WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 4/fev/2012 . 21:27

O TIJOLAÇO – LEONEL BRIZOLA NETO.

O imundo macartismo “faxineiro”

Os hospitais que receberam emendas em Campina Grande e, à direita, o de Brejo da Madre de Deus, para onde o líder tucano enviou dinheiro para “patrolar” estradas

Nem bem se anunciou a (possível) nomeação do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP) para o Ministério das Cidades, o Estadão já parte para cima do ministeriável.

Aguinaldo Ribeiro favoreceu no Orçamento de 2012 o curral eleitoral da irmã, a deputada Daniella Ribeiro“, diz o jornal, dizendo que ele apresentou emendas que seriam destinadas a favorecer eleitoralmente a irmã.

Bem, o “curral eleitoral” é nada menos quea  cidade de Campina Grande, de “apenas” 600 mil habitantes, só ligeiramente menor que a capital do Estado da Paraíba, João Pessoa. Campina é, inclusive, centro de uma região metropolitana de 23 municípios e a maior do interior do Nordeste.

E o que foi este terrível fisiologismo nepotista?

R$ 450 mil para equipar melhordois hospitais filantrópicos que realizam atendimento público na cidade. O Pedro I, fundado em 1932 pela maçonaria e o Escola, criado em 1965 por uma associação mantida pelo Governo da Holanda, que depois passou a ser administrado por brasileiros e  é hoje onde são atendidos os acometidos por câncer na região, porque oferece quimio e radioterapia.

E mais R$ 330 mil para uma Universidade Federal ali localizada. Note, um órgão federal e uma universidade pública.

Ora, pode até se discutir se devem existir emendas parlamentares ao Orçamento, o que é considerado errado, com razão, por muitos. Mas o fato é que elas existem e quase todos os deputados as utilizam, individual ou coletivamente, através das emendas de bancada.

Se o Estadão quer ser coerente, deveria dizer que o líder do PSDB, deputado Bruno Araújo, aprovou uma emenda no valor de R$ 400 mil para beneficiar seu “curral eleitoral” da cidade de Brejo da Madre de Deus, em Pernambuco, para passar a patrol em dez quilômetros de estradas vicinais no pequeno município, de apenas 45 mil habitantes, onde o prefeito (e médico) Edson Souza deixa o Hospital Municipal José Carlos de Santana caindo aos pedaços, sem colchões ou lençóis e imundo, como você pode ver aqui.

Não conheço o deputado Aguinaldo, mas acho que ele fica bem, pelo menos nessa comparação de emendas parlamentares.

O QUE SERÁ QUE ME DÁ?

O prazer mórbido em atacar civis

by Roni

“Você volta e manda sua presidenta falar comigo!” Foi a surpreendente resposta do policial a Paulo Maldos – Secretário Nacional de Articulação Social que ainda foi baleado (bala de borracha) em Pinheirinho. (Pode-se dizer que o próprio Governo Federal foi baleado em Pinheirinho – na pessoa de Paulo Maldos.)

Quem assistiu o filme “A Morte e a Donzela” de Roman Polanski, certamente não esqueceu a cena em que o personagem de Ben Kingsley termina por confessar sua culpa em detalhes. A história se passa num país sul-americano imaginário que reconquistou a democracia depois de anos de ditadura sangrenta. Kingsley faz o papel de um médico que trabalhava para o regime militar examinando o estado de saúde das vítimas durante as sessões de tortura. Sigourney Weaver faz a sobrevivente traumatizada que o reconhece pela voz e pelo cheiro como sendo seu algoz durante o período em que esteve presa. Está convencida de que ele a estuprou várias vezes após as sessões de tortura a que foi submetida, mantendo-a sempre de olhos vendados.

O filme de Polanski foi classificado como ficção, ao menos no Brasil. Mas não há nada fictício ali. A América do Sul foi palco de ditaduras militares por décadas. Milhões de pessoas foram presas e torturadas, milhares mortas ou “desaparecidas”.

Na Alemanha nazista, muitos prisioneiros serviam de cobaias para experimentos sobre os limites da dor, da fome, da sede, da pressão psicológica, dos abusos sexuais e outras formas de degradação humana que nem ousamos imaginar. Na verdade não havia limites para a imaginação dos “pesquisadores” de Hitler. Tudo era permitido fazer com os prisioneiros. Principalmente os que já estavam condenados a morte. Saiba mais

ILHÉUS TEM VÍDEO MONITORAMENTO LEGALIZADO?

Veja no link, Cam1, Cam2, eu hein!!

NOTICIAS DA GREVE DA PM NA BAHIA.

