WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 14/mar/2012 . 19:40

PROGRAMADO PARA VENCER.

Por Soeli de Oliveira

Nosso cérebro é um fantástico mecanismo perseguidor de objetivos que mobiliza um grande poder de realização a partir de nossas paixões, sonhos, valores e crenças. 

Ao falar de suas metas, evite usar palavras como “tentar”, “talvez” e “espero”. Substitua-as por “eu quero que”, “vou me esforçar”, “vou procurar”.

O cérebro possui um sofisticado sistema de percepção, sinalização, armazenamento de dados e informações; além  de proteção, controle e adaptação, que geram energia, força e emoções.  É considerado um dínamo interno, chamado pelos estudiosos de Sistema de Autopreservação e Preservação da Espécie – SAPE.

O SAPE por natureza:

 

– Não conhece doença

– Está sempre alerta

– Aprende facilmente

– Não envelhece

– Mobiliza o sistema glandular endócrino

– Não aceita dúvidas ou hesitação

– Sabe sempre o que fazer

– Adora metáforas

– Adora significados

– Identifica-se com o que chamamos de inconsciente.

A atitude de uma pessoa perante a vida depende do estado do SAPE de seu cérebro. Já o estado do SAPE depende da programação a que a pessoa esteve e está exposta.

O Dr. Juan Hitzig, especialista em medicina geriátrica, chegou à conclusão que  “cada pensamento gera uma emoção e que cada emoção mobiliza um circuito hormonal que terá impacto nos trilhões de células que formam um organismo”. Em outras palavras,  aquilo que semeamos em nossa mente causa um tremendo impacto em nossa fisiologia e em nosso estado de ânimo.

:: LEIA MAIS »

CÂMARA DEBATEU REGULAMENTAÇÃO DE RUAS COM OS CORREIOS.

Reunião com os Correios - Foto Alfredo Filho.

Em reunião realizada na sala das comissões da Câmara municipal de Ilhéus, neste dia 14, quando foi debatido pelo chefe de gabinete do prefeito, senhor José Nazal, lideres comunitários, representante dos correios, Reicharles Moraes e o vereador Valmir Freitas.

As inúmeras ruas do município que não tem nomes ou recebem nomes de personalidades que estão vivas, deverão ter novos nomes, um grande exemplo é o alto do Iraque, no Banco da Vitoria, onde as ruas não tem nomes, a rua Aldair é outro caso que chama atenção claro, bem como, a rua José Nascimento deverá ter um outro nome.

O presidente do poder legislativo ilheense, vereador Edivaldo Nascimento (Dinho Gás) presidiu a reunião e atentamente acompanhou o debate e o desenrolar da situação, apresentou casos de ruas que também estavam sem nomes em outras localidades e aguardará ansiosamente o momento em que será apresentado no plenário para votação final.

A regulamentação das denominações dos logradouros públicos na zona urbana do município acatará anseios diretos de moradores dos bairros, Olivença, Salobrinho, Vila Cachoeira e Banco da Vitoria, facilitando os trabalhos dos correios e sociedade de forma geral.

REVISTA ON LINE DE FUTRICAS.

As vezes eu mesmo tento me enganar pensando que uma coisa é séria, quando na verdade não é.

O tal do Instituto Nossa Ilhéus e a página no Facebook de Olho na Câmara de Vereadores, são coisas vexaminosas.

Essas duas senhoras, ficam ligadas no Facebook, tirando fotos em situações inusitadas dos vereadores, e postando comentários desairosos contra os edis. Coisa pobre, chula, um desserviço.

Abaixo algumas fotos pescadas na página pública do Facebook, cujos comentários nego-me a postar.

Vereador Alisson Mendonça, ao telefone.

Vereador Aldemir Almeida, ao telefone.

Vereadores Sampaio, Alisson e Carqueja confabulando.

Se aos Vereadores é vedado o uso do telefone ou confabularem entre si, o uso da internet gratuita para falar mal deles, deveria ser também.

 

ELE VOLTOU – RABAT CORAÇÃO DE LEÃO, A REVANCHE.

Foi com muita alegria que tirei esta foto, ele no observatório do R2CPRESS.

Oposição recorre ao TSE de decisão do TRE sobre cassação de Wagner

O Democratas vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) pela cassação do registro e inelegibilidade do governador Jaques Wagner (PT) e do vice Otto Alencar (PSD).

A ação, que teve liminar favorável do juiz Ruy Eduardo Almeida Britto, em setembro de 2010, denuncia o descumprimento do artigo 73 da Lei Eleitoral que proíbe a transferência de recursos públicos através de convênios nos três meses anteriores às eleições.

