WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 3/jul/2011 . 20:31

MUDANÇA NO HORÁRIO DA EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS.

Divulgada para hoje, acontecerá AMANHÃ,  às 18h a abertura da Exposição dos Alunos do Curso Básico de Fotografia ministrado por Anabel Mascarenhas e Tacila Mendes.

Sabemos que entre um domingo e uma segunda-feira existem vantagens e desvantagens… mas vamos olhar pelo lado positivo, sempre!

Esperamos os amigos no Foyer do Teatro Municipal de Ilhéus para comerem um chocolate artesanal conosco! A exposição fica em cartaz de segunda a quarta (4 a 6 de julho).

Anabel Mascarenhas – 73 – 8124-7176 /9151-4308 / 88712275
Tacila Mendes – 73 – 8803-9821

Facebook Flickr

O QUE SERÁ QUE ME DÁ? – SENSACIONAL, CLIQUE NA IMAGEM, VEJA AS EDIÇÕES DO JORNAL E NO FINAL O VÍDEO ESCLARECEDOR SOBRE O PLANO REAL.

Os Nanicos do Século 21

 

Capa do “EX-“, um dos nanicos mais populares da época, trazia matéria sobre o assassinato do jornalista Vladimir Herzog nos porões da ditadura. Imperdível: clique na imagem para acessar todas as edições desta publicação

Antigamente, coisa de 30 anos atrás, o termo “alienado” fazia parte do vocabulário nosso de cada dia. Rotulava o sujeito cego para a política e que achava “normal” sermos governados por generais que se sucediam no poder sem que o povo fosse consultado nas urnas. Naquela época, sob censura, os meios de comunicação apresentavam uma única e uníssona versão dos fatos: aquela permitida pelo regime militar e, claro, sempre a seu favor.

Sob Geisel, o penúltimo general presidente, entramos na fase de distensão e fim da censura. Durante seu mandato, surgiram diversas publicações fazendo contraponto à grande imprensa – a mesma que hoje chamamos de PiG. (Aliás, a única diferença é que Folha, Estadão, Veja e Globo pertenciam aos país dos atuais donos.) Jornais-tablóides como EX-Opinião, Movimento, Em Tempo, Extra, Pasquim – os chamados “nanicos” ou “imprensa alternativa” – lutavam com bravura para sobreviver financeiramente e manter sua frágil peridiocidade. Além disso, enfrentavam todo tipo de ataques (até os físicos) da extrema direita. O PiG controlava a distribuição de tudo que podia ser vendido em bancas de jornal. Fazia o jornaleiro refém de seus interesses, proibindo-o de vender os nanicos sob pena de não lhe fornecer as outras publicações, que eram a base de seu faturamento. Assim, quem fazia a imprensa nanica fazia por amor à causa. A receita de publicidade era mínima e, apesar de receberem doações e terem assinantes fiéis, as publicações viviam no vermelho. Muitos jornalistas até tiravam do próprio bolso para bancar os custos de impressão.

2011, tempos modernos, guerra fria congelada e modelo neo-liberal falido. É difícil ser alienado neste mundo high-tech, das conexões sem fio e dos celulares que se transformaram numa central multimídia de bolso conectada a todo o planeta através da Internet. Com o inacreditável volume de informação e a velocidade em que circula, você pode ser manipulado – mas se alienar, só se enfiar a cabeça na terra. A informação te persegue 24 horas por dia e fala sua linguagem. Seja de qual tribo você for.

Os nanicos da imprensa alternativa de hoje são os blogueiros desvinculados do PiG e que não recebem nada pelo que publicam. Alcançam um número de leitores infinitamente superior aos da década de 80. E o melhor: não têm custos de impressão e distribuição e não podem ser calados. Além da turma que acabou de realizar o II Encontro Nacional e que já se reuniu por duas vezes com o presidente Lula (trechos aquiaqui), crescem os blogs que repercutem o outro lado da notícia em tempo real. Hoje, mentira já não tem perna curta: não tem nem perna. Exemplo histórico, folclórico: a farsa da bolinha de papel que virou piada no twitter, repercutiu na imprensa internacional e virou joguinho espalhado em centenas de blogs. Tudo isso aconteceu logo depois da exibição no JN da farsa montada pela Globo e pela campanha de Serra.

Acordo assinado pelo governo e operadoras de telefonia vai dar inicio (finalmente!) ao PNBL. Será lei que a banda larga de 1 mega passe a custar R$ 35. Dizem, com razão, que a velocidade vendida não será a real recebida. Mas não deverá ser pior nem igual aos 10% que recebemos da Telefônica, por exemplo. Dizem também, que haverá dificuldade em alcançar municípios sem o potencial de lucro desejável para as operadoras. O que a demanda e o próprio governo se encarregarão de viabilizar. Enfim, é um grande avanço. Até porque, a inclusão de milhões de novos usuários é sempre muito bem vinda e servirá para forçar as operadoras a entregarem mais qualidade e velocidade na conexão.

Com a tecnologia wi-fi (que virou padrão), hotspots se espalhando cada vez mais e a banda larga custando bem menos que as publicações impressas, cedo ou tarde todas as mídias vão convergir para a Internet. O televisor terá conexão com a rede mundial e vai oferecer infinitas fontes de informação e entretenimento alternativas à concentração gigantesca dos atuais grupos donos da mídia.

Embora a audiência da Globo continue caindo pelas tabelas, ainda reina, imbatível, no sofá dos inertes. Mas este modelo de consumo televisivo emburrecedor não vai muito longe. O Ibope mede televisores ligados. Não significa que os jovens daquele domicílio estejam assistindo a droga da novela ou a idiotice do BBB. Estão em outro mundo. No Twitter, Facebook, Orkut, MSN, etc.

Hoje, mais do que nunca, o que se quer é interatividade. Queremos decidir em vez de engolir. Queremos mobilizar, opinar, debater. Não cabe mais o modelo de via única. A informação marcada a tinta sobre papel pelas rotativas durante a madrugada, amanhece obsoleta na banca de jornal. A comunicação busca seu ideal: pluralidade, diversidade, acesso democrático aos meios de comunicação para todas as tribos, em tempo real.

———

Itamar Franco por ele mesmo

JUSTIÇA SEJA FEITA: Durante muito tempo, o discurso dos tucanos amplificado pelo PiG, atribuía a FHC a autoria do Plano Real que salvou o Brasil do mal corrosivo da inflação. O vídeo abaixo circula há anos no Youtube, mas sua força esclarecedora não se compara às mentiras carimbadas na mente do eleitor pelo poderoso e anti-constitucional oligopólio das comunicações no Brasil. Segundo o PiG, Lula se deu bem porque herdou um país “resolvido” e seguiu a cartilha do “grande economista” que é FHC! O vídeo deixa claro que FHC não passou de um garoto propaganda do Real, fabricado artificialmente para ser eleito presidente.

ESTRÉIA BISONHA DA SELEÇÃO BRASILEIRA NA COPA AMÉRICA.

É complicado analisar a Seleção Brasileira, cada torcedor tem seu time na cabeça.

Mas aturar Elano no banco de reservas assistindo Ramires jogar, é um pouco demais.

Alguns jogadores querendo fazer mais do que sabem, ou podem.

Excesso de preciosismo em certas jogadas.

Os ‘torcedores’ da Globo querendo colocar futebol nos pés de quem não tem.

Questiona-se que no início do jogo, Neymar não chutou de primeira aquela bola passada por Pato.

Pergunto: Ele sabe chutar de primeira? Ele tem confiança no chute para não colocar a bola na arquibancada?

Acompanhei várias e boas seleções com excelentes jogadores, essa daí vai precisar melhorar muito. Menos estrelismos e mais espirito de seleção, é o que se cobra.

VEJA, UMA REVISTA SOB MEDIDA – FEITA POR CANALHAS PARA DELEITE DOS CALHORDAS.

Dilma age com a energia. Já a Veja

O Tijolaço

Desta vez, a Presidenta agiu rápido e firme.

Não deixou “esquentar” a denúncia da Veja sobre possíveis atos de corrupção no Ministério dos Transportes.

Determinou que o Ministro Alfredo Nascimento afaste todo o segundo escalão até que tudo seja esclarecido.

Em memória do ex-presidente Itamar Franco, recorde-se que ele fez o mesmo com o sr. Henrique Hargreaves, depois reintegrado pela inconsistência das denúncias.

Aliás, a atitude da presidenta não foi motivada pelas denúncias da revista, o que fica claro na matéria publicada no site da própria Veja, dizendo que:

“No último dia 24 (de junho, portanto), a presidente Dilma Rousseff se reuniu com integrantes da cúpula do Ministério dos Transportes no Palácio do Planalto. Ao lado das ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Miriam Belchior (Planejamento), ela reclamou dos aumentos sucessivos dos custos das obras em rodovias e ferrovias, criticou o descontrole nos aditivos realizados em contratos firmados com empreiteiras e mandou suspender o início de novos projetos. Dilma disse que o Ministério dos Transportes está sem controle, que as obras estão com os preços “inflados” e anunciou uma intervenção na pasta comandada pelo PR — que cobra 4% de propina das empresas prestadoras de serviços.”

(…) Com planilhas e documentos sobre a mesa, Dilma elevou o tom no encontro com representantes da pasta: “O Ministério dos Transportes está descontrolado”. A presidente chamou de “abusiva”, por exemplo, a elevação do orçamento de obras em ferrovias, que passou de 11,9 bilhões de reais, em março de 2010, para 16,4 bilhões neste mês — salto de 38% em pouco mais de um ano. Dilma também se irritou em especial com a Valec, estatal que cuida da malha ferroviária, e com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pelas rodovias.

O secretário-executivo do ministério, Paulo Sérgio Passos, o diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot, e o diretor de Engenharia da Valec, Luiz Carlos Machado de Oliveira também estavam na reunião em que Dilma mais falou do que ouviu.

“Vocês ficam insuflando o valor das obras. Não há orçamento fiscal que resista aos aumentos propostos pelo Ministério dos Transportes. Eu teria de dobrar a carga tributária do país para dar conta”, disse Dilma, quando a reunião caminhava para o fim. Ela deu o diagnóstico: “Vocês precisam de babá. E terão três a partir de agora: a Míriam, a Gleisi e eu”.

Agora, procedentes ou não as denúncias, a Veja mostra que tudo ali é armado. O título da matéria, no site, é “Oposição exige postura mais firme de Dilma contra PR” . Eles já leram a revista? Nem precisa, leia só o primeiro parágrafo:

“Senadores democratas e tucanos exigiram nesta segunda-feira uma postura mais firme da presidente Dilma Rousseff diante de denúncias de corrupção envolvendo o Ministério dos Transportes, comandado pelo PR. Reportagem de VEJA desta semana revela um esquema de pagamento de propina para caciques do PR, Partido da República, em troca de contratos de obras”.

Uai, a revista não foi publicada de ontem para hoje? “Nesta segunda-feira”? Hoje é sábado. Foi segunda passada ou é depois de amanhã? Se foi na passada, exigiram a quem, à Veja? É estranho que exigissem “mais” se ainda não tinha sido, publicamente, nada até então. Se é a próxima, a Veja já se adianta por eles?  Aí é mais crível, até porque a Veja fala o que a oposição fala e vice-versa.

OPINIÃO DE DOMINGO.

 

Blogueiro tentando ver o jogo.

Passados seis meses da publicação da postagem A última cadeira da arquibancada, o campo de jogo ainda está nublado.

Não adiantaram comissões, pajelanças e TACs, tudo continua como dantes no quartel de Abrantes.

Vontades e desejos são colocados como fato consumado, o que não é verdade, a distância continua sendo grande entre o que pensam os ‘capas pretas’ e lideranças partidárias, e o que pensa o povão.

O jogo, mesmo em campo nublado, tem que ser jogado aqui, e não de Salvador para cá, a última experiencia deu no que deu.

A guerra surda que existe entre algumas Secretarias e a Procuradoria, já já vai tomar conta das ruas, pois envolve leis e legalidade.

As mini-prefeituras que existem dentro da Prefeitura, vão ter que ser desmontadas. Conseguirão?

anuncie aqui

Carregando...

Tabela do Brasileirão

contador free

nao basta

Webtiva.com // webdesign da Bahia
julho 2011
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia