WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 26/jul/2012 . 21:39

OPERAÇÃO FLORESTA VIVA

Após a apreensão de três caminhões que estavam transportando madeira nativa da Mata Atlântica nos últimos dois meses, a Drª Márcia Cristina Rezende, Delegacia de Proteção Ambiental – DPA, com o apoio da 7ª Coordenadoria de Polícia Civil – Ilhéus, determinou que seus Investigadores localizassem o local e as pessoas envolvidas. No dia 26/07/2012, foi encontrado um desmatamento, que segundo estimativas, podem ultrapassar 150 hectares de mata nativa, na região do Sarampo, no Município de Canavieiras – Bahia. No momento foram detidas seis pessoas em flagrante delito, com eles estavam: dois motosserras, uma espingarda artesanal, duas motos, facões e outros instrumentos utilizados para o desmatamento. Entre os detidos, dois já tem passagem pela polícia e um é foragido da justiça. Segundo informações obtidas no local, as madeiras eram transportadas em caminhões pequenos e logo em seguida, colocadas em caminhões grandes e transportadas para os Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Agora, as investigações seguem para descobrir que eram os mandantes, proprietários das fazendas, depósitos, veículos utilizados e os compradores, como também, se existem outras localidades na região. Qualquer denúncia sobre crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone (73) 3234-8147, por email para dpailheus@hotmail.com ou na Delegacia de Proteção Ambiental – DPA, localizada na Rua Rotary, 261, Cidade Nova, Ilhéus – Bahia.

 ASCOM – DPA

ILHÉUS – BAHIA

VOVÓ MAFALDA FALOU…

…meus netinhos.

Quando a vovó de vocês – hoje é meu dia -, era bem menininha, tinha uma brincadeira chamada ‘barata voa’.

Ficava todo mundo juntinho, e quando gritavam ‘barata voa’, saía todo mundo correndo em várias direções.

O que é que vocês têm com isso?

Na primeira quinzena de agosto vai ter um ‘barata voa’ na política ilheense.

JABES RIBEIRO SAI NA FRENTE.

MP DÁ PARECER FAVORÁVEL À CANDIDATURA DE JABES

PostDateIcon 26/jul/2012 . 20:08 | PostAuthorIcon Autor: Andrei Sansil

Jabes sai na frente. BLOG DO GUSMÃO

O Ministério Público (MP), acabou de dar o parecer favorável pelo registro da candidatura de Jabes Ribeiro (PP) à prefeitura de Ilhéus.

O fato não representa o deferimento do pedido, que só cabe ao juiz, mas põe fim às especulações sobre a inelegibilidade de JR.

Fontes afirmam que, com o parecer favorável do MPE, Jabes será o primeiro prefeiturável a ter o registro de candidatura na cidade.

REPORTAGEM DO BLOG CORREIANELES.

UMA ESTRATÉGIA QUE NÃO DEU CERTO!

Escrito por  em SLIDER | comentários

           Neste exato momento está se realizando pelas ruas do Bairro do Pontal a “GRANDE PASSEATA” que o PT estava anunciando.

Foto CorreiaNeles

            Mais uma vez a passeata da vereadora CARMELITA SOUZA não conseguiu reunir mais de 250 pessoas, ou seja, continua PIFIA, mesmo com a presença do empolganteSCARPITA convocando as pessoas para participarem.

Foto CorreiaNeles

Foto CorreiNeles

Foto CorreiaNeles

           Marcada para as 16hs, conforme vários carros de sons anunciavam por toda a cidade, principalmente no Bairro do Pontal, a tal passeata só conseguiu sair às 18hs, para mascarar o número mínimo de pessoas.

Foto CorreiaNeles

Foto CorreiaNeles

Foto CorreiaNeles

              Mais uma vez a ESTRATÉGIA da turma do PT não deu certo, e o que ficou evidenciado é que a população do PONTALnão está nem aí para a sua candidatura.

ESTIVE DE OLHO EM TUDO!

ETANOL NO SINDTAXI DE ILHÉUS.

NOTA PÚBLICA DO INSTITUTO NOSSA ILHÉUS.

