Por: Paulo Machado Matos

Terminaram as apurações no segundo turno na Bahia. O PT perdeu a Capital, manteve Conquista, perdeu como sigla partidária em Feira e o Governador com partidos aliados venceu em Ilhéus e Itabuna, crescendo também em número de prefeituras que o apoiam. É hora de repensarmos muita coisa para 2014, principalmente no egocentrismo reinante de uma cúpula que empurra candidaturas goela abaixo, e depois execrados pelo povo partem para as baixarias, as mentiras, querendo iludir incautos,exemplos de Itabuna e Ilhéus, onde perderam as eleições e a dignidade.

Não se faz junção no plano local confiados em estruturas ligadas a Brasília e ao populismo do ex-presidente. O poder desgasta, expõe, mostras falhas e aponta, como no caso do mensalão a podridão nefasta de alguns que se sentiram donos do Brasil. Temos 02 anos para as eleições, muita água vai rolar debaixo da ponte, mas é preciso sensatez, equilíbrio para que traíras e ganância não andem de mãos dadas.

Acreditava-se na militância, no poder de fogo do ex e de Dilma, esquecendo-se que em cada município deste país ainda existem as lutas locais, as velhas tradições políticas, gerando pequenos gravetos que quando incendiados derrubam não só panelas, mas panelões cheios de arrogância e descuido com a coisa pública. É hora de repensarmos em tudo isso para o bem do povo, e para o povo. Assim analisando, acho que a Democracia venceu, e ela vencendo, o povo venceu.