Do http://www.jornalbahiaonline.com.br
Às vésperas do Encontro Municipal de Tática Eleitoral, que irá acontecer na manhã deste domingo (29), na Câmara de Vereadores de Ilhéus, um evento preparatório visando a escolha definitiva do nome petista para a disputa majoritária da eleição deste ano, em Ilhéus, o partido anunciou agora a tarde de que não haverá “bate-chapa”, acabando de vez com a possibilidade de disputas internas na sigla. Integrantes da “Articulação CNB”, grupo que nos últimos meses vinha demonstrando intenção de apresentar um nome para a disputa, anunciaram que irão apoiar a Professora Carmelita na sucessão do prefeito Newton Lima. “O nome da professora agora se viabiliza e une o nosso partido”, disse o vereador Alisson Mendonça, representando a Articulação CNB. “O projeto de governar Ilhéus e dar à cidade os caminhos de desenvolvimento que os ilheenses tanto nos cobram é o que nos mantêm unidos. O momento de diferenças já passou e a hora é de mostrarmos que, juntos, somos fortes e podemos”, completou.

Alisson representou, durante a solenidade, um grupo de influentes lideranças políticas no PT, a exemplo dos empresários Nilton Cruz e Jorge Brito; professor Washinghton; a sindicalista Ana Maria Oliveira; os advogados Fernando Hugnes e Gabriel Bittencourt, além dos deputados Rosemberg Pinto (estadual) e Geraldo Simões (federal). “Estaremos todos empenhados nesta luta de Carmelita e do PT, numa unidade que nos orgulha muito”, elogiou o empresário Jorge Brito. “Os sinais de que temos a disposição de ajudar e de trabalharmos juntos, estamos dando desde agora por que todos nós só seremos vencedores se a Professora Carmelita também vencer”, completou Alisson Mendonça. Além destas personalidades, já anunciaram apoio à candidatura da Professora Carmelita, os deputados federais Josias Gomes e Valmir Assunção, os deputados estaduais Fátima Nunes e Marcelino Galo, além do senador Walter Pinheiro.

Para a presidente do diretório municipal do PT, Marilene Lapa, em um partido como o dos Trabalhadores, onde o exercício da liberdade de expressão é uma construção permanente, é natural de que existam diferenças no pensar, mas é fundamental que todos saibam avaliar o outro com ética e democracia. “A disputa não nos torna inimigos e nem adversários”, garantiu. Para Marilene, a unidade representa, sobretudo, o amadurecimento de um partido que está determinado em governar a cidade ao lado da presidenta Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner.

“Este não é um projeto individual. É um projeto do partido e do que ele tem de melhor para apresentar à cidade”, afirmou a pré-candidata Professora Carmelita. Por isso – garante – a vitória da unidade representa o avanço que faltava ao partido para conquistar os seus objetivos nestas eleições que se aproximam. “Demonstramos grandeza quando pensamos diferentes, mas sentamos quando necessário, debatemos permanentemente e o importante é que seguimos em frente o caminho pelo bem da coletividade”, afirmou. De acordo com Carmelita, tudo o que for construído a partir de hoje “será pelo bem do povo de Ilhéus”