No período eleitoral, durante a gestão do então governador e candidato à reeleição Jaques Wagner, a Conder e a Bahiatursa, órgãos do governo estadual, publicaram convênios e fizeram pagamentos da ordem de R$ 6 milhões fora do prazo permitido pela Legislação Eleitoral

“A decisão do TRE baiano abre um precedente perigoso. Se prevalecer o entendimento do tribunal regional, nas próximas eleições municipais, o governo estadual vai poder fazer convênios e distribuir verbas em pleno período eleitoral, favorecendo seus aliados”, alerta o presidente do Democratas, José Carlos Aleluia. O líder oposicionista observa que a lei eleitoral procura preservar a igualdade de condições nas eleições.

No julgamento ocorrido na última terça-feira (14), todo o colegiado acompanhou o voto do relator, o juiz Maurício Kertzman, um dos candidatos da OAB à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia.

RELEMBRANDO UM POUCA DA REFORMA DA AVENIDA SOARES LOPES.

Naquela época, sou testemunha ocular e histórico, estava estabelecida uma pendenga mais ou menos assim.

Terminava ou não terminava a Avenida?

Desobedecia ou não, o projeto Burle Max?

Antônio Olímpio ganha a eleição sob as bençãos de ACM.

O falecido babalorixá, naqueles seus famosos arroubos ‘eu quero, eu posso, eu faço’, ajudou ou mandou fazer, não lembro bem, a recuperação da avenida.

Feita a toque de caixa e nas coxas, não respeitando o escoamento das águas pluviais.

Resultado, qualquer chuva alaga tudo. Mexe aqui, alaga ali, mexe lá, alaga acolá. E de mexida em mexida, vai-se quebrando um galho.

Me respondam então, para onde vão as águas da chuva que se escoam devagarinho depois do alagamento?

Duplicação da avenida Soares Lopes, feita a 'toque de caixa', e que a qualquer chuva alaga a própria avenida, ruas e bairros adjacentes.

 

FELIZ ANIVERSÁRIO JABES RIBEIRO

Na trajetória da vida humana há pessoas que se destacam por seus feitos heroicos e grandiosos, pela notoriedade de suas ações, por estarem inseridos num mundo de celebridades. Outros se desatacam por suas ações políticas, educacionais.

Nesse dia 14 de março, talvez não pudesse avaliar com exatidão a importância de tão justas homenagens aos poetas acadêmicos “Castro Alves e Jabes Ribeiro”. São os homens escrevendo a sua história.

Bem aventurado os filhos que dedicam a retribuir com dádivas de amor os preciosos bens recebidos dos pais: a vida e o bom exemplo.

Feliz Aniversário, paz, saúde ao lado de sua amada Adriana e filhos.

São os votos dos amigos e companheiros.

Kalif Rabelo

EU SÓ QUERIA ENTENDER?

O Ministério Público Federal pede investigação sobre problemas de uso da terra em Itacaré e Uruçuca.

Eu só queria entender!

Depois pede Audiência Pública para licenciamento do Porto Sul, para as mesmas áreas investigadas.

Eu só queria entender?

O Ministério Público Federal tem autonomia, muito bem, tem critério, pergunto?

Afinal, nós os contribuintes é que pagamos o salário dessa gente.

 

DIRETO DO BLOG PHOTOSSÍNTESE.

Instituto Floresta Viva na lista negra da CGU

Ter, 13 de Março de 2012 01:07

Principal aliado de Guilherme Leal, Ruy Rocha que dirigi o Instituto Floresta Viva, tem seu nome na lista dos fichas sujas da CGU

O Instituto Floresta Viva,situado no Distrito de Serra grande, Uruçuca, foi criado em 2003, a partir da falência do Instituto de Estudos Socioambientais do Sul da Bahia (IESB), principal líder do movimento contrário à implantação do Complexo Intermodal Porto Sul,localizados no sul da Bahia, está entre as Organizações Não-Governamentais analisadas pela Controladoria Geral da União (CGU) que se apresentam “com restrição” e têm convênios considerados com “irregularidades insanáveis” junto ao Governo Federal. Isto significa que a Instituição fica proibida de assinar qualquer tipo de convênio com o Governo em qualquer esfera e o responsável fica inelegível e inábil para atuar em qualquer projeto.

O Instituto Floresta Viva apresenta dois processos. O primeiro, um repasse no valor de 600 mil reais, com vigência entre 15 de dezembro de 2008 e 27 de maio deste ano, destinado a iniciar um processo de discussão mais aprofundado acerca das questões ambientais e promover a recuperação dos recursos naturais em 14 projetos de assentamento no território litoral sul da Bahia. O outro, no valor de 231 mil e 700 reais, para subsidiar o procedimento de licenciamento ambiental a ser efetuado pelo Incra nestes mesmos 14 projetos de assentamento. Em ambos os casos, os convênios foram assinados com o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Incluídas no Cadastro de Entidades Privadas sem Fins Lucrativos Impedidas (Cepim), elas estão proibidas de assinar novos convênios ou termos de parceria com órgãos da administração pública federal, como os vários ministérios e autarquias

Uma lista com 164 ONGs impedidas de firmar convênios com a administração federal foi divulgada pela CGU. Segundo o órgão, diversos ministérios fizeram uma análise sobre “a regularidade na execução de seus convênios com entidades privadas sem fins lucrativos” e o resultado foi esta relação de nomes. O governo considerou 305 casos com restrições. No Portal da Transparência, pode-se encontrar o cadastro.

Ainda de acordo com a CGU, as 164 entidades vão ter que responder a Tomadas de Contas Especiais a fim de quantificar quanto cada uma terá de devolver aos cofres públicos. Nos próximos dias, o governo federal deve publicar uma portaria instituindo um grupo de trabalho interministerial com o objetivo de propor, em 60 dias, formas de aperfeiçoar a metodologia de prestação de contas de convênios, contratos de repasse, termos de parceria e instrumentos congêneres celebrados por órgãos e entidades da administração pública federal com entidades privadas sem fins lucrativos.

Atos Recentes

O Instituto Floresta Viva receberá R$ 1,7 milhão do BNDES para recuperação florestal e manejo sustentável de mudas em uma área do Parque Estadual da Serra do Conduru, na Bahia. O parque abriga uma rica biodiversidade e foi criado como medida compensatória pela construção da rodovia BA-001, em 1997. Com a reprovação por atos de “irregularidades insanáveis”, provavelmente este projeto seja suspenso.

ESTE EMPREENDIMENTO TEVE ALGUM TIPO DE LICENÇA AMBIENTAL?

Minha casa minha vida em Ilhéus se encontra em área de mangue (Blog Photossíntese)

Seg, 12 de Março de 2012 16:02
Implantado com o objetivo de resgatar a dignidade dos moradores de barracos em favelas de Ilhéus, o Condomínio Bosque Verde, construído no bairro Teotônio Vilela, na zona Oeste da cidade, deveria mudar a vida de 272 famílias.

A obra utiliza recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II) e faz parte do Programa de Prioridade de Investimento, através da intervenção em favelas. As novas casas do Condomínio Fechado Bosque Verde deveria garantir mais dignidade e uma melhor qualidade de vida para os futuros moradores que antes viviam em barracos improvisados com restos de madeira e papelão, construídos nos mangues das ruas do Mosquito e Floresta Bambuzal. No entanto o governo está transformando a expectativa dos moradores que há muitos anos aguardam a realização do sonho de ter uma casa própria em um paliativo.

Mesmo sendo um condomínio que conta com infraestrutura completa, a exemplo de saneamento básico, rede de águas, drenagem pluvial, contenção de encostas, pavimentação de ruas e criação de uma ciclovia, não se sabe até quando esta situação vai durar uma vez que se trata de uma construção dentro de uma área de mangue sujeito as reações naturais das intempéries.

foto Ed Ferreira

foto Ed Ferreira

EM SÃO PAULO, O MODO TUCANO DE COMUNICAÇÃO – O PÚBLICO SERVINDO AO PRIVADO.

Folha comemora ter aumentado o Ibope da TV Cultura em três décimos

Anderson Scardoelli

A Folha de São Paulo valorizou o fato de ter alcançado um ponto do Ibope durante a estreia da ‘TV Folha’, programa de meia-hora exibido pela Cultura. O número representa três décimos a mais do que a emissora da Fundação Padre Anchieta atingiu no mesmo horário (20h às 20h30) na semana anterior com a transmissão de “Don’t Look Back”, documentário sobre Bob Dylan.

O veículo também ressaltou que o número representa 60 mil telespectadores na região da Grande São Paulo. O texto, original da versão online do jornal, noticia que a ‘TV Folha’ fez a TV Cultura ocupar a sexta posição no ranking. Globo, Record, SBT, Band e Rede TV ficaram à frente. Na comparação com os demais canais de VHF da localidade, a Cultura só ficou à frente da Gazeta.

TV_Folha_X_R7

‘TV Folha’ registrou um ponto no Ibope.

O fato de a hashtag #TVFolha ter ocupado o primeiro lugar dos Trending Topics do Twitter, ranking dos termos mais comentados no microblog, também foi valorizado na matéria produzida pela Folha.com. O site publicou que alguns internautas pediram para o programa ter a duração ampliada.

Editor da ‘TV Folha’, Fernando Canzian elogiou a produção ao ser entrevistado para a matéria da Folha.com. “O fato de reclamarem da duração do programa reforça a tese de que faltam opções interessantes na programação de domingo à noite na TV aberta”, avaliou. A “falta de opção” no domingo foi citada pela edição de domingo da versão impressa da Folha.

Crítica do R7
Duas horas após a ‘TV Folha’ ir ao ar, o R7 publicou uma crítica — sem a assinatura de nenhum jornalista do site. O portal de notícias e entretenimento da Rede Record afirmou, no título, que o programa produzido pelos profissionais da Folha de São Paulo foi um “fiasco de Ibope”, apesar de ter sido “anunciado com alarde”. O R7 ainda publicou que, até a publicação do texto, ninguém da Folha e do UOL tinha divulgado a audiência da ‘TV Folha’.

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
março 2012
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia