Uma sessão bastante polemica foi realizada na câmara de vereadores de Ilhéus, o assunto da vez, as péssimas condições dos cemitérios do nosso município, a maior dificuldade é encontrar uma vaga para sepultar algum ente querido, apesar dos 28 cemitérios existentes.

Famílias que desejam sepultar seu familiar no Malhado são obrigados a levá-los para onde encontrar disponível um local, como se não bastasse existe casos de cemitérios dentro de áreas privadas e que passam por processo de litígio, deixando o sofrimento de muitas famílias ainda maior.

O gerente dos cemitérios de Ilhéus, senhor Marcos Clemente, afirmou que o motivo é a lotação dos principais cemitérios de Ilhéus, atrelado a isso a falta de serviços básicos para a manutenção dos espaços atrapalha ainda mais, “esta faltando respeito com aqueles que se foram este é o destino de todos nós”. Há três anos o senhor Marcos esteve na Câmara de Vereadores falando das dificuldades e que ao longo destes anos apenas aumentaram, temos que fazer gavetas urgentemente, sei que não será fácil.

O presidente do poder legislativo ilheense, vereador Edivaldo Nascimento (Dinho Gás) parabenizou o vereador Paulo Carqueija pelo requerimento e afirmou que a cidade necessita com urgência de um novo cemitério e que a casa do povo irá acompanhar atentamente essa situação além de encaminhar ao poder executivo, a emenda que previa a desapropriação de área para a construção do novo cemitério.