 Governador, ministro da Justiça e autoridades civis e militares se reúnem na Base Aérea de Salvador

O governador Jaques Wagner esteve na Base Aérea de Salvador nesta manhã de sábado (4), onde desembarcou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Os dois se reuniram com o chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos Nardi, a secretária nacional de Segurança Pública Regina Miki, o secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Barbosa, o comandante geral da Polícia Militar (PM), coronel Alfredo Castro, e outras autoridades civis e militares.
Para o governador, a presença do ministro e demais autoridades é uma demonstração da postura do governo federal em relação ao que está acontecendo na Bahia. “A democracia é território do império da lei, seja qual for o conteúdo da demanda apresentada. Não podemos admitir que aqueles que são remunerados para dar paz e tranquilidade para o povo baiano se transformem no contrário, e eu falo de uma minoria. A maioria da Polícia Militar da Bahia, uma instituição quase bicentenária, quer ter melhores condições de trabalho, mas não pode comungar com a quebra da disciplina, da hierarquia, com a ameaça de arma em punho à população e com o esbulho do patrimônio público e privado”.
Os praças da PM baiana já acumulam, de acordo com Wagner, em cinco anos de governo, perto de 60% de reajuste, o que representa um ganho real de cerca de 35%. “Este ano, quando nem todos os governadores e nem o governo federal garantiram o reajuste linear igual ao da inflação do ano passado, nós já garantimos na Bahia um reajuste de 6,5%”.
O governador destacou o esforço do Estado na incorporação de 9 mil homens ao contingente da PM nos  últimos cinco anos, na renovação da frota e na melhoria das condições de trabalho, que, para ele, ainda não são as ideais. “Continuarei, como sempre foi a minha postura, aberto à negociação, mas eu não posso ser governado por policiais militares de arma em  punho. Isso é a subversão completa do estado democrático de direito. Espero que a ampla maioria da PM retorne tranquilamente à normalidade e vamos continuar, como em outros anos, negociando para a melhoria salarial e das condições de trabalho”.

 

Presidente Dilma decretou Operação de Lei e Ordem

Segundo o ministro, a presidente da República decretou, nos termos da legislação em vigor, Operação de Lei e Ordem, o que significa a possibilidade de mobilização da Força Nacional, da Polícia Federal e das Forças Armadas sob o comando do Ministério da Defesa. “Isso nos permite trazer para a Bahia o maior contingente operacional que já se fez em situações dessa natureza. São mais de três mil homens, somando as Forças Armadas e o Ministério da Justiça em estreita relação com o Governo do Estado da Bahia. A ideia é fazer com que o estado de direito prevaleça”.
Nesse sentido, Cardozo disse que a Polícia Federal já está orientada para que transgressões à lei sejam apuradas e punidas com o máximo rigor. O ministro ressaltou que depredações e ataques a equipamentos que estão submetidos à Operação de Lei e Ordem  configuram crime federal. “Portanto, a Polícia Federal poderá investigar, apurar e submeter as ações ao Ministério Público Federal, para que as medidas corretas sejam tomadas, sem prejuízo das sanções no âmbito do Estado e nas ações que o Ministério Público Estadual deve adotar”.
Cardozo destacou que a vinda à Bahia, junto com o chefe do Estado Maior das Forças Armadas, é uma orientação da presidente da República, Dilma Rousseff. “O governo federal tem uma estreita relação com a equipe de segurança pública do Governo do Estado. Temos feito projetos em conjunto, o que nos leva a admirar as polícias estaduais Civil e Militar. Nós estamos dando ao Governo da Bahia todo o apoio incondicional para que seja possível cumprir a missão na defesa da ordem e do estado de direito”. O ministro Cardozo disse que este tipo de ação criminosa tem ocorrido em outros estados brasileiros. “Isso faz parte de uma guerra psicológica, uma estratégia dos movimentos. As providências estão sendo tomadas, a lei e a ordem serão cumpridas”. 
Três mil militares estão à disposição do Estado

As Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e a Força Nacional de Segurança, vinculada ao Ministério da Justiça, disponibilizaram cerca de três mil militares no apoio às ações de segurança pública em Salvador e algumas cidades do interior da Bahia. Hoje já estão no estado 1,8 mil homens e, neste sábado, desembarcam outros 700 militares federais que vão se somar a esse contingente.

As forças federais foram solicitadas à presidente Dilma Rousseff pelo governador para reforçar a segurança pública no estado, colaborando com o trabalho das polícias Civil e Militar. A iniciativa visa conter os atos de vandalismo que se espalharam pelo estado, a partir da ação de uma associação não reconhecida de policiais militares. 

As tropas se deslocam por via aérea e terrestre de Sergipe, Alagoas, Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também participam das ações contingentes do Corpo de Fuzileiros Navais (Marinha) e da Força Aérea Brasileira (Aeronáutica), baseados em Salvador.

 

Justiça expede mandado para reintegração de viaturas da Polícia

 

A Justiça expediu no final da manhã deste sábado (4) um mandado de reintegração de posse para recuperar as 16 viaturas apreendidas ilegalmente por manifestantes ligados à Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus Familiares do Estado Bahia (ASPRA), em um dos acessos à Assembleia Legislativa da Bahia, localizada no Centro Administrativo. Parte delas já foi retirada e o cumprimento da ordem judicial segue até que todas sejam retomadas pelo Governo baiano. Além da apreensão ilegal, os PMs manifestantes da ASPRA também furaram os pneus de algumas das viaturas.

A GUARDA MUNICIPAL E A BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ILHÉUS.

Já era para der dado este crédito a Guarda Municipal há algum tempo, mas como estava observando e analisando as nuances da greve da PM me atrasei.

A Guarda Municipal vem fazendo rondas diurnas e noturnas no prédio abandonado da Biblioteca Municipal, já expulsou os moradores contumazes e os fumadores de ‘crack’, mais, eu acho que ela não pode fazer.

Porém, sempre tem um porém. Vejam estas duas fotos. Clique e amplie.

Tem quase 2 anos que este pedaço de parede está caindo aos poucos.

Vejam a situação desta coluna para ter uma ideia de como está o resto do imóvel.

E o pior não é só isso, pois existe verba disponível no Governo Federal justamente para recuperação de prédios históricos.

Mas falta o projeto, pois a Secretaria de Planejamento da Prefeitura Municipal de Ilhéus sempre foi uma cadeira vazia, seja por incompetência, preguiça ou falta de compromisso público.

DOM PEIRONE, DONATÁRIO DA CAPITANIA DE SERRA GRANDE, VAI EXPANDIR SEUS DOMÍNIOS.

Dom Peirone e a vassalagem.

Depois de legalizar no papel as suas posses, agora parte para ampliar os seus domínios.

Já convocou o prefeitin para dizer como as coisas vão ser de agora em diante, e também escalou um laranja apelidado de Gugu Purgatório, para comprar as fazendas nas proximidades do novo aeroporto, mesmo as dizimadas pela vassoura de bruxa, pois o que interessa é a terra nua para especulação.

Os vassalos, súditos e mucamas, estão em orgasmos voluptuosos.

ESTE É O CAMINHO CERTO, POLÍCIA NEGOCIANDO COM O GOVERNO. NADA DE POLITICAGEM E SINDICALISMO NO MEIO.


INFORMATIVO FORÇA INVICTA Nº 003/12

As Associações da Polícia Militar da Bahia abaixo nominadas, buscando mediar uma solução pacífica e democrática, junto ao governo do estado, em função da paralisação de policiais militares, vêm informar à sociedade baiana que, em reunião ocorrida nesta manhã, com o Secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, o Comandante Geral da PMBA, Cel PM Alfredo Castro, além de outras autoridades representativas do governo, apresentou uma pauta de reivindicações contemplando os anseios da categoria relativos à reposição salarial, sendo que de imediato pleiteia a regulamentação da Gratificação de Atividade Policial, nível V e a anistia administrativa para todos policiais militares participantes deste movimento, como contrapartida para o imediato retorno das atividades normais da Polícia Militar restabelecendo assim a paz e a tranqüilidade pública no nosso Estado.

As outras reivindicações, das quais algumas delas fazem parte do processo de negociação que já vinha sendo desencadeado junto ao Comando Geral da PMBA, são:
-Aplicação do percentual de 14,13% referente ao reajuste do salário mínimo, a todo grau hierárquico da Polícia Militar;
-Regulamentação do adicional de titulação;
-Valorização do soldo através da transferência de pecúnia da GAP;
-Efetiva isonomia com a Polícia Civil, conforme preceitua o Art. 47 da Constituição do Estado da Bahia;
-Aumento do percentual do CET e implantação do RTI para Oficiais e Praças;
-Extensão do percentual de CET para os praças lotados nas Unidades Administrativas;
-Correção do cálculo de pagamento de hora-extra;
-Regulamentação e implantação do pagamento do adicional de periculosidade e insalubridade;
-Extensão da possibilidade de aquisição de casa própria pelo plano Conder para todos os policiais militares, inclusive os da reserva remunerada;
-Revisão do valor do auxilio alimentação para valores compatíveis com a realidade fática da necessidade;
-Pagamento da URV;
-Pagamento da diferença das GAPs;
-Ajuste do valor do anuênio;
-Regularização da legislação sobre o adicional noturno;
-Criação de um plano de carreira para os Praças;
-Revogação da cassação de proventos;
-Exigência de nível superior para acesso à Corporação e de Curso de Direito para a Oficialidade;
-Manutenção da Mesa Permanente de Negociações, envolvendo os representantes das Associações de Oficiais e Praças;
-Reajuste linear de 17,28% retroativo a abril de 2007;
-Atualização do valor do Honorário de Ensino;
-Reestruturação no Plano de Carreira;
-Regime Próprio de Previdência, na forma que dispõe a Constituição Federal;
-Implantação do Subsídio, conforme prevê o § 4º do art. 39 da Carta Magna do País;

Solicitamos aos companheiros que encaminhem com urgência às respectivas Associações as demandas que não foram contempladas neste informativo, a fim de serem incorporadas ao processo de negociação.

Salvador (BA), 03 de fevereiro de 2012.

Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia – Força Invicta

Associação dos Praças da Polícia Militar da Bahia – APPM

Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar da Bahia – ABSSO de Salvador, Itaberaba e Ilhéus

Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar da Bahia de Itaberaba

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
fevereiro 2012
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia