Josias Gomes destaca a destinação de recursos para a agricultura familiar de Ilhéus e Senhor do Bonfim, na ordem de R$810 mil reais

O deputado federal Josias Gomes, do PT da Bahia, destacou nesta segunda-feira, 25, a liberação de R$ 584 mil, pelo governo federal, destinado à compra de hortigranjeiros, polpa de frutas, mamão, melancia, banana, batata e outros da agricultura familiar em Ilhéus. Os recursos serão disponibilizados à Cooperativa de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar do Sul da Bahia (Coofasulba).

Ainda em benefício da Bahia, o governo federal formaliza acordo com a Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Artesãs Quilombolas da Fazenda Alto Bonito, no município de Senhor do Bonfim.  Neste caso serão liberados R$226 mil para a aquisição de produtos hortigranjeiros como alface, tomate, além de polpas de frutas regionais, sequilhos, bolachas e ovos.

No caso de Senhor do Bonfim, a maior parte dos 89 fornecedores que integrarão o programa é formada por mulheres. Os produtos serão doados a três entidades do município, que distribuirão para 4.468 pessoas, entre adultos e crianças. Quanto a Ilhéus, a operação envolve 130 agricultores familiares, sendo 26% mulheres. Os alimentos serão doados para 16 entidades que assistem 6.300 pessoas em situação de insegurança alimentar.

As operações fazem parte do programa Compra da Agricultura Familiar com Doação Simultânea-CPR Doação, uma modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos-PAA na qual a cooperativa ou associação de agricultores familiares vende sua produção para o Governo, via Conab, e entrega o alimento diretamente em rede de equipamentos públicos de alimentação e nutrição (restaurantes populares, cozinhas comunitárias e bancos de alimentos) ou em rede socioassistencial (asilos, APAES e Abrigos), governamentais ou não, responsáveis pelo atendimento a populações em situação de insegurança alimentar e nutricional.

O PAA tem seus recursos oriundos dos Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA). Pelos mecanismos de Compra Direta – CDAF e CPR Doação, o Governo Federal, por meio do PAA, adquire alimentos dos agricultores familiares de modo rápido e descomplicado. Estes alimentos são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar, dentro da estratégia Fome Zero, ou são armazenados, formando estoques governamentais, que poderão ser doados ou vendidos.