Os políticos começaram a se mexer com maior velocidade no tabuleiro eleitoral.

Isto se pudermos chamá-los de peças, pois alguns tem dono, outros tem patrões, e outros ainda são verdadeiras incógnitas.

Uns procuram mostrar que têm parceria forte, outros tentam esconder os seus parceiros.

Alguns caminham com suas próprias pernas, outros precisam de muletas, mesmo que sejam muletas quebradas.

Tem os que querem bônus e benesses, mas fogem do ônus e do desgaste. Deus benza !

Estou sendo enigmático?

Claro, a intenção é essa mesma.

Colocar o meu caro leitor para pensar.

Não bastam as últimas decepções? Não bastam as últimas aventuras? 

Você aguenta? Eu não !