia! – Disse o policial que costuma frequentar o

mercado.

Eu sem entender nada perguntei:

 – Mas o que é que eu fiz?

– HOMOFOBIA! Bichona é pejorativo, o correto seria chamá-lo de grande
homossexual.

Nessa hora antes mesmo de eu me defender o Oswaldo interferiu tentando
argumentar:

– Que isso doutor, o quatro-olhos aí é meu amigo antigo de escola, a

gente se chama assim na camaradagem mesmo!!

– Ah, então você estudou vários anos com ele e sempre se trataram assim?

 – Isso doutor, é coisa de criança!

E nessa hora o policial já emendou a outra ponta da algema no Oswaldo:

 – Então você tá detido também.

Aí foi minha vez de intervir:

– Mas meu Deus, o que foi que ele fez?

– BULLYING! Te chamando de quatro-olhos por vários anos durante a escola.

Oswaldo então se desesperou:

– Que isso seu policial! A gente é amigo de infância! Tem amigo que eu
não perdi o contato até hoje. Vim aqui comprar umas carnes prum churrasco com outro camarada que pode confirmar tudo!

E nessa hora eu vi o Jairzinho Pé-de-pato chegando perto da gente com
2 quilos de alcatra na mão. Eu já vendo o circo armado nem mencionei o
Pé-de-pato pra não piorar as coisas, mas ele sem entender nada ao ver
o Oswaldo algemado já chegou falando:

– Que porra é essa negão, que tu aprontou aí?

E aí não teve jeito, foram os três parar na delegacia e hoje estamos

respondendo processo por _HOMOFOBIA_, _BULLYING_ e _RACISMO_.

Olha, meus concidadãos. Nos dias de hoje é um perigo encontrar velhos amigos!