ELE SABE MUITO, FOI PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE.

JORGE LUIZ FALA DO SEU PLANO DE GOVERNO E COMBATE A CORRUPÇÃO NO PROGRAMA O TABULEIRO

Postado por Editor em 26 de julho de 2012 – 11:41 – 

Depois de muito ser cobrado pelo comunicador Vila Nova, que vem abrindo espaço no seu programa O Tabuleiro da conquista FM 105,9 para que os candidatos a prefeito de Ilhéus exponham suas ideias, Jorge Luiz,  candidato pelo PSOL  esteve no programa desta quinta-feira (26) para falar um pouco mais sobre o seu plano de governo a população, caso seja eleito.

Tratando a saúde como prioridade, o candidato do PSOL disse que estão fazendo politicagem com a saúde no município, “Existe um inchaço na folha que impede o bom andamento da pasta. Os concursados deveriam ser os priorizados e não os contratados” declarou em conversa com o comunicador Vila Nova.

Jorge também falou de educação, valorizando os profissionais e ressaltando o desafio que os professores vem enfrentando com a greve. Ele comentou também sobre os desvios de dinheiro e combateu radicalmente a corrupção.Clique e ouça a entrevista do candidato Jorge Luiz.

FELIZ DIA DO AMIGO (atrasado)

O PREFEITO DE ILHÉUS, NEWTON LIMA, CONCEDE UMA MIRABOLANTE E HILÁRIA ENTREVISTA AO JORNAL A TRIBUNA.

Newton Lima, Prefeito de Ilhéus-Ba.

Clique aqui, e ria a vontade.

ESPAÇO DO LEITOR – CORREÇÃO.

SEU GUY:
 
OBSERVE O AMADORISMO.
NUM TEXTO PEQUENO DESTE PELO MENOS DOIS ERROS:
 
“E VIRADA”  quando devia ser “A VIRADA”, e
 
“EPOLGAÇÃO” QUANDO DEVIA SER “EMPOLGAÇÃO”.
 
IMAGINA O TANTO DE BESTEIRAS QUE IRIAM FAZER SE UM DIA CONSEGUISSEM GOVERNAR ILHÉUS.
 
ATÔNITO

Advogados vão ao TSE para tentar adiar julgamento do mensalão

25/07/2012 21h48 – Atualizado em 25/07/2012 21h50

Parte dos defensores é ligada ao PT; eles mencionam prejuízo a candidatos.

Objetivo é que presidente da Justiça Eleitoral leve discussão para o STF.

Fabiano CostaDo G1, em Brasília
A oito dias de os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começarem a julgar os 38 réus do mensalão, seis advogados paulistas – três deles ligados ao PT – acionaram a Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (26) para tentar adiar a análise do caso para depois das eleições de outubro.

Na representação protocolada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o grupo solicita que a chefe da Corte, ministra Cármen Lúcia, pondere com os colegas do STF sobre a suposta “inconveniência” de apreciar o mensalão em meio à corrida eleitoral. Eles ressaltam na petição que o adiamento do julgamento não traria risco de prescrição dos crimes imputados aos suspeitos de envolvimento no suposto esquema de pagamento de propina em troca de apoio político no Congresso.

“Vossa Excelência [Cármen Lúcia] presidirá as próximas eleições com o grave e iminente risco de abalo ao equilíbrio aos disputantes e, por consequência, de embaçamento da livre, legítima e autêntica expressão da vontade do eleitor”, enfatizaram os autores do documento.

Segundo o advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador da setorial jurídica do PT de São Paulo e um dos mentores da proposta, a iniciativa não teria sido articulada com a direção petista nem com os réus da ação penal. ““Não teve combinação com a legenda. Não os consultei e eles também não me pediram nada. Não houve articulação ou aval do PT”, afirmou.

Ainda de acordo com Carvalho, a mobilização teria partido de uma “preocupação” em torno de uma eventual politização do julgamento.

Além de Carvalho, assinam o manifesto outros dois advogados filiados ao PT: César Pimentel, dirigente da setorial jurídica do PT-SP, e Gabriela Shizue Soares de Araújo, ex-advogada do ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Os demais signatários da representação (Marcelo Figueiredo, Fábio Roberto Gaspar e Ernesto Tzulrinik) não teriam laços com a sigla.

Prejuízo para petistas
Na peça entregue à Corte Eleitoral, os advogados argumentam que a repercussão midiática do caso durante a campanha eleitoral poderá trazer prejuízos para os candidatos de “partidos envolvidos”. Na época do escândalo, surgiram indícios de que políticos do PT, PR e PTB foram receberam quantias do chamado “valerioduto”.

“O desequilíbrio, em desfavor dos partidos envolvidos, é evidente. Tem-se o pior dos mundos: a judicialização da política e a politização do julgamento. Perde a democracia, com a realização de uma eleição desequilibrada. Perde a República, com o sacrifício dos direitos dos acusados ao devido processo legal”, destacou o grupo.

Carvalho garante que sua iniciativa não visa a proibir a utilização de imagens do julgamento do mensalão nas propagandas eleitorais. Conforme ele, essa manifestação cabe aos defensores de candidatos e réus.

MARTINHO DA VILA DESABAFA.

25/07/2012 13h15 – Atualizado em 25/07/2012 13h15

‘Compor é doloroso’, diz Martinho da Vila após regravar disco de 1969

Sambista completa 45 anos de carreira com novas versões.
‘Ninguém nunca regravou um disco todo. É inédito’, afirma cantor ao G1.

Lívia MachadoDo G1, em São Paulo

Martinho da Vila  (Foto: Divulgação)O sambista Martinho da Vila lança disco para comemorar 45 anos de carreira  (Foto: Pierre Vicarini/Divulgação )
saiba mais.

Era para ser apenas uma lembrancinha de festa. Martinho da Vila queria fazer um “disquinho” para dar de presente aos amigos e comemorar de forma intimista os 45 anos de carreira. “Eu não queria gastar muito dinheiro, a ideia era uma coisa pequena, um disco pra mim e para dar cópias aos mais chegados”, conta Martinho ao G1.

O petit comitê virou banquete, e o sambista lança “Martinho da Vila 4.5 atual”, no qual regrava seu álbum de 1969 batizado com seu nome. De novo, acrescenta a música “Partido-alto de samba”, que tirou da gaveta e teve vontade de incluir na faixa bônus. “Não sei por qual razão decidi incluir. Deu vontade e gravei. Não gosto de analisar nada.”

Quando escreveu a canção, a proposta era mostrar que não existe diferença entre partido-alto e o samba da Bahia. “É tudo samba, tudo bom”. Além dela, inseriu “Samba dos passarinhos” e “Pãozinho de açúcar”, que não pertencem ao disco original. “Antigamente, compunha mais, hoje só quando tenho um objetivo, um tema. Nem sei quantos discos tenho. Fazer música é muito cansativo, doloroso.”

‘É inédito’
O sambista afirma que se sente pioneiro em reciclar repertório completo de seu primeiro trabalho. “Todo mundo regrava uma música ou outra, o álbum inteiro ninguém fez. É inédito.” Martinho quis ser fiel à produção original, mas inovou ao incluir no coro as vozes de seus seis filhos. Eles participam da maioria das canções. Apenas em “Casa de bamba”, “Pra que dinheiro” e “O pequeno burguês”, foram usadas outras três vozes femininas.

Para tal, recorreu às backing vocals Patrícia Hora, Paula Tribuzy e Jurema de Cândia, com a proposta de conferir certo requinte ao disco. “Meus filhos cantam bem, mas nenhum deles é vocalista. Essas meninas fazem o que você pedir com a voz. Queria um coro feminino sofisticado, com vozes originais.” O resultado, defende Martinho, é um disco 100% novo. “Nunca é a mesma coisa.”

Martinho da Vila (Foto: Divulgação)Martinho da Vila regrava seus antigos sucessos em disco comemorativo  (Foto: Pierre Vicarini/Divulgação)

 

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
julho 2012
D S T Q Q S S